CCAnálise CCfanfiction

Especial Fanfic: Qual sua importância ?

29.3.17Taiany Araújo


Eu não acredito que as fanfics sejam uma invenção da atualidade, mas é inegável que o surgimento da internet e sua subsequente expansão trouxeram à luz essa forma de expressão artística e cultural. Entretanto, antes do desejo de saber de sua origem, o que geralmente instiga as pessoas é sua relevância. Quase como uma chamada do Globo Repórter.

Quem são? Onde vivem? O que comem? Sexta no globo Repórter.


De maneira geral, fanfics são conhecidas como uma escrita de fãs para fãs, na qual os fãs autores buscam suas inspirações em livros, filmes, artistas entre outros em suas narrativas a fim de criar seus próprios textos, cujo limite é a imaginação do autor. Nessa perspectiva, indagações como, “o que aconteceu depois?”, “o que aconteceu no meio tempo?”, “o que teria acontecido?” e “como ‘realmente’ aconteceu?” parecem ser a reposta para o porquê das fanfics existirem, mas para mim, isso é só a ponta do iceberg. Particularmente, não gosto de simplificar as fanfics como algo derivado de outro, pois ao longo da sua “criação” as histórias vão ganhando vida própria, e por vezes, enredos que se sustentam sozinhos. Ou seja, muito mais justo talvez serem reconhecidas como uma spin off, ou algo além que ainda não conseguimos classificar, do que a mera reconfiguração de algo existente. 

E porque eu dei essa volta toda para falar sobre a importância das fanfics? Porque para mim, uma das suas maiores significâncias é dar voz, o que inverte totalmente o princípio dela ser o eco de voz de outras pessoas. Pra mim, a fanfic possibilita aquele autor que a está escrevendo uma voz que talvez ele nem soubesse ter. Além disso, nessa vertente literária há uma liberdade gigantesca de criação, pois muitas das coisas que estão por trás de outras obras literárias não se encontram aqui. A estrutura das fanfics se dá numa relação autor e leitores, ou ainda, emissor e receptor. Assim, muitos dos padrões, restrições, regras e etc dizem mais respeito ao que o emissor que passar do que uma norma que ele deve seguir. Ou seja, talvez as fanfics sejam importantes porque elas possuem essa liberdade para ser diversa, para mostrar 5874596214789 pontos de vistas de uma mesma história, para darem voz a qualquer pessoa e qualquer coisa que ela queira ser. Fico pensando que esse deveria ser o papel de qualquer forma de literatura, qualquer forma de arte, mas, ao que parece, são as fanfics que estão mostrando que isso é possível.


Aqui eu volto a bater na tecla de que não acredito que as fanfics tenham nascido com a internet, contudo, a internet nos possibilita criar e propagar de uma maneira que nunca antes alcançou tanta gente, de forma tão rápida e em proporções tão gigantescas. Acredito que a internet ainda não alcance a todos, mas ela expande muito mais minha voz do que se eu ficasse gritando do meu quarto. E é isso que ela faz em relação as fanfics, ela tira histórias da gaveta e permite que pessoas do mundo inteiro leiam, sem custos e nem nada. E não só leiam, a internet permite troca de informações virtuais. Então não importa se aquela narrativa (fanfic) não exista, se são personagens criados por um autor ou se são pessoas do mundo real. O que importa é que a narrativa pode ter diversos caminhos, agregar, juntar pessoas aparentemente diferentes num mesmo espaço e mostra-las que elas não estão sozinhas. FAZER AMIGOS.


Além disso tudo, escrever fanfics é um exercício, quase uma aula, pois, além da prática de escrita, não dá muito para ser um escritor se você não escreve, ela permite que o autor fã consiga trabalhar sua história de uma maneira “segura”. Geralmente não há uma preocupação com a criação básica dos personagens ou do ambiente, o autor pode se dedicar a outras coisas: descrições, desenvolvimento, enredo, entre outros. E mesmo que opte por mudar algum elemento da história, até mesmo os personagens, há algo de intacto naquele ambiente, há uma base. É como se você não tivesse sozinho no barco, há um autor por trás te ajudando a remar, e quando você vê, fazer viagens sozinho não é mais tão assustador. Talvez sempre haja um frio na barriga, mas você já sabe que pode.

No fim das contas, mesmo que em um primeiro olhar as fanfics pareçam brincadeira de adolescente, elas são na verdade um processo constante de atividade artística e criativa que utilizam-se da narrativa para criar mundos, mudar mundos, discutir padrões etc etc etc. Ouso dizer que poucas outras ferramentas de contar histórias exijam tanta participação do leitor, porque aqui o leitor não é mero espectador da obra, ele é a rede de infinitas possibilidades dela, e é ele alguém que também pode conta-la.

Depois disso tudo, não sei se a importância das fanfics podem ser explicada com uma frase ou conceito, há sob essa coisa aparentemente tão simples implicações pessoais e sociais que nos tira de um posicionamento neutro e nos coloca num lugar de questionamento e discussão,  seja como leitores de fanfics, seja como autores das mesmas.


TAGS: , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

0 comentários

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *