Brasil CCdiscussão

ENEM: tá na moda, você fez?

4.1.14Igraínne


OI, CRIANÇAS. Esses dias eu estava meio revolts nas internéts quando é que eu não tô? e então resolvi interagir num determinado grupo do facebook referente ao vestibular onde vários estudantes conversavam e debatiam, ansiosos, a respeito do tão esperado resultado do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). Para ser sincera, eu já queria escrever esse post há muito tempo. Mas me faltaram oportunidades, especialmente por que eu não sabia como tratar um assunto tão pouco... cult?

Mas enfim, é aí que chegamos à tão abalada questão. O CC é um blog de cultura pop, então, em tese, não deveria tratar assuntos de caráter público. Aliás, quem leria um post sobre isso? Afinal de contas, o leitor do ConversaCult não quer saber sobre matemática, física, política, educação ou notas do enem. Ele vem pra cá para fugir disso. Não?

Acontece que eu sempre vi o CC como um espaço no qual eu podia gritar e espalhar a minha opinião, mesmo que ela seja absurda, alvo de retaliações ou sei lá mais o quê. A questão é que, diante de tal debate interno com a minha cabecinha, onde eu decidia se escreveria esse post ou não*, eu me deparei com uma questão óbvia que até então não tinha brotado. Que questão é essa? Queridos, é simples, o Enem tá na moda. Todo ano, desde 2009, vemos notícias ridicularizando o exame, pessoas fazendo piadas sobre os atrasados, fazendo FESTA como se a coisa toda fosse uma corrida, literalmente. Não está convencido? Favor assistir o vídeo abaixo.
*o mesmo tipo de debate que rondou minha cabeça quando falei de estupro social e religião.


Entenda, eu não acho que o Enem seja um exemplo de vestibular. Mas COM CERTEZA ele continuará ruim se todos o considerarem uma piada irreversível. Eu mesma, que estou tentando mudar de curso há três anos, já fiz a prova 4 vezes, e acredito que a ideia do MEC seja ótima. Um exame nacional, um exame único, ideologicamente sem furos, para classificar de modo unitário os estudantes do país. No entanto, a ideia é impraticável quando se trata de Brasil. Os problemas são muitos, a começar pelo número suicida de questões, a correção louca da redação, além do óbvio fator de que não dá pra aplicar uma prova única se a educação, por mais que seja ruim, ainda apresenta desníveis em todo o território nacional. Ou você acha que o cara da escola pública do Acre é o mesmo da escola pública de São Paulo?*
*a mesma comparação poderia ser feita com o ensino privado.

Além disso, o Enem serve como certificado de conclusão do ensino médio. Que tipo de jovens estamos formando? Que tipo de pessoas estamos preparando para o mercado de trabalho, mesmo que para o mercado não qualificado, o mais informal possível? O exame NÃO equivale ao ensino médio, o fato de ele fornecer um tipo de "diploma" não esconde o buraco que temos na educação. Nem de longe. E sem dúvida alguma, toda essa demora com a divulgação das notas não ameniza nada. O povo não vai deixar de processar, mesmo que inutilmente, só porque a nota só pôde ser vista dois dias ou um dia antes da abertura do SiSu. Não ficamos mais cegos porque esperamos mais. Na verdade a matemática sugere o contrário: quanto mais esperamos, mais pensamos.


"Ah, tá vendo? Com tantos problemas, as pessoas tem mesmo é que fazer piada". Não. Sabe por quê? Porque a maior parte das pessoas que faz piada é justamente a parte que depende dele para entrar em uma universidade. O MEC pode achar que estudante é idiota, ou você pode achar que o sistema pensa dessa forma. Mas você não precisa se vestir de palhaço só por isso. Só essa semana o nível de posts no tal grupo do qual faço parte bateu o recorde. Não sei quantas pessoas "simularam" que o resultado já tinha saído, por simples diversão. E na verdade o que é preocupante não é isso, entendam. Até porque cada um faz piada do que quer (eu ainda não aprovo, mas ok). O problema é darem tanta atenção a esse tipo de atitude. Esses posts, geralmente, tinham cerca de 200 comentários, tirando as curtidas, que eram incontáveis. Os posts referentes a dúvidas de vestibulandos, ou ainda aqueles que apoiavam colegas ansiosos (quando havia), no entanto, tinham dois comentários no máximo.

Tá na moda fazer piada do enem. O exame é banalizado, o que me faz questionar o que mais é banalizado pela geração Y, aquela que prestou/presta vestibular. Porque a preocupação com a futilidade da situação é tamanha que até o G1 já percebeu.....

essa matéria é verídica, podem procurar no google.

No dia em que fui fazer a prova, vi umas 87467632 meninas com batom vermelho, e os rapazes estavam preocupados em abalar com seus óculos escuros, embora estivessem eles menos atentos à aparência*. Não importa. O fato é que o Enem deixou de ser uma simples prova de vestibular para se tornar um evento. Esse ano me convidaram formalmente para o evento no facebook cujo nome era... ENEM! Daqui a pouco vão distribuir pulseirinha pros participantes maiores de 18 anos.
*E muito preocupados em ficar avaliando as meninas como se fossem pedaços de carne, mas essa minha opinião feminista vocês já conhecem.

Banalizar o Inep, culpar a Dilma, tudo isso faz parte daquele grupo de atitudes que muita gente repudiou no início das manifestações de junho. Aliás, vocês sabem por que as manifestações acabaram? Porque virou moda. E tudo que é moda passa. As pessoas começaram a criticar a atitude alheia de só ir à manifestação para tirar foto. E aí o povo parou. Isso tudo é notavelmente comparado à moda propriamente dita: a calça listrada era vista Brasil afora até... virar moda e ser ridicularizada. O mesmo ocorreu com a blusinha do Ramones, etc etc etc etc. A copa, por outro lado, todo mundo criticou, mas quero ver quem não vai resolver torcer pra tal seleção que dá orgulho (Y).

A diferença é que Enem é coisa séria. E, apesar disso, ele não chega a ser tão "bem" organizado e pensado como a copa. Pior: ele não vai deixar de ser sério só porque começaram a fazer piada dele ou porque esse ano descobriram outra fraude. 

- Igraínne M. 

TAGS: , , , , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

2 comentários

  1. Acho a ideia do enem ótima, mas precisa melhorar muito

    ResponderExcluir
  2. Lembro da primeira vez que fiz o ENEM , que foi também a primeira vez em que o ENEM foi realizado, e que muitos amigos meus na época não fizeram por não acreditar em sua finalidade. De lá para cá já fiz inúmeras vezes e vi ele ganhar o tamanho e a repercussão que tem hoje em dia.

    É estranho observar essas matérias e atitudes de participantes que levam como piada algo que influência o futuro de muita gente, assim como fazem com as eleições, pois como você sabiamente afirmou Igra: "ele não vai deixar de ser sério só porque começaram a fazer piada dele ou porque esse ano descobriram outra fraude".

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM