Carol Cardozo CCEventos

Tudo sobre o Encontro de Livreiros da Cia das Letras no Rio

17.11.17Isabelle Fernandes



Como vocês devem ter percebido pelo título da matéria, nessa última quinta feira rolou o Encontro dos Livreiros aqui do Rio. E, naturalmente, eu, Carol e Taiany fomos e temos altas histórias pra contar HAHAHAHAHAH.

A começar por::: Carol quase não foi e logo no início fomos humilhadas e exaltadas ao mesmo tempo. Mas vamos por partes.

Bells

Como na quarta foi feriado, eu e Taiany fomos conhecer  a nova residência da miga e socializar. É claro que nisso formos dormir tarde e com algum (senão muito) sofrimento, nós duas conseguimos levantar no horário. Carol teve que ser levantada pouco depois (porque ela definitivamente não estava acordada) e olha, eu estava SENTINDO que ela ia voltar pra cama e a gente ia sozinha. Porém ela se encheu de coragem, praticamente engolimos o café da manhã (acabamos nos atrasando) e saímos pro sol opressivo do Rio de Janeiro já às 9 da manhã.

Chegamos lá meio na dúvida já que tem dois Estação Net de Cinema em Botafogo e a gente esqueceu de conferir qual era antes de sair HAHAHAHAHA mas acertamos de primeira e PRIMEIRA EMOÇÃO LOGO NA ENTRADA:::: demos nossos nomes lá, e tal...eis que nos entregam bolsas da Cia das Letras com um livro dentro.....

....ERA O BEIJO TRAIÇOEIRO!!!!!

MEU DEUS

Deus sabe o quanto eu tava LOUCA DO CU por esse livro desde que vi o email da Cia sobre as provas disponíveis e que a gente acabou perdendo. Depois disso pensei em pedir pela parceria, mas por algum motivo não rolou, e depois pensei em comprar na Bienal, mas tava o mesmo preço das lojas. Ou seja::: já tinha sofrido muitas frustrações com ele e É JUSTAMENTE ELE QUE GANHO LOGO QUE CHEGO NO EVENTO. É DEMAIS PRO MEU CORAÇÃO.

Aí tá, o evento começou e a moça (inserir o nome aqui) tava lá apresentando a parte dos números de vendas e tal, que a Taiany com certeza vai querer comentar na vez dela HAHAHAHHAA. Eis então que ela fala "então galera, tem quatro bolsas que vieram com um livro só. Tá errado, era pra ser três, a gente precisa saber quem foi pra trocar".

Nossa reação HAHAHAHAHA

Foi um momento de humilhação, porque fomos as ÚNICAS ALI que receberam livros a menos, mas também de EXALTAÇÃO pois nossas expectativas foram totalmente superadas HAHAHAHAHAH. Daí passado esse momento de comoção o evento seguiu com a apresentação tanto das novidades quanto dos best-sellers que vendem horrores até hoje. Inacreditável como a galera ainda tem tara pelo O Poder do Hábito, por exemplo HAHAHHAHAHA. O lance desse evento é que o enfoque dele é mais nos outros selos, então a parte de literatura jovem (que me faz ficar em chamas) não teve tanto destaque (apesar de terem aparecido em alguns momentos). Achei também ADORÁVEL terem chamado a editora da Suma das Letras que é super fã do Philip Pullman pra falar sobre como foi editar o novo livro dele que vai ser lançado já já. Breaking news:::: GANHAMOS ELE AHAHAHAHA. Enfim vou ter a motivação que faltava pra finalmente ler a trilogia.

Daí rolaram vários sorteios muito generosos...fiquei chocada. Eram o quê, uns seis kits com pelo menos 5 livros em cada, e todos os sorteados nunca tinham ganhado nada na vida. ESSES HUMILHADOS FORAM E MUITO EXALTADOS!!!! Então na parte final do evento chega a convidada especial::: nada mais, nada menos que FERNANDA TORRES. As meninas surtaram horrores porque adoram ela, eu até gosto e tal, mas fiquei animada mesmo pelo fato de estar no mesmo recinto que uma famosona HAHAHAHAHAH. Essa mulher é muito divertida e me deu até vontade de ler o livro dela...que por sinal também ganhamos. E também foi devidamente AUTOGRAFADO pela dita cuja e de quebra pudemos tirar uma foto com ela.

Olha, dessa vez a Cia se superou. Vai ter que caprichar agora nos próximos porque as expectativas estão cada vez maiores.

Carol

Gente do céu, foi uma entidade não-corpórea que tocou meu coração e me mandou ir nesse evento, SENÃO EU TERIA ME ARREPENDIDO POR MUITO TEMPO.

Pra contexto: quarta-feira fui na sessão de meia noite de Liga da Justiça. Depois fui pra casa de um amigo com meu namorado, estava super pilhada, adrenalina a mil, tanto que escrevi essa crítica já com o sol da manhã fortíssimo. Dormi por uma hora e meia, no máximo. O problema? Bells e Taiany iam conhecer meu cafofo novo e dormir lá, o que significava ainda ter que ir no mercado, comprar comidinhas (teve churrasco e torta de limão), ir pra casa arrumar as coisas, fazer as comidinhas e ser uma boa anfitriã pras amigas.

Foi tudo muito legal, muito bacana, mas eu tava DESTRUÍDA. Dormimos mais de 1 da manhã e eu precisava acordar às 8 no dia seguinte. Quando coloquei o despertador e vi "6 horas e 5 minutos", uma única lágrima escorreu no meu rosto.

Nâo vou mentir. Doeu.

No meio da madrugada já tinha decidido que não iria no evento pois sem condição. Mas aí as meninas me acordaram pra perguntar coisas do café da manhã, resolvi que ia e é isso aí, ia lidar com a privação de sono depois.

VALEU TOTALMENTE A PENA.

A Cia das Letras, além do catálogo arrasa-quarteirão (que é responsável por mais de 80% da venda da editora), também vem com cada vez mais lançamentos incríveis. Um dos destaques no evento foi A glória e seu cortejo de horrores, lançamento escrito pela MARAVILHOSA E INCRÍVEL Fernanda Torres. Ela foi a convidada desse evento e conversou um pouco como foi o processo de escrita, como ela tirou as ideias de certas partes do livro, e contou histórias engraçadíssimas (a imitação dela do Evandro Mesquita foi impagável HAHAHAHAHHAHAHA). Foi muito bom poder conhecê-la pessoalmente porque eu cresci assistindo a tudo o que ela fez e certamente ela é uma das minhas atrizes brasileiras preferidas.

Ah, e ela contou o final do livro. Mas eu perdoo.

Saí de lá com vários livros, marcadores, um autógrafo da Fernanda Torres e a certeza de que não vou ter tempo suficiente pra ler todos os livros que quero da Cia.


Taiany

Aquele momento desconfortável que não sabemos o que falar, pois as pessoas já falaram tudo, mas vamo tentar porque a gente tá nessa vida pra isso.

Como a Isabelle comentou na parte dela, esse foi o dia dos humilhados serem exaltados (todo mundo que tava ganhando os kits dizerem nunca ter ganho nenhum sorteio na vida), mas a gente ainda tá na parte dos humilhados porque não foi dessa vez. De toda forma, saímos de lá com 3 livros, coisa que não esperávamos de jeito nenhum, sério, a Carol tava baixando nossa bola quanto aos possíveis brindes, estávamos indo só pelas informações dos lançamentos mesmo.

Chegando no evento, já suadas, mesmo que não tivéssemos andado nem meia hora, e esbaforidas, eis que um coffee break nos esperava, há tempos eu não tomava um Ice tea com tanta vontade, mas essa parte foi pá pum, e já estava todo mundo sentadinho bonitinho no cinema, acho que o pessoal da Cia estranhou um pouco nosso comportamento porque geral tava meio tímido e eles tentando fazer a gente dá gritinhos e bater palmas. 

Como normalmente acontece nesses eventos para livreiros e blogueiros, o papo inicial é sobre vendas, e sendo bem sincera, eu não tava sabendo onde eles queriam chegar falando que o objetivo era deixar os livros caros (wtf????), mas conforme a conversa foi se desenvolvendo entendi que não era bem assim. Não é que a Cia quer encarecer os livros, eles querem valorizar o catálogo. Como? Colocando os livros no preço que ficou acertado que eles seriam, sem tirar nem por. Isso significa que, infelizmente não vai rolar tanta promoção dos livros da Companhia (os leitores choram), mas eles esperam manter com isso o padrão de venda e de qualidade dos livros, porque quando rola muitas promoções o pessoal mais rápido compra na emoção, entretanto o povo mais devagar desiste de pagar o valor real do livro e com isso eles ficam encalhados e correm risco de não serem mais lucrativos para as editoras, e no final é a gente que sai perdendo porque não há renovação de contrato etc etc etc. Sei que parece confuso entender, eu também amo promoção e é isso que quero, mas quando a gente começa a reparar na no comportamento do mercado editorial, meio que acontece isso mesmo. Por exemplo, eu AMO o Jostein Gaarder, mas os livros dele não sofrem muitas variações de preços, então quanto eu vejo uns 5 reais mais baratos já to correndo e gritando "É MEU NINGUÉM SAIIIII". Ou seja, deixei de comprar?

Mas vamos falar de coisa boa, vamos falar da nova Tekpix. Melhor, vamo pular todo o evento (eu volto depois) e falar sobre a hora que Fernanda Torres passou praticamente do meu lado e eu fiquei cutucando a Carol. Talvez alguns digam que fiquei assim só porque ela era famosa, mas aqueles que me conhecem sabem que PUTA QUE PARIU EU AMO ESSE MEU POVO QUE ESTÃO SEMPRE NAS MINHAS RODAS DE CONVERSAS (contextualizando: eu falo sozinha, muitas vezes, dou entrevistas, converso com pessoas, tiro dúvidas, tudo eu e um pessoal ai que gosto muito, e Fernada Torres já esteve inúmeras vezes nos bate papos, foi até engraçado no evento ela contanto uns casos e falando sobre quando ligou para o Vladimir, falando de Waguinho, conheço todo mundo), então imaginem o que eu senti em poder comprovar que ela era tão simpática (diferente do que dizem as más línguas) e divertida como sempre foi nas minhas conversas imaginárias.

Quando sai do evento gritei aos quatro cantos que havia conhecido a Fernanda Torres, e uma amiga perguntou se ela havia rido horrores, e isso que era o mais engraçado, porque não, ela falava as coisas normalmente, mas o jeito que falava, e as histórias que contou, incluindo uma de punheta, foram sensacionais. Hoje definitivamente vai ser um dia gravado na memória.

E mais uma coisa sobre a Fernanda Torres, ela imitando o Evandro Mesquita tava melhor que o próprio Evandro Mesquita. E enquanto ela descrevia a história do livro, eu só pensava no Jogo de cena, documentário do Coutinho e depois a Bells me recordou sobre as velocidades do liquidificador da Amanda Palmer (a gente sempre enfiando Amanda Palmer em tudo), e gente, o livro parece ser tudo isso e mais um pouco mesmo, estou ansiosíssima para ler. Vale uma pesquisada.

Agora voltando ao evento, como de praxe, falamos dos lançamentos, rolou os sorteios (nem quero pensar nisso), e vídeos exclusivos pra gente do Philip Pullman, da Marina Ruy Barbosa (ela tá lançando um livro sobre considerações de poemas que ela leu) e do meu amado, fofíssimo Jô Soares que tava com uma cara de sono dos horrores e foi mega engraçado. No saldo geral, foi um evento muito legal e bem preocupado com os livreiros. Já estou ansiosa pelos próximos eventos da Cia.




Felicidade com os livros novos

TAGS: , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

0 comentários

Posts Populares

INSTAGRAM