Ariel Carvalho balanço 2016

Balanço de Leituras: Junho

9.7.16João Pedro Gomes


Balanço junino está no ar!!! Quase no meio de julho mesmo, mas festa junina é tão bom que a gente sempre acaba prolongando um mês a mais, né? UHAUAHU. Pra comemorar, as perguntas temáticas do mês tão trazendo o espírito junino pro CC também. Descubra aqui embaixo quais foram os livros viciantes como pipoca, simples e maravilhosos como bolo de fubá ou ruins de jogar na fogueira xD


TAIANY

Número de leituras: 8 leituras, 2 releituras e 5 releituras de romances de banca.

Como foi o mês?: Muito bom, até porque houve lançamento da série Irmandade da Adaga Negra e isso fez que tivesse bastante Ward nesse mês.

Melhor leitura: Por motivos de força maior terei que escolher dois livros completamente diferentes entre si, mas que não podiam deixar de estar nessa lista. Beijo de Sangue, da J. R. Ward. O primeiro livro dessa espécie de spin-off de Irmandade da Adaga Negra fez jus à série. Tirando uma ressalva quando a habilidade de luta da mocinha, o livro é tudo o que eu esperava. E O Último Adeus, da Cynthia Hand, que me fez questionar algumas coisas, pensar sobre empatia e trabalhar com muitos sentimentos conflitantes. Ao terminar a leitura eu só queria ficar em posição fetal e chorar, e que todos tivessem a oportunidade de lê-lo.

Pior leitura: Não teve.

Demais leituras: Meu Coração e Outros Buracos Negros, da  Jasmine Warga. Adorei. Apesar de romancear uma questão séria como o suicídio, o livro, ainda assim, consegue passar um alerta. O romance é fofo, e eu adoro romances, sou meio viciada neles.

O Pedido, da Meg Cabot. Esse foi uma espécie de extra liberado pela Amazon, e é o pedido de casamento do Jesse para a Suzanna. É para pirar e amar certo? EU DEVOREI!!!!

Os Delírios de Consumo de Becky Bloom, da Sophie Kinsella.  Super divertido, apesar de ter momentos que eu queria bater com a cabeça da Becky na parede. Ela claramente tinha um problema compulsivo que foi tratado como um comportamento padrão feminino, e isso foi ponto negativo na minha avaliação da autora. Mas, como a ideia da história era mostrar as desventuras de uma londrina sonhadora, ele cumpriu bem o  seu papel.

As Listas de Casamento de Becky Bloom, da Sophie Kinsella. Isso mesmo, você leu certo, listas. Não sei como a autora consegue resolver todas as maluquices da Becky e fazer com que no final dê tudo certo. Eu fico até as ultimas páginas achando algo dar certo será simplesmente impossível, mas não é que dá? E é até plausível.

O Chá de Bebê de Becky Bloom. Foi tão fofo, e o Luke (marido da Becky) teve maior participação na história. O livro ainda teve um momento de partir meu coração, amei.

Seduzida por um Guerreiro Escocês, da Maya Banks. Eu não queria ler esse livro por causa do segundo livro, apesar de curtir muito a Maya, ia abrir mão da leitura pelo fato de o próximo se extremamente pesado e que eu iria sofrer muito, mas , depois da Isabelle falar sem parar sobre, eu peguei-o para ler, e é PERFEITO! GRAÇAS A DEUS, E A ISABELLE EU LI, ESSA JOIA.

LIVRO PIPOCA - aquele que só deixou um gostinho de quero mais: Beijo de Sangue. Mas todos os livros de Irmandade da Adaga Negra fazem isso comigo, então nem acho estranho.

BOLO DE FUBÁ - tão simples, mas tão bom...:  Seduzida por um Guerreiro Escocês. Ahhhh, esses romances! Ainda gosto como há cinco anos atrás, são maravilhosos.


EDUARDO

Número de leituras: 2 livros.

Como foi o mês? Muito bom. Duas continuações de séries que mantiveram o bom nível dos seus livros anteriores.

Melhor leitura: Difícil de escolher entre as duas porque ambas, apesar de muito boas, tiveram seus problemas.

A Luva de Cobre, segundo volume da série Magistérium, da Holly Black e da Cassandra Clare: O primeiro livro tinha me surpreendido e eu não esperava menos desse segundo. Passe metade da história com raiva do personagem principal por ser burro e meio clichê, mas tive belas surpresas no final do livro. Resenha em breve.

Fração de Segundo, da Kasie West: Eu não tinha percebido o quanto tinha gostado do primeiro livro até o segundo ter chegado aqui em casa e eu sentir uma vontade enorme de largar o que eu tava lendo pra ler ele. Muito bom ver Addie novamente e melhor ainda descobrir mais sobre o mundo que ela vive. Resenha em breve.

Pior leitura: não teve.

QUEIMA NA FOGUEIRA - um personagem ou livro que deu vontade de tacar no fogo: Callum de A Luva de Cobre, porque deu uma de “famoso-mocinho-que-tem-um-segredo-e-não-conta-pra-seus-melhores-amigos”. PARA! Foi bem chato e metade do tempo eu torcia para algo ruim acontecer com ele porque ele não contava o maldito segredo!



ARIEL

Número de leituras: 8 livros, contando com os que comecei e ainda não terminei, e as duas releituras.

Como foi o mês?: Foi bom, apesar de ter muitas leituras para o TCC :c

Melhor leitura: O "Hamiltome", o livro sobre o musical Hamilton. Achei ele muito fácil e muito gostoso de ler, principalmente enquanto ouvia as músicas.

Pior leitura: A Libertação da Bela, Anne Rice. Eu estava gostando muito da trilogia, mas chegou esse livro e eu não consegui entender como ela mudou o rumo da história e me fez odiar tudo.

Demais leituras: Alguns pro TCC; Tá Todo Mundo Mal, da Jout Jout; Franny & Zooey, do Salinger; 50 Sonetos de Shakespeare.

LIVRO PAU-DE-SEBO -  lia, lia e não saía do lugar: Caçadores de Bruxa, do Raphael Draccon. Comecei a ler porque todos me indicavam muito a leitura, criei uma expectativa alta demais, me decepcionei e decidi parar.

BOLO DE FUBÁ - tão simples, mas tão bom...: Decidi reler os livros do J.D. Salinger, e a simplicidade de Carpinteiros, Levantem Bem Alto a Cumeeira & Seymour, Uma Apresentação sempre me surpreende da forma mais positiva. O Salinger é muito simples, mas muito real. É lindo.



JOÃO

Número de leituras: 1 livro terminado, 1 começado e umas HQs.

Como foi o mês?: foi apenas maravilhoso porque EU TERMINEI ORGULHO E PRECONCEITO DEPOIS DE MESES E MAL CONSIGO ME CONTER DE ALEGRIA (e isso significou um retorno aos romances também, acabei pegando um logo depois desse. Era o que eu mais do que queria depois de um ano só nas HQs)

Melhor leitura: Orgulho e Preconceito, Jane Austen. Uma vida de lutas com esse livro, e quando acabei foi quase uma experiência de ascensão espiritual. Nem tinha percebido o quanto as personagens já faziam parte da minha rotina, e fiquei na mesa da biblioteca uns bons minutos depois de terminar, sem saber o que fazer com a vida.

Pior leitura: eu li algumas HQs da DC por causa do Rebirth (deve sair post em breve), e acho que a mais FUÉM foi Wonder Woman #1.


Demais leituras: Teve mais HQs do Rebirth, que foram bem boas no geral. E eu comecei a ler Brooklyn, do Colm Tóibín, por causa do filme, e tem sido tão maravilhoso quanto. Resenha em breve.

AH. The Legend of Wonder Woman!!! Essa HQ é tão simples e brilhante, balanceia tantos elementos confusos da personagem de um jeito coerente e tem um gostinho tão Disney nos desenhos e tom da história que entrou pros favoritos.

LIVRO PAÇOCA DE ROLHA - tentei ler de uma vez só, entalou: vai ser Orgulho e Preconceito também HAHUHUA No começo do mês eu não estava aguentando mais demorar tanto numa leitura só e tentei forçar um monte de página. Acabou ficando lá parado uns bons dias depois :P Dica pro João do futuro: lê no seu ritmo que a hora de ler freneticamente vai surgir na hora certa xD



BELLS












Número de leituras: 6 livros completos!!!

Como foi o mês?: MARAVILHOSO. Só teve livro bom, empolgante e superei a minha média de quatro por mês HGUIFHGIUDFHGID.

Melhor leitura: Seduzida por um Guerreiro Escocês, de Maya Banks. ETA LIVRO LINDO E INCRÍVEL!!! Eu fiquei totalmente apaixonada, maravilhada e só sabia gritar HUHIGHDFGIHDIGHD vai ter resenha em breve

Pior leitura: A Coroa, de Kiera Cass. Não por ter sido ruim, mas por ter um final não muito desenvolvido. Era pra ter saído mais um livro ou ter simplificado mais as coisas, porque do jeito que ficou não deu muito certo xD

Demais leituras: Ladrões de Sonhos, de Maggie Stiefvater. Nessa continuação de Os Garotos Corvos, as paradas ficam mais tensas e mais doidas e FINALMENTE O SHIPP SE ENCAMINHA. Mas não foi o suficiente pra mim q

O Conde Enfeitiçado, de Julia Quinn. O MEU LIVRO FAVORITO DOS BRIDGERTONS, COM CERTEZA!!! MUITA SOFRÊNCIA, DIFICULDADES E ENFIM O FINAL FELIZZZZ

O Último Adeus, de Cynthia Hand. É como eu disse na resenha: foi difícil, mas foi muito bom. Não recomendo pra quem esteja muito sensibilizado com o tema suicídio q

Redenção Pelo Amor, de Nana Pauvolih. O fim da trilogia Redenção, E QUE FINAL. Antônio é o meu favoritão toda vida e essa trama de novela mexicana? SENSACIONAL.

Livro Quentão - ardeu no fundo da alma, mas valeu a pena: O Último Adeus, sem nem hesitar. Eu sofri pra caramba, chorei horrores mas foi tão lindo, sabe.

Livro Pipoca - aquele que só deixou com um gostinho de quero mais: acho que quase todos, né HGUHGIDFHGIFDHGID mas seguindo a lógica da coisa, escolho A Coroa because of reasons.

Bolo de fubá - tão simples, mas tão bom...: O Conde Enfeitiçado. Ele não tem nada demais, se passa na Inglaterra vitoriana, os personagens são pessoas comuns,  mas é tãooooo lindo.


E aí, como foi o seu mês? Conta aqui nos comentários!

TAGS: , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

0 comentários

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *