a idade dos milagres CCLivros

[Resenha] A Idade dos Milagres, de Karen Thompson Walker

18.8.12Conversa Cult

por Paulo V. Santana
- Livro: A Idade dos Milagres
- Livro Único 
- Autora: Karen Thompson Walker
- Editora: Paralela
- Comprar: Travessa, Fnac, Saraiva.
- No skoob









Mini-crítica:
Num cenário caótico em que a Terra passou a diminuir a velocidade de rotação (assim aumentando os dias e as noites) e o meio ambiente entra em colapso, conhecemos Julia, uma menina de apenas 11 anos que além de ter que se adaptar ao novo mundo, passa pelos dramas comuns da adolescência.

Quando eu peguei o livro eu nem ao menos sabia o que eu ia ter. Eu já tinha lido a sinopse, é claro, mas eu não sabia como a autora iria levar a história e gostei muito do resultado. Ele tem todos os elementos que eu gosto em um livro: uma escrita ótima, personagens cativantes e reais, um cenário bacana e eu desfecho diferente e bonito. Super recomendo, entrou até para os meus favoritos. 

Quer saber mais? Clique abaixo para conferir a resenha completa.


Imagine se, do nada, a Terra começa a diminuir o ritmo da rotação. No primeiro dia, são adicionados apenas alguns minutos às habituais vinte e quatro horas diárias. Os dias vão passando e maiores as noites e os dias ficando. Após algumas semanas, já passam de 30 horas diárias e a Terra não para de desacelerar. Com isso, a população entra em pânico, começa uma espécie de guerra silenciosa entre os adeptos da Hora do Relógio (dia de 24, a hora oficial) e os da Hora Real. Pessoas adoecem por conta da maior gravidade, aves começam a cair do céu e morrer e logo outros animais tem o mesmo destino. O mundo está em caos, mas a vida tem que continuar.

Nesse cenário caótico, conhecemos Julia, uma menina de apenas 11 anos de idade. A menina, além de ter que se adaptar à nova realidade como todos, ainda vive os dramas da adolescência: a crise do casamento dos pais, os círculos de amizade, as amarguras do primeiro amor e também o estranho comportamento de seu avó.
“’A única coisa que você tem que fazer nesta vida é morrer’, respondeu a sra. Pinksy. Era uma das suas frases favoritas. ‘Todo o resto é questão de escolha.’”
“A Idade dos Milagres” é um livro excepcional. Há muito tempo eu não lia um livro tão incrível. Essa resenha pode acabar tendo adjetivos demais, mas esse livro merece.

O livro tem, basicamente, duas histórias que se complementam: a primeira é a do cenário apocalíptico e a segunda é a da menina passando pelos dramas da adolescência. Normalmente, vemos esses dois temas separados em livro. O primeiro tema daria algo como um livro de ficção científica e o segundo poderia ser mais um livro Young Adult. Mas a autora faz diferente. A Karen Thompson Waker cria um livro adulto com várias reflexões sobre o mundo, a vida e tudo mais.

Uma coisa muito legal no livro são os personagens. Eles são MUITO reais. Sabe quando você consegue se comunicar e identificar com os personagens? A Idade dos Milagres é bem assim.  Não vou ficar falando de cada um, mas a Sylvia, ex-professora de piano da Julia, Gene, o avó da menina, e Gaby, a amiga um tanto quanto rebelde, merecem destaque. E a construção da própria Julia também é muito boa.

Outro elemento que deve ser comentado é a escrita da Karen. Eu realmente gostei dela, é simples, mas é daquelas que te prende, sabe? Além de ser cheia de citações bacanas, algo que me atrai em um livro. E a forma que ela construiu a história também é legal. A narradora é a própria Julia, mas uma Julia do futuro e a medida que ela vai narrando você fica ansioso querendo saber qual fim ela levou. É bem, hm, angustiante.

A tradução está boa e, mesmo eu tendo lido a prova antecipada, não encontrei nenhum erro na revisão, está tudo bem legal. A única coisa que me incomodou, foi algo que eu falei na minha resenha de “O Leitor de Almas” para o NUPE, o uso das aspas ao invés de travessões para as falas. Eu realmente prefiro o travessão, mas não é nada que atrapalhe e eu já fui informado que a editora Paralela resolveu usar em seus livros os mesmo símbolos que o autor usa no livro original.

Ah, também tenho um comentário sobre o livro físico. Como eu disse, recebi a prova antecipada da nossa parceria com a editora, mas junto veio um folheto e nele está dizendo que a parte mais clara da capa brilha no escuro! Legal, né? Eu vi uma foto do livro pronto e ele parece estar realmente bonito, talvez eu até compre uma cópia da versão final para mim. :D

A Idade dos Milagres não é Young Adult!

Esse é um aviso muito importante. Por favor, não vá esperando um livro sobre o fim do mundo (ou caminho-para-o-fim-do-mundo, haha) e muito menos um livro YA contemporâneo (senão estaria no selo Seguinte da Companhia das Letras, né?).

“A Idade dos Milagres” é na verdade um livro Coming of Age adulto. Não sabe o que é? Eu explico: sabe aqueles livros (na maior parte YA) em que o protagonista é jovem (não só na idade, mas interiormente) e ao longo do livro vai passando por várias situações diferentes e vai amadurecendo? Então, isso é Coming of Age, um livro em que ao longo dele o protagonista vai passando da infância para a idade adulta.

Bom, com isso, a recomendação vai para aqueles que estão procurando um bom, daqueles que vai mexer com você e fazê-lo pensar.



Classificação:
(5/5 conversinhas + marcado como favorito)


O livro foi um oferecimento da nossa parceira, a Companhia das Letras! Obrigado! :D 


Até! ;)

TAGS: , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

8 comentários

  1. Oi Paulo :D

    Adoro suas resenhas e me interesso por quase todos os livros que você recomenda. Este, claro, foi mais um deles.
    Achei bacana o contexto da Terra estar parando. Eu até ficaria com um pé atrás se o livro fosse só sobre isso... mas como é apenas um cenário pra mostrar a vida da Julia, achei bem interessante.
    Com certeza vou, assim que possível, ler o livro, e assim que o fizer te digo o que achei.

    Abraços, e parabéns por mais uma resenha incrível.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! Muito obrigado, João! Fico super feliz em saber que você curte minhas resenha, dá uma motivação, sabe? :D

      Esse é exatamente um dos pontos que me fez gostar do livro. Ela não dramatizou o evento, ela fez ele se tornar um ponto dentro da história da JULIA e não uma história da DESACELERAÇÃO da Terra.

      Vale a pena comprá-lo, até porque o preço está bom.

      Abraços!

      Excluir
  2. Caraca, gostei muito de sua resenha e me deixou com mais vontade de ler esse livro. A capa me conquistou, nem sei porque, mas adorei ela, por causa da simplicidade e por que eu vejo que há um toque de especial nela! Sobre a resenha, como falei, me convenceu a ler o livro, mas antes de lê-la, eu achava algo totalmente diferente dele... pensava que seria um YA Book, mas agradeço pelo seu esclarecimento na resenha!

    Abraços, Joshua
    pensamentosdojoshua.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, Joshua! Como disse pro João aqui em cima, é muito bom saber isso porque me motiva a continuar! :D

      Vale a pena ler o livro, sim, e aproveita que ele é barato, haha. \o/

      Excluir
  3. Eu acho que você poderia fazer uma lista de livros "coming of age", não? Porque tem muita confusão sobre quais são e quais não são.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Juh!

      Então, eu não li taaaantos livros coming of age, mas vou pensar em uma maneira legal de fazer um post sobre o tema, tá? :D Mas você pode ver um post que o NUPE fez explicando http://www.nemumpoucoepico.com/2012/06/semanadessen-livros-de-coming-of-age/ e o vídeo do Amount of Words com um top 10 dos que a Giu mais gostou http://www.amountofwords.com/2012/03/top-10-livros-do-genero-contemporaneo.html. Abraços!

      Excluir
  4. Que bacana! Ultimamente tô me interessando bastante por esses livros reflexivos. :) Gostei. Gosto bastante de leituras em que você acompanha o amadurecimento da personagem, e bom saber que esse é um crescimento com conteúdo; pq muitas vezes o autor tenta passar essa ideia, mas isso acaba ficando mto raso... :/

    bjs!

    ResponderExcluir
  5. OI Paulo!!! É a primeira resenha que leio desse livro, e fiquei interessada demais nesse leitura, a historia é diferente e me pareceu cativante, sua resenha ficou ótima, e gostei muito de saber a diferença entre livros coming of age e YA, eu realmente não sabia...conversa cult é cultura mesmo!! Bjo!

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *