Ally Beardsley CCrpg

Cinderbrush: a Monsterhearts story

17.2.20Dana Martins


Essa semana eu assisti uma coisa chamada Cinderbrush que foi muito legal, e eu tô muito feliz. Que isso, Dana? Um comentário no youtube descreveu como "Meninas Malvadas com Teen Wolf," e é algo bem nesse estilo. Cinderbrush é o nome de uma escola fictícia onde quatro jovens (que também são criaturas sobrenaturais) estão vivendo o retorno às aulas e lidando com crushes, ex-namorados e problemas comuns da adolescência, tipo ser um lobisomem. 

E é o especial de dia dos namorados que o Critical Role fez, usando o sistema de rpg Monsterhearts que o objetivo do jogo é meio que usar monstros como metáfora pra problemas comuns da adolescência e o objetivo do jogador é trabalhar isso. As habilidades do jogo são tipo Ser Gostoso, e eu não sei direito como funciona, só sei que um monte de coisa é resolvida com um personagem dando em cima do outro e pegando o outro. E ess rpg especificamente é celebrado pelo tratamento de sexualidade e questões LGBT+.




Os quatro jogadores foram Taliesin (de Critical Role, que é bissexual) e tá interpretando Jamie (he/they), e eu amo o Taliesin interpretando sonserinos fdp e quando ele tweetou chamando o povo de "losers" eu sabia que esse negócio ia ser legal. Na real, eu quis assistir principalmente pra ver o Taliesin interpretando Jamie. E não me arrependi.



E aí tem Erika Ishii (que além de bissexual, nunca aparece nessas coisas pra ser hétero) e veio interpretando a Sasha, que é a própria Menina Malvada fdp e a Erika tem um poder tão grande que ela colocou a mesa inteira na mão dela. Ela tá num nível de existência que eu nem sonho em alcançar.

Convidaram também Ally Beardsley, que eu nunca tinha ouvido falar então eu tava ???? 

E, por fim, Ashley Johnson que foi por quem eu assisti Critical Role em primeiro lugar, e em Cinderbrush ela faz um garoto que é aquele típico garoto rico mais gostoso da escola e é maravilhoso.

E o próprio Matt é quem mestra.

Quando eu ouvi falando que ia ser gay eu não tinha entendido muito bem onde. E eu tinha feito uma leitura completamente errada do desenho. Eu pensei que Jamie e Sasha eram garotas, Aff e Cameron garotos. Aí eu pensei: Será que são dois casais? Será que é um casal de garotos gay?

Personagens: Sasha, Aff, Jamie e Cameron

Mas Aff se apresenta com They/Them e Jamie como He/Them. E meu cérebro não tava nem preparado pra uma história onde orientação sexual e identidade de gênero são tão comuns, e onde um personagem pegar outro é tão banal, que eu nem em mil anos teria imaginado que esse episódio seria assim.

Em momentos assim eu sempre lembro dos escritores de The Legend of Korra falando sobre como a gente é tão acostumado com certos paradigmas, que não percebe que é tão fácil mudar. 

E eu gostei muito. Eu gostei deles brincando de ser adolescente, mandando mensagem na sala de aula ou usando luz do celular pra enxergar na escuridão. Todos aqueles sentimentos de você ser o aluno novo e não conhecer ninguém. Primeiros beijos. Ou um crush de infância que você nunca resolveu. Boa parte do que eu gostei no episódio envolve ver os atores se divertindo com estereótipos de colegial e nostalgia da adolescência.

Também tem a montanha-russa de ver os casais acontecendo e torcer pra o seu casal preferido - e a conclusão maravilhosa disso no final.

Eu só sei que foi tranquilo, eu me diverti tanto que no dia seguinte meu pai veio me contar que eu tava rindo de noite alto aqui no quarto. E eu queria mais, porque amo histórias de colegial com sobrenatural, e sdds da época de Crepúsculo bem no início.

E eu deixei pra falar de Ally Beardsley e seu personagem, Aff, no final porque foi a maior surpresa pra mim. Se Cinderbrush fosse um filme, Aff seria o típico protagonista: Jovem lobisomem que acaba de chegar na escola, lidando com as inseguranças da adolescência e a ansiedade de viver novas experiências. Tendo uma história de infância com o cara bonitão da escola, mas agora que voltou ficando de olho na ex-namorada dele. Ou talvez nele? Ou talvez em Jamie?



Ally interpreta Aff de uma maneira tão legal. Eu só sei que fiquei completamente cativada em 3 segundos e tô até considerando buscar outras coisas que Ally fez pra assistir. Queria que ile ficasse pra sempre em Critical Role, e na minha vida. Ile me lembra o Evan Peters??? Evan Peters não-binários. HUAHUAHA

ENFIM. É isso. Na escala de 0 a 10, o quanto eu gostei de Cinderbrush? Mil: eu já li até os comentários no vídeo do youtube

Agora que acabou de lançar ainda não deve ter legenda oficial, mas sempre botam legenda em português nos vídeos do canal de Critical Role, então dá uma conferida!

Como assistir Cinderbrush? Só dar play no episódio abaixo e ser feliz! 


TAGS: , , , , , ,

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

0 comentários

Posts Populares

INSTAGRAM