balanço 2016 Carol Cardozo

Balanço de Leituras: Maio

6.6.16João Pedro Gomes


Maio foi o mês do orgulho nerd e, como não poderia ser diferente, vamos comemorar com a pergunta temática do balanço de maio! Continue lendo aqui embaixo pra descobrir qual foi o momento de cada um extravasar sua nerdice. E, claro, pegar nossas dicas de leituras nos melhores do mês :)


>>> EDUARDO

Número de Leituras: 1 livro, 1 HQ.

Como foi o mês? Sei lá mil tretas. Apesar de maio ter tido 45 dias, eu não aproveitei esse tempo extra pra nada q. Sonhando com o dia que, em um balanço, vou falar que tô com tempo de sobra.

Melhor leitura: Jovens de Elite, da Marie Lu. Muito bom, diferente de todas as minhas expectativas. Mal posso esperar pela continuação.

Pior leitura: -

Demais leituras: Miss Marvel: Nada Normal. Super divertido e muito muito bom. LEIAM!

Momento nerd-out no mês: Definitivamente eu falando sobre Jovens de Elite pras pessoas. Mesmo sem tempo para parar e ficar conversando sobre um livro eu arrumava um tempinho pra tentar convencer todo mundo a ler o livro. Sem falar que eu dei uma de stalker no pinterest da Marie Lu e nos tumblr da vida atrás de imagens desse livro. Fazia um bom tempo que eu não me empolgava tanto com um livro.


>>> TAIANY

Como foi o mês? Estranho. Nas duas primeiras semanas do mês eu não consegui ler nada, só sabia ouvir música e ver série, e mesmo nas duas últimas semanas eu tava me arrastando. De onde apareceram 5 leituras inéditas? Quando eu li esses livros? Será que eu entrei num vórtex temporal? Essas são perguntas que acho que nunca terei as respostas.

Melhor leitura: O Oráculo Perdido, primeiro livro da série As provações de Apolo, do Rick Riodan. QUE LIVRO MARAVILHOSO FOI ESSE? Senti como se o titio Rick estivesse resgatando sua escrita lá de O ladrão de raios. Tem referências a mil, shipps para dar e vender, tem representatividade, tem mitologia, tem aventura, tem amorzinho, tem tudo, minha gente.  Ao terminar de ler esse livro, eu só pensava que esse homem deve ter alguma descendência brasileira, porque definitivamente a zueira tá no sangue dele. AMEI? AMEI.


Pior leitura: A coroa, da Kiera Cass. Eu nunca imaginei falar isso, mas, acho que a autora devia ter escrito mais um livro. Eu gosto da personagem principal, gostei do final, gosto da história, só que os personagens podiam ter sido mais aprofundados, principalmente os concorrentes à mão da princesa que ainda estavam na disputa. Parece que foi tudo tão corrido que o desfecho chegou sem nem percebermos. Uma hora as coisas finalmente estavam acontecendo e, na hora seguinte, o livro tinha acabado. Terminei sem saber se tinha gostado ou não, e ainda estou com a sensação que faltava algo mais.

Demais leituras: O melhor das comédias da Vida Privada, do Luis Fernando Veríssimo. Sabe aquele livro para você ler em filas, transportes públicos ou em qualquer outro lugar que exija uma leitura rápida? Bom, as crônicas do Veríssimo servem para isso, para passar o tempo, e para nos fazer rir das situações da vida (as boas e as nem tão boas assim).

Tá todo mundo mal, da Jout Jout. Esse livro, ai, esse livro! Rápido e fácil de ler, ele mostra que não estamos sozinhos nas nossas crises, mesmo as mais absurdas. Enquanto eu lia, me identificava com algumas situações vividas por essa moça de Niterói, e dava graças a Deus por não ter passado por outras.

Não entre em pânico, primeiro livro de O guia do mochileiro das Galáxias, do Douglas Adams. Se eu pudesse voltar no tempo, iria falar para a Taiany de 15 anos parar de bobeira e dar uma chance para esse livro que ela vai amar. Assim como ela deu uma chance para os romances e hoje ela tá ai sendo maluca por eles, o mesmo pode acontecer com os Sci-fi. Mas, enquanto eu não posso voltar no tempo e dar uma puxão na minha própria orelha, a Taiany de 24 anos vai descobrindo e se apaixonando por esse gênero literário que ela já renegou por anos .

Momento nerd-out no mês: Há tantos, eu fico meio louca quando leio. Tem pessoas que que surpreendem quando choram com um livro, eu me surpreendo quando isso não acontece comigo. Sério, é raro. Não sei se uso a literatura como uma forma de escape para a minha vida, mas, me empolgo tanto com esse mundo que minha fangirlagem dispara com toda força. Dito isso, não vou escolher um livro, e sim uma situação que definitivamente foi nerd-out. Estávamos eu, Bells, Carol e uma outra amiga nossa (Fernanda), talvez outro amigo estivesse também, não lembro, dando umas voltas nas Saraivas da vida, quando nos deparamos com os livros da série Irmandade da Adaga Negra e alguém pergunta qual a ordem dos livros. Eu e a Bells demos uma leve (não tão leve assim) surtada e começamos a falar sem pausa nem para respirar o nome dos livros na ordem de publicação juntamente com o nome do casal protagonista. Quando a gente acabou (na época acho que já tinham 11 livros publicados) as pessoas que estavam a nossa volta nos olhavam de maneira chocada.

>>> CAROL

Número de leituras: 1 livro, 1 releitura

Como foi o mês? Meh. Pelo menos li alguma coisa.

Melhor leitura: O Oráculo Perdido, primeiro livro da série As provações de Apolo, do Rick Riodan. Como sempre (pelo menos depois da minha vida de proletária assalariada), eu saí correndo pra comprar o livro do Riordan assim que lançou. Olha, não me arrependi. AS REFERÊNCIAS, TANTAS QUE CAPITÃO AMÉRICA TERIA UM TROÇO. Tretas, plot twists, os shipps, nossa, amei amei amei demaaaais.

Pior leitura: Não teve.

Demais leituras: A Espada do Verão, também do Rick Riordan, mas dessa vez foi da saga de mitologia nórdica. Acabou que esse mês foi “o mês do Rick Riordan” sem perceber xD

Momento nerd-out no mês: COM AS PROVAÇÕES DE APOLO EU SURTEI DEMAIS COM (E AÍ VÃO SPOILERS, PULA MAIS PRA BAIXO SE VOCÊ NÃO QUISER LER):::::::::::::::::::::: tem uma semideusa filha de Apolo que tem dois pais!! Apolo deixa bem claro que pega homens e mulheres e que isso é tão comum, que ele não entendem porque os humanos fazem um big deal com isso. Solangelo, melhor shipp da vida! E Apolo falando que uma vez encontrou um deus nórdico que era absolutamente lindo mas a espada dele não calava a boca, NEM BERREI.

>>> BELLS

Número de leituras: 3 completas, 1 releitura, 1 incompleto.

Como foi o mês: Bom e triste ao mesmo tempo. Enquanto eu tinha livros empolgantes eu tava feliz, aí terminei todos, a biblioteca entrou em obras e tive que recorrer às releituras HFUSHFUSDHFUDS

Melhor leitura: Eu sei que é releitura, mas FODA-SE!!! A HOSPEDEIRA SEMPRE SERÁ MINHA MELHOR LEITURA!! Eu fico muito triste em ver as pessoas sendo preconceituosas com ele só porque foi escrito pela Stephenie Meyer, mas também penso: HÁ, OTÁRIAS. NÃO SABEM O QUE ESTÃO PERDENDO HUFIDIDFHGIDFHGIFGD. APENAS LEIAM

Pior leitura: Mar de rosas, da Nora Roberts. Peguei ele por falta de opção naquela biblioteca tumultuada pela reforma, e também porque quero terminar a série. Mas olha, que suplício. Os personagens tem atitudes exageradas e sem pé nem cabeça, o plot é inexistente, jesus. O que salva são os diálogos e as cenas românticas.

Demais leituras: A Rebelde do Deserto, de Alwyn Hamilton. Só não ficou na melhor leitura por causa do outro livro, porque senão...história incrível gente, vale totalmente apena.

Para Sir Phillip, Com Amor, de Julia Quinn. ISSO SIM QUE É ROMANCE BOM!!! Personagens bem desenolvidos, tretas e muuuuitas cenas fofas (e não necessariamente românticas). Julia enaltece todos os tipos de amor <3

Ladrões de Sonhos, de Maggie Stiefvater. Comecei a ler no último dia do mês e terminei esses dias, e nossa. Nossa. Mas não sei. Mas nossa. Não sei lidar HUGHDGHDFGIHDFIGHD

Momento nerd-out do mês: Pensei, pensei e o mais próximo disso foi com Os Legados de Lorien. Acabei o livro e já fui correndo atrás dos próximos no skoob, tomei spoiler na cara lendo sinopses, tentei pegar emprestado, um desespero só HUGDHFGIDHFGIHIGDH


>>> JOÃO

Número de leituras: 1 livro, uns 6 quadrinhos.

Como foi o mês?: Foi ótimo porque, além de ter lido só coisas legais, FINALMENTE terminei um livro que tava há mais de um ano encalhado e foi libertador :')

Melhor leitura: Vou colocar o tal livro, não porque foi o melhor - o começo é um porre e é super-repetitivo -, mas porque servirá como ponte entre o João que nunca mais leu romances e uma fase nova e próspera de leituras (espero): A Casa de Hades, do Rick Riordan.

Pior leitura: Não desgostei de nada, eu acho, mas vou colocar Wonder Woman: Mission's End, último encadernado da fase da Mulher-Maravilha que eu tava lendo. Tentou ser grandiloquente demais e não conseguiu :P

Demais leituras: Wonder Woman: Land of the Dead, encadernado anterior a esse aqui de cima. Bem razoável e God-of-warzístico, arte bacana.

Mulher-Maravilha: Sangue, dos novos 52, que saiu agora pela Panini. Eu reli e, incrivelmente, foi melhor que da primeira vez. Se você curte mitologia grega, LEIA.

Batman: A Noite das Corujas, também releitura, E TAMBÉM MELHOR QUE DA PRIMEIRA VEZ!!!!

Batman: A Morte da Família. Bastante bem escrita e visualmente impecável, só me incomodou a história crescer e crescer e riscos iminentes e MEU DEUS TODO MUNDO VAI MORRER E.......... não ter consequências no final.

DC Universe: Rebirth #1. Especial de recomeço do novo Universo DC e JÁ COMEÇOU BEM. *ANSIOSO*

Momento nerd-out no mês: Li umas edições perdidas de All-New X-Men, e COM CERTEZA foi ficar tentando entender e posterioNgrmente surtar com as linhas temporais da história e como uma afeta a outra UHAUAHAUUAU Não dá pra ficar mais nerd que isso. 


E aí, como foi o seu mês? A gente quer saber!!

TAGS: , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

0 comentários

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *