CCdiscussão CCSociedade

Por que é que a gente não luta pelo humanismo?

7.6.16Dana Martins


Isso é aquela frase comum quando se fala de feminismo ou racismo, "eu luto pelo ser humano!" ou "nós somos todos iguais". Eu demorei a entender por que isso não faz sentido, e vou tentar dividir aqui o que eu aprendi. 

A questão é assim: feminismo, o Dia da Consciência Negra, Orgulho LGBTA+... todos eles são, sim, uma questão relativa a ser humano e que lutam pela igualdade de todos. A questão é que nós não somos iguais.


Isso mesmo, nós não somos iguais e nem somos tratados iguais. caramba!!!!

O feminismo é um movimento que luta pela igualdade, porque são as mulheres que não são tratadas de maneira igual. Homens enfrentam problemas? Definitivamente. Mas existe um monte de problema no mundo, tipo mudança climática e epidemias e homofobia, mas o feminismo é o espaço para buscar a igualdade na questão de gênero - e quem sofre com a desigualdade aqui é a mulher. 

O mesmo serve pra os outros. Gente branca tem problema? É óbvio. Mas não muda o fato de que existem problemas particulares de desigualdade por causa da cor de pele ou etnia de alguém, e nós precisamos de movimentos que cuidam dessas causas específicas. 

Quando a gente fala "black lives matter" (vida de pessoas negras importa), não significa "só essas vidas importam", significa que ATUALMENTE por várias razões a vida das pessoas negras é tratada com menos valor, ao ponto de que as pessoas precisam afirmar que: sim, a vida deles importa! A gente precisa começar a prestar atenção e valorizar a vida deles também

Uma metáfora pra entender isso é uma pista de corrida. Sabe quando na hora da largada tá um do lado do outro? No mundo real, não é assim. 

Se você é mulher, você começa a corrida atrás do homem.

Se você é negro, tá atrás do branco.

Se você é da comunidade LGBT+, tá atrás do hétero cis. 

Quanto mais você pertence a esses grupos (tipo se você é uma mulher negra trans*), mais atrás você começa.

Então não é que se você tá lá na frente na largada você não enfrente problemas, não é nem que você não tenha que se esforçar muito pra correr também. É só que por causa da nossa cultura você recebe o privilégio de começar lá na frente. Aí quando eu digo que eu quero lutar pelo feminismo, o que eu tô dizendo é que eu quero transformar a cultura/estrutura social pra mulher poder começar lado a lado com o homem. 

Se você fala que é "humanista" você só tá ignorando que esses grupos passam por problemas específicos e, basicamente, não dando a mínima pra vida deles. Então nem "humanista" de verdade você tá sendo. 

Indico ler essa outra metáfora que compara isso com um jogo de videogame, leia aqui.

TAGS: , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

0 comentários

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *