Ariel Carvalho balanço 2016

Balanço de Leituras - Julho

11.8.16Isabelle Fernandes


E aí, povo? Em homenagem às Olimpíadas, a pergunta temática desse mês tem tudo a ver com a sensação do braseel::: a tocha olímpica HFUDHGUDFHUGDF.

Vem ver quais foram nossas últimas leituras e o livro tocha olímpica!!


ARIEL

Número de leituras: quase 10

Como foi o mês? foi um mês nostálgico: decidi reler todos os quadrinhos de Scott Pilgrim, e foi bem gostoso. 

Melhor leitura: Provavelmente Linha M. Foi até mais do que eu esperava, na verdade, e fiquei muito introspectiva e enrolei uma vida inteira para terminar de ler porque não queria que acabasse.

Pior leitura: Não tive

Demais leituras: Eu reli todos os Scott Pilgrim, como eu disse, e associei alguns personagens aos meus amigos, o que foi legal. Fica a dica para mim mesma no futuro: quando quiser reler alguma coisa, releia, porque você fica bem felizinha.

Peguei aleatoriamente uma graphic novel na biblioteca, Menina Infinito, e me surpreendi bastante com ela. Eu ria de gargalhar e doer a barriga, e o livro me fez companhia num final de semana bem monótono.

Também li Armadilha do Paraíso, que me fez ficar com vontade de ler mais livros de Star Wars.

Nessa última semana, peguei Coraline para ler em inglês, porque só tinha lido ele em português, e só queria dizer publicamente que amo o Neil Gaiman.

Livro tocha olímpica: Ok, escolhi um livro que, assim como a tocha olímpica, me trouxe sentimentos misturados e me fez querer repensar toda a minha vida: Scott Pilgrim v. 2, que toda vez que leio é um soco no estômago.

TAIANY

Número de leituras: 4 livros, 1 romance de banca e 4 releituras

Como foi o mês? Fraco por causa da Netflix que liberou todas as temporadas de Gilmore Girls, eu li um livro na primeira semana do mês e só conseguir pegar em algo para ler de novo só na ultima semana.

Melhor leitura: Lady Susan, da Jane Austen. Esse pequeno livro que não tem nem 100 páginas foi uma das melhores surpresas que eu poderia ter. Com uma personagem principal diferente de todas que Austen já nos apresentou, Lady Susan traz de forma nada sutil, alguns dos comportamentos da época. O que me surpreendeu nesse livro foi o fato de Jane escrever o que escreveu numa época em que mulheres não falavam dessa coisas, não que a autora já não estivesse falado sobre romances e ganância e etc, mas, eram tudo tão fugaz que as vezes um olhar desatenta não percebia, tínhamos que ler nas interlinhas. Com Lady Susan ao contrário, tudo é exposto de forma a não deixar dúvidas, a própria personagem faz questão de  exaltar seus casos e beleza e malicia. Definitivamente, essa é uma obra que precisa ser lida.

Pior leitura: Não teve.

Demais leituras: O Highlander mais desejado, da Maya Banks. Eu não queria ler esse livro, sabia que ia ter muito sofrimento, e deve, não ao vivo e a cores, mas para alguém com o mínimo de imaginação era o suficiente. Mesmo assim, que livro MARAVILHOSO, E LINDO, e que final!!!!

A arte de inventar o amor, da Kristan Higgins. Eu ri, eu me identifiquei, eu curti demais. E eu não via a hora de alguém dar um soca na cara do ex noivo. 

A geografia de nós dois, da Jennifer E. Smith. Essa é a pessoa que escreveu A probabilidade estatística do amor à primeira vista, e como boa apreciadora do livro, resolvi ler a segundo lançamento da autora, e não tenho nenhum arrependimento, a história além de ser fofa e fluir rápido, ainda mostra como a vida acontece independente da nossa vontade, e que as vezes   a gente tem que ir mesmo querendo ficar.

Livro tocha olímpica: Sabe aquele sentimento de assombro e maravilhamento que faz você ficar rindo à toa? Acho que as pessoas que carregaram a tocha olímpica estavam “CA-RA-CA OLHA O QUE EU TO FAZENDO!”. Bom, eu fiquei assim enquanto lia Lady Susan e sentia que algo surpreendente tinha caído nas minhas mãos. Obs: Não se enganem, essa não é uma história de amor, Lady Susan é um vaca egoísta e malvada, você não via gostar dela, mas, vai ser apaixonar mais pela Austen, se isso for possível.

EDUARDO

Número de leituras: 2 livros 1 HQ.

Como foi o mês? Confesso que esperava mais de mim mesmo. Desde fevereiro esperando por minhas férias pra ter mais tempo e quando ela chega eu leio DOIS livros. Porém, foram ótimos livros.

Melhor leitura: O Histórico Infame de Frankie Ladou-Banks de E. Lockhart. Esse livro é tão bom e tão maravilhoso que eu queria sair marcando o livro inteiro de tantas citações boas. Fazia um bom tempo que eu não encontrava um livro que eu lia um parágrafo e voltava pra reler e esse livro é um desses. Certamente um favorito.

Pior leitura: iZombie vol.1 - Morri Pro Mundo. Foi ruim porque eu amo a série e criei grandes expectativas pra essa HQ pra só depois descobrir que ela é beeem inferior à história da “adaptação” além de ser completamente diferente. Em breve tem post falando sobre as diferenças das duas.

Demais leituras: O Destino da Número Dez, de Pittacus Lore. Eu engoli esse livro! É maravilhoso. Certamente o melhor da série. Eu até passei a odiar um pouquinho menos o John.

Livro tocha olímpica - Aquele momento que tá tudo dando certo para o personagem até que você tropeça e cai: O Destino da Número Dez, porque passa o inicio do livro inteiro criando esse clima de que os planos vão todos darem errado, até que começa a dar tudo certo e parece a história vai acabar ali e vai dar tudo certo para os personagens... Até que uma coisinha acontece e parece que vai dar tudo errado.

JOÃO

Número de leituras: 2 livros completos e 1 incompleto, algumas HQs.

Como foi o mês? Foi ótimo???? Quando na minha vida que eu imaginei voltar a ler romances nesse ritmo? Tá, ainda tá bem devagar comparado com os tempos de outrora, MAS VEJO UMA EVOLUÇÃO AQUI.

Melhor leitura: Tem sido A História Secreta, que é basicamente o livro pelo qual sempre esperei na minha vida e :'))))) (tô fazendo um diário de leitura aqui).

Pior leitura: Como eu disse no mês passado, eu tô tentando acompanhar o Rebirth da DC (falhando consideravelmente, óbvio, porque mil HQs por semana), e a pior coisa que saiu foi de longe Liga da Justiça. Parece que uma criança escreveu, eu fico até triste. 

Demais leituras: Teve o resto do Rebirth em HQs, que tá sendo bem "exploração de território" por enquanto. Devo continuar nem metade do que comecei. Mas Batman: Eu Sou Gotham e Mulher-Maravilha: Ano Um tão SENSACIONAIS. 

Em livros, terminei Brooklyn (tem resenha aqui) e sinceramente acho que o filme mexeu mais comigo. Terminei também O Jogo Infinito, do James Dashner (autor de Maze Runner), que é uma bosta até chegar em um dos cliff hangers mais COVARDES e inesperados que eu já vi. Vou ler o próximo da série amaldiçoando o cara UAHUAUH.

Livro tocha olímpica: claramente vai ser o livro que me fez correr e suar e me cansar e achar que não ia dar conta, mas me deu o maior orgulhinho de ter terminado no final: Brooklyn. Tive mil problemas pessoais que atrapalharam a leitura e eu tinha que fazer a resenha e simplesmente não me conectava com algumas partes e AH. Só sei que no final a coisa toda andou e conseguir postar o texto no dia foi um momento sublime de vitórias.

ISABELLE

Número de leituras: 2 livros completos, 1 graphic novel e 1 livro incompleto

Como foi o mês? Fraco. Depois daquela maravilha que foi o mês passado, dessa vez eu desanimei legal e só queria saber de jogar HUGDFHIGHID

Melhor leitura: Sou incapaz de escolher.

Pior leitura: NÃO TEVE

Demais leituras: O Highlander Mais Desejado, de Maya Banks. O segundo livro dos Montgomery & Armstrong simplesmente MEU DEU UMA RASTEIRA, UMA BANDA, UMA VOADORA, TUDO O QUE TEM DIREITO NO MEU CORAÇÃO. FOI SOFRIDO, FOI TERRÍVEL, FOI LINDO, OBRA PRIMA DOS ROMANCES. 

Beijo de Sangue, de J.R.Ward. O SPIN-OFF DA IRMANDADE DA ADAGA NEGRA, CLARO QUE EU AMEI NÉ???? NOSSA AINDA TEVE UM MISTERIOZINHO, ALTAS TRETAS E FEMINISMO EM PAUTA RAPÁ.

Persépolis, de Marjane Sartrapi. Um jeito muito fofo, engraçado em alguns momentos e de dar dor no coração em outros de aprender mais sobre o Irã e como o país foi se transformando. Super recomendo.

Lírio Azul, Azul Lírio, da Maggie Stiefwater. Comecei a ler o terceiro livro da Saga dos Corvos e empaquei. Não consigo mais pegar nele, mas espero reverter isso esse mês.

Livro tocha olímpica - aquele que me fez ler correndo porque eu não conseguia parar: Beijo de Sangue, claro. O livro tem o quê, umas 400 páginas ou mais e terminei ele todo em quase um dia (só não foi em um porque precisei ser humana e ir comer, dormir etc HFUDHGUDHGD).

E você? Quais foram suas melhores e piores leituras do mês?

TAGS: , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

0 comentários

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *