a culpa é das estrelas CCListas

13 livros para quem gostou de A Culpa é das Estrelas

5.6.14Paulo V. Santana

fonte

Junho é o mês em que a cada dez coisas que você ler pela internet onze vão estar relacionadas à “A Culpa é das Estrelas”. O livro é o queridinho de boa parte da equipe e estamos todos morrendo pelo filme, que chega aos cinemas brasileiros hoje, dia 5 de junho. A gente já leu, chorou, riu, releu, sentiu tudo de novo, mas… queremos novas histórias! Pensando nisso, fizemos uma lista com treze livros que têm alguma relação com o mais conhecido romance do John Green. Vamos lá?



1- As Vantagens de Ser Invisível, de Stephen Chbosky [indicação//livro vs. filme]

Charlie é um adolescente americano que escreve cartas para uma pessoa desconhecida. Ele é um wallflower, uma pessoa que observa a vida em vez de experimentá-la. Através dessas cartas, acompanhamos a rotina do Charlie e como ele encara esse novo mundo formado pela adolescência e pelo ensino médio. Depois de quase dois anos que li o livro (preciso de uma releitura para ontem!), ainda tenho fortes sentimentos e, sinceramente, nem sei o que dizer aqui. Apenas leiam. Apesar de ter sido escrito nos anos 90, os relatos do Charlie são tão atuais como os da Hazel.



2- Por isso a gente acabou, de Daniel Handler [resenha 1//resenha 2]

Outro livro com cartas, mas dessa vez é apenas uma. A gigantesca carta (que é o livro) foi escrita pela Min para terminar com o namorado, Ed, e acompanhar uma caixa de objetos que foram marcantes no relacionamentos deles. PIAGA e ACEDE (siglas!!! <3) contam histórias e personagens em contextos diferentes, mas é legal perceber como os sentimentos são parecidos. Além da narrativa do Handler ser ótima, claro. 



3- Eleanor & Park, de Rainbow Rowell [resenha]  

Esse é outro livro sobre a intensidade de sentimentos dasexperiências da adolescência, mesmo em situações pesadas como violência, abusoe bullying. Mas o que conquista durante a leitura são seus protagonistas. Parké um mestiço oriental inseguro e com problemas para se relacionar com os pais,Eleanor é uma garota acima do peso com uma família conturbada. Não há dependênciapor nenhuma das partes, eles se complementam e crescem através dorelacionamento. Se você quer um relato honesto sobre adolescência esse livro épara você. -Diego



4- A probabilidade estatística do amor à primeira vista, de Jennifer E. Smith 

Quando Hadley se atrasa para um voo, sua vida acaba seguindo um rumo bem diferente nas vinte e quatro horas seguintes. No aeroporto, Hadley acaba conhecendo Oliver e, bem, coisas acontecem. O que me mais me encanta nesse livro é a dinâmica. A autora se saiu muito bem ao construir um casal ótimo e desenvolver protagonista em apenas um dia de história. É um romance curto, rápido e que vai te deixar querendo mais. 



5- Aristóteles e Dante descobrem os segredos do universo, de Benjamin Alire Sáenz [resenha]

Aristóteles e Dante são dois adolescentes completamente diferentes que se conhecem numa situação inesperada e acabam virando grandes amigos. Como falei na resenha, esse é um dos meus livros favoritos da vida. Ambos os protagonistas são personagens cativantes e muito bem desenvolvidos. Uma das melhores indicações para quem procura histórias sobre amadurecimento. 



6- Extraordinário, de R. J. Palacio

É o que mais destoa dos outros indicados, mas também um dos mais especiais. O livro acompanha a história de Auggie, um menino com uma grave deformação facial, narrada pela perspectiva do próprio pelo personagem como de seus familiares e amigos. Mesmo voltado mais para o público infanto-juvenil, emociona qualquer um. Auggie ainda está na pré-adolescência, e sua história mostra como é conviver com problemas de saúde e como o mundo enxerga você. 



7- Perdão, Leonard Peacock, de Mathew Quick

No dia em que completa dezoito anos, Leonard Peacock tem uma missão: entregar presentes às quatro pessoas que são importantes na sua vida, matar seu ex-melhor amigo e se suicidar. Assim como nos outros livros do Quick, uma das melhores coisas é a sinceridade com que o autor escreve. Ele é muito claro sobre os sentimentos dos personagens. Enquanto o dia de Leonard é narrado e conhecemos mais sobre o personagem, podemos nos conectar com ele também entender os motivos que o levaram a essas decisões tão fortes. 



8- Todo dia, de David Levithan

Um dos melhores livros sobre as barreiras que o amor podederrubar – apesar de que, eu admito, o Esquecimento em A Culpa é Das Estrelas éuma barreira bem intensa também.“A” acorda em um corpo diferente todo o dia, epor isso aprendeu a se desapegar de tudo. Mas isso muda quando ele conhece Rhiannone um novo tipo de amor. Agora eles precisam se reencontrar todo o dia, eredescobrir como conviver. É uma história de superação diferente de tudo o quevocê já viu, levando as transformações da juventude ao extremo sem deixar deser lindo em toda a virada de página. -Diego



9- Jellicoe Road, de Melina Marchetta

O John Green tem boas piadas, mesmo quando a história é triste e trágica. Por isso eu recomendo Jellicoe Road da Melina Marchetta. É um livro incrivelmente esperto em relação a isso. É tão chato quando uma história é melodramática demais e o livro foca apenas nisso. Mas a Melina consegue fazer tudo fluir leve, com bons diálogos, e situações absurdas e legais e bons personagens. Jellicoe Road é um livro que não se vende por sinopse, porque qualquer história "normal" contada em poucas palavras é chata. Mas é só ler o primeiro capítulo pra saber que a última coisa que esse livro vai ser é chato. -Dayse Dantas



10- Sarah Dessen

O John também valoriza o Contemporâneo. Apesar de ultimamente estar saindo muitos artigos falando que John Green "salvou" o YA Contemp, ele é o primeiro a admitir que YA Contemp sempre foi uma coisa mega descolada, e por isso ele sempre escreve nessa categoria. Não escute o que os artigos estão dizendo, existe inúmeros autores contemporâneos por aí que são tão bons quanto (e na maioria das vezes, até melhores) que John Green. Um dele é a Sarah Dessen, que em seus 11 livros, conseguiu variar amplamente não só em personalidades, mas em temas. Afinal, adolescentes não vivem apenas uma realidade. Dessen já escreveu sobre lidar com morte, mudança de dinâmicas familiares, relacionamentos abusivos, novas amizades, velhas amizades, primeiras impressões, preconceitos, e mil outras coisas. Tudo isso mantendo seu próprio estilo e não menosprezando pequenas experiências e cenas. Ela sempre dá importância a todos os personagens, e eles sempre são tridimensionais, o que é muito importante, porque muitos autores acham que só é necessário dar background para personagens principais. Então, independente do livro dela que você ler, você vai ficar feliz. (Mas meu favorito é The Truth About Forever. Eu também super recomendo This Lullaby, Lock&Key e The Moon and More) (eu recomend todos, na verdade. LEIAM TODOS) -Dayse Dantas



11- A Idade dos Milagres, de Karen Thompson Walker [resenha]

Em A Culpa é das Estrelas, Hazel aprende a viver além do câncer. Julia, protagonista de A Idade dos Milagres, faz o mesmo, porém tendo que lidar com outro obstáculo: o desaceleramento da rotação da Terra. Embora pareçam extremamente diferentes, os dois livros se relacionam ao mostrar que nada no mundo - nem mesmo doenças ou catástrofes naturais - pode ser tão intenso quanto enfrentar a própria adolescência. -João



12- Nada Dramática, de Dayse Dantas [resenha]

YA, contemporâneo, narrativa afiada... Os dois são histórias de pessoas no período escolar lidando com os altos e baixos da vida de um adolescente (e tem até road trip!!!). Eu escolhi Nada Dramática porque é uma boa opção para quem quer mais algo como os livros do John Green no geral, não apenas A Culpa é das Estrelas. -Dana



13- Um Dia, de David Nicholls [livro vs. filme]

O mesmo dia, 15 de julho, sendo narrado durante vinte anos. Muitos 15's de julho, dois jovens adultos (e depois velhos adultos) narrando como a vida pode mudar pouco a cada ano, mas mudar de maneira inacreditável em muito tempo. Esse livro mexeu realmente comigo, assim como ACEDE marcou muita gente por aí. Acho que é o tipo de história que pode ser encontrada na vida de todo mundo, uma sensibilidade que me fez chorar. E eu não costumo chorar com livros, gentche *revelações*. -Igra

---

Alguns outros livros foram citados enquanto decidíamos a lista, entre eles “Branca como o leite, Vermelha como o sangue” (Alessandro D'Avenia), “Anna e o Beijo Francês” e “Lola e o Vizinho” (Stephanie Perkins) e os adultos  “Como eu era antes de você” (Jojo Moyes) e “Um Amor para Recordar” (Nicholas Sparks). Além dos outros livros do John Green, claro! Agradeço a todos que participaram e contribuíram com essa lista. <3

A vida não precisa ser perfeita para o amor ser extraordinário.

E o que você recomendaria para quem leu “A Culpa é das Estrelas”? Conta pra gente!

- paulo v. santana

TAGS: , , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

23 comentários

  1. Ahhh, Um Dia! Que livro perfeito! Me deu até vontade de reler agora!
    E As Vantagens de Ser Invisível já está na minha fila há tempos. Preciso me organizar para lê-lo o quanto antes. Também pretendo ler Extraordinário, é que ganhei-o numa promoção há uns meses mas até agora nada do livro. Espero ainda recebê-lo.

    Beijo, Livro Lab

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "As Vantagens..." é excelente, Aline, leia mesmo! O filme também é muito bom, recomendo. E espero que o seu "Extraordinário" chegue um dia, porque é só amor. <3

      Excluir
  2. Passarinha é um livro muito lindo e emocionante. Você deveria conhecer. =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tô doido por esse livro desde que saiu aqui no Brasil! Mal posso esperar para ler, Carina. :)

      Excluir
  3. Tem um livro chamado "Um grito de amor do centro do mundo", que é tipo a versão japonesa de "A culpa é das estrelas". Também é muito bom.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Michelle, que também é do CC, recomendou esse livro, mas acabei não colocando na lista. Obrigado pela indicação, Thiago! Pretendo ler um dia :)

      Excluir
  4. Respostas
    1. Também quero os que eu não li! haha Quando descobrir como faz me avisa. :P

      Excluir
  5. Eu li alguns da lista, mas o mais recente foi 'Eleanor & Park' que me conquistou gradativamente. O bacana é que é uma história simples e verdadeira. E o final, mesmo triste, também relata bem a realidade.

    ResponderExcluir
  6. a selecao eh uma saga de livros perfeita! super recomendo!

    ResponderExcluir
  7. tem um livro.... bom ele não têm nada a ver com a culpa é das estrelas... mas... ele é muuuuuuuuuuuuuuuuuiiiiiiiiiiiiiittttttttttttttooooooooooooo bom se chama o principe gato! acho que vc ia gostar...

    ResponderExcluir
  8. Eu recomendaria o livro "Soul Love, à noite o céu é perfeito". A história é linda, chorei de soluçar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não conhecia o livro! obrigada por indicar <3

      Excluir
  9. Respostas
    1. Adoro esse livro é perfeito !!

      Excluir
  10. Eu super recomendo Como eu era antes de você, o livro é muito lindo, o melhor livro que eu li,sinceramente... Estou lendo o Eleanor & Park estou gostando também!

    ResponderExcluir
  11. Eu super recomendo Como eu era antes de você, o livro é muito lindo, o melhor livro que eu li,sinceramente... Estou lendo o Eleanor & Park estou gostando também!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu to com Eleanor & Park aqui pra ler!!! Muito obrigada por reforçar as indicações :D

      Excluir
  12. Recomendo Cante para eu dormir, Angela Morrison. O mesmo é baseado em fatos reais, a história é maravilhosa!

    ResponderExcluir
  13. O meu livro favorito da vida é "Em algum lugar nas estrelas" de Clare Vanderpool, eu achei ele nas Livrarias Curitiba e no site da DarkSide books. É um livro que emociona qualquer um, realmente nos leva para outra dimensão. Eu aconselharia ler escutando músicas como Moonlight ou Clair de Lune (num volume baixo). Esse livro realmente foi muito importante pra mim, me mostrou uma coisa nos outros que não consegui ver. Outro que recomendo é O último Adeus de Cinthia Hand, só de pensar nessa história ja me emociona,é fácil achar resenha dele, tenho certeza que quem ler não vai mais esquecer um detalhe dessa obra prima.

    ResponderExcluir
  14. O meu livro favorito da vida é "Em algum lugar nas estrelas" de Clare Vanderpool, eu achei ele nas Livrarias Curitiba e no site da DarkSide books. É um livro que emociona qualquer um, realmente nos leva para outra dimensão. Eu aconselharia ler escutando músicas como Moonlight ou Clair de Lune (num volume baixo). Esse livro realmente foi muito importante pra mim, me mostrou uma coisa nos outros que não consegui ver. Outro que recomendo é O último Adeus de Cinthia Hand, só de pensar nessa história ja me emociona,é fácil achar resenha dele, tenho certeza que quem ler não vai mais esquecer um detalhe dessa obra prima.

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM