CCAnálise CCFilmes

Laura Kinney É TÃO PODEROSA EU PRECISO DE MAIS MULHERES ASSIM

28.3.17Dana Martins


Eu fui assistir Logan só porque eu soube que a Laura Kinney (X-23) ia aparecer. Apesar de eu não ser muito familiar com a personagem, eu sei que ela tem os mesmos poderes que o Wolverine e até recentemente substituiu o Logan como Wolverine nos quadrinhos (tipo como fizeram com a Thor). Então eu tava tipo: mais um filme de Wolverine sendo machão não aguento, mas vamos ver que que isso. E... eu não fazia ideia. 

Eu sabia que ia gostar da garotinha que faz a Laura Kinney, porque não é difícil gostar de uma garotinha com super-poderes. MAS EU NÃO SABIA QUE IA GOSTAR ASSIM.

bonus: FIVE ESSENTIAL LAURA KINNEY STORIES

Não sei explicar o quão bom foi assistir essa garotinha poderosa. Ela é poderosa. Ela é forte, ágil, indestrutível e voraz. Ela é como um pequeno hulk com garras, ela devasta tudo como uma tempestade, um tornado. Existe um tipo de força naquela garotinha que parece que ela vai passar por cima de tudo e destruir o mundo com as próprias mãos se quiser. É ainda mais interessante que eles conseguiram fazer o filme de uma forma que o Logan não aparece como uma versão melhorada dela, um paralelo onde a mulher não pode alcançar, mas o futuro dela - talvez a Laura se torne até melhor do que ele!!! Você vê o quão poderosa ela é e é só uma criança.

E isso é poderoso. Foi poderoso pra mim. Eu saí do cinema mais poderosa e forte de alguma forma.

É como se eu pudesse lutar com qualquer um e passar por qualquer coisa - é um tipo de poder que eu não tinha sentido antes - e acho que isso é consequência de uma boa representatividade.

Talvez isso até seja algo específico meu - porque a Laura é alguém que me representa especificamente, principalmente se eu fosse lutar. Ficar fazendo ballet no ar o caralho, ficar com poderzinho de longe o caralho, o meu tipo (eu) de superheroi é aquele que pega pela gola e enfia a porrada na mão mesmo. Sei disso porque é assim que eu luto na vida real e porque é sempre esse estilo que eu me dou melhor em videogame. HUAHUAHAUH Mas se eu tivesse a opção de jogar no estilo da Laura eu me daria 1000x melhor que jogando com Viúva Negra ou Feiticeira Escarlate, porque esse é o meu estilo. 



Viúva Negra, Feiticeira Escarlate e Mulher Maravilha são incríveis, ok? Elas são importantes, não é nada sobre um tipo de mulher ser melhor que o outro. Isso é sobre mulheres serem diferentes e dificilmente a gente ter a chance de ver mulheres com personalidade, estilos (até de combate) e histórias que sejam diferentes. 

A Laura Kinney é um tipo de personagem raro, ainda mais pra mulher - se permitir ser forte dessa forma, meio selvagem e só cair na porrada com tudo, do modo que o Wolverine sempre fez.

Mulher tem que sempre ser bonita, aparecer como uma espécie de deusa, encantada, mística, ou delicada; Mulher até mesmo super-heroína é forçada a "se comportar", a ter "modos", a ser "graciosa". Mulher pode até aparecer na equipe, yey, mas não pode ser muito ousada nem teimosa nem "muito" nada. 

Acho que ajuda o fato de por ela ser criança não poderem sexualizar ela hahaha mas me deixa apreciar o meu momento e amar essa garotinha revoltada que responde tentando enfiar a porrada, anda usando jaquetas e botas, mas uma camisa de arco-íris e óculos rosas, e é atenciosa e determinada e esperta, mas forte e capaz pra caralho.



O ponto é que foi uma surpresa linda encontrar essa personagem - foi empoderador no sentido literal da palavra, me deixou mais poderosa, me deu mais poder sobre mim mesma. E através dela eu cheguei a me sentir mais representada até mesmo pelo próprio Wolverine. Porque o filme também fala muito de representatividade - de ter uma referência - ele é alguém ali pra ser uma inspiração pra ela de quem ela pode ser, de quem ela é. Então quando o Wolverine cai na porrada eu tô CARALHO SOU EEEEU. Porque pelo menos uma vez nesse mundo de super-heróis, a Laura é alguém que pode chegar lá. Ela não é ajudante, ela não é espiã, ela não é a enfermeira ou tão poderosa que fica sentada no carro, ela é o Wolverine - e o Wolverine é capaz de coisa pra caralho. Laura Kinney pode enfrentar o Hulk, se quiser, e isso é extraordinário.

Aqui uma lista das outras mulheres que eu vi no cinema que podem fazer isso:

A Mulher Maravilha está pra chegar aí, graças a deus


E QUANDO EU ME DEI CONTA DE QUE É LATINA? NÃO FIQUEI TRISTE NEM POR ELA FALAR ESPANHOL ATÉ PORQUE TUDO DE ESPANHOL QUE ELA FALA ALI É TÃO IGUAL AO PORTUGUÊS QUE DÁ PRA ENTENDER

UMA SUPERHEROINA IGUAL A MIM E LATINA COMO PROTAGONISTA EM UM FILME EU TÔ MORTAAA

e o momento no final quando tem um monte de crianças indefesas mas ela é a única que escapa e vai lutar contra também? TEM NOÇÃO DO QUANTO ISSO É RARO PRA MULHER? SER A PESSOA INDEPENDENTE, QUE ESCAPA, QUE VAI LUTAR E É PODEROSA O BASTANTE PRA SALVAR O DIA? PORRAAAA

Acho que a Laura ser criança só potencializa porque SE CRIANÇA ELA É ASSIM IMAGINA ADULTA ELA VAI SER- ELA VAI SER-

ALGUÉM IGUAL AO WOLVERINE CAPAZ DE SE SUSTENTAR POR 7373U372727W7W8282828282882733 FILMES

PROTAGONIZANDO

E eu tô compartilhando isso porque esse é sempre, sempre essa a razão da representatividade. Não é política, não é uma lista de regras, não é medalhinha, não é certo vs. errado ou discussão de Internet. É sobre pessoas reais aqui fora sentindo que podem ir mais longe por causa de um personagem. É essa sensação de poder. É o nosso ~espírito~ validado.

Nenhuma discussão de representatividade pode passar acima das pessoas para quem a representatividade é importante. Tem que entender que esse é o objetivo, essa é a razão por trás de todas as discussões: Chegar em um mundo onde um monte de gente tem sua existência ignorada e oprimida e dizer "eu vejo você, você é importante, você existe, você tem o poder de conquistar o que quer e ser você mesmo." O poder da representatividade existe em como ela faz a pessoa se sentir - e isso a gente não pode definir pelos outros. 

Então é importante não deixar a discussão se perder em teoria, tem que lembrar desses momentos, de nós mesmos, dos personagens e histórias que nos transformam e empoderam.

Leia meus outros posts sobre Logan:

Logan e a consciência sobre o impacto das histórias


13 pensamentos depois de assistir Logan





minha newsletter!!! yeeey

TAGS: , , , , , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

0 comentários

Posts Populares

INSTAGRAM