Beatriz Figueiredo CCFilmes CCMusicais

Mamma Mia: Here We Go Again é um grande fanservice, e isso é maravilhoso

20.8.18Colaboradores ConversaCult

Mamma Mia: Here We Go Again é a sequência do musical que estreou em 2008 e que causou um impacto ao contar uma história usando as músicas do Abba como trilha sonora. No primeiro filme a jovem Sophie Sheridan (Amanda Seyfried) convida para o seu casamento três ex-namorados de sua mãe, Donna Sheridan (Meryl Streep), com a esperança de conhecer o seu verdadeiro pai. Em Mamma Mia 2, o passado de sua mãe é contado a partir da época que ela conheceu esses três homens completamente diferentes e como cada um mexeu com o seu coração.
Compartilhe:
CCLivros CCResenhas João Paulo Albuquerque

Um Milhão de Finais Felizes, de Vitor Martins, é sobre se aceitar (com bagagem e tudo o mais)

19.8.18João Paulo Albuquerque

Quando eu fui na Bienal, eu não esperava encontrar o Vitor Martins lá, dando autógrafos para seu novo livro, Um Milhão de Finais Felizes. Vitor é um autor brasileiro que eu conheci através da Taiany (depois de ficarmos conversando sobre mil e uma obras LGBTQ que queríamos ler ou já tínhamos lido).

Eu já tinha superado Quinze Dias? Não. Então eu não tinha muitas expectativas em relação à esse livro, mas na Bienal, após comprar o primeiro livro na estante do Sesc, entrar na estande da da editora dele, e ver o livro ali para comprar, com uma filinha e um homem distribuindo autógrafo, me deixou confuso, um pouco ansioso. Reconheci de primeira? Não, ele estava de costas. Mas a jaqueta amarela chamou minha atenção.
Compartilhe:
assexual assexualidade CCdiário

A solidão assexual

18.8.18Isabelle Fernandes

Ultimamente a assexualidade tem aos poucos começado a sair do limbo da internet, seja através de pessoas assexuais criando posts e páginas, reportagens, grupos em redes sociais ou mesmo de personagens assumidamente assexuais. Com isso passei a achar que enfim a minha identidade deixaria de ser uma ""coisa de tumblr"" (muitas aspas pois ARGH), mas fora da internet a gente ainda tem muitos problemas.

E pra mim um deles é ser uma assexual alorromântica - ou seja, que se atrai romanticamente. O que fazer quando você tem interesse em relacionamentos amorosos se a maior parte das pessoas que você conhece são alossexuais e veem atração sexual e amor como coisas indistinguíveis?  Ou que consideram a frequência sexual parte importante de um relacionamento?

Sinceramente, eu não faço ideia.
Compartilhe:
CCDicas inglês João Paulo Albuquerque

Falar inglês é errar

17.8.18João Paulo Albuquerque

Eu fiz alguns anos de curso de Inglês (ainda não terminei) e algo que aprendi e que tento levar comigo como mantra é: "falar inglês é errar, é do erro que aprendemos". Isso também serve para outras coisas, mas com línguas é diferente, porque existe um nervosismo da pronúncia errada e das dúvidas com as palavras.
Compartilhe:
Amandla Stenberg CCFilmes CCResenhas

[Resenha] Mentes Sombrias, o filme

16.8.18Dana Martins

A Intrínseca convidou a gente para pré-estreia do filme Mentes Sombrias, inspirado no livro de mesmo nome, da auotra Alexandra Bracken. Eu não li o livro, mas eu sabia que o filme era protagonizado pela Amandla Stenberg e sobre... bem, um bando de jovens com superpoderes tendo que fugir. Eu preciso de algo além disso pra querer assistir?

Logo que o filme começou, veio uma paz e felicidade - eu adoro esse estilo de filme. Fazia tempo que eu não assistia algo meio YA meio distópico. E, dessa vez, eu não tinha lido o livro, então não ia nem ficar comparando e ver que podia ser melhor. Mais até do que isso, depois de já ter lido 9238239823 livros distópicos com jovens vivendo aventuras, eu ia poder me divertir com mais uma história sem ter que ler todo aquele drama outra vez!
Compartilhe:

Posts Populares

INSTAGRAM