CCConversa CCdiário

Eu não sou um cachorrinho de Sharpay, não sou um acessório

16.11.17João Paulo Albuquerque


Que cara gay nunca passou por um "Eu sempre quis ter um amigo gay!", "Meu amigo gay sabe maquiar...", "Amo meu amigo gay", "Deve ser muito legal ter um amigo gay"?, ou quando chegam e sabem que você é gay e soltam "Tenho outro amigo gay, vou te apresentar, certeza que vão se dar bem"... então se não, só devo dizer que você é sortudo.
Se já aconteceu comigo? Infelizmente, né minha gente. Eu estava conversando com uns amigos sobre isso e então me lembrei do porquê eu queria falar sobre: não é legal tratar seu amigo gay como um acessório (óbvio né? Pra alguns nem tanto). E infelizmente, isso acontece com uma frequência assustadora.

Minha experiência (a que eu lembro e foi mais recente, não me lembro de ter acontecido mais... e se rolou eu deletei da mente mesmo): *to conversando com uma amiga que falava com duas garotas - uma delas já foi minha melhor amiga, mas cagou na relação e não nos falamos mais* "... ah, sou gay né" *a garota me olha espantada* "Você é gay?" *Assinto, desconfortável por parecer ser uma bomba a informação* "Nossa, que legal, deve ser muito legal ter um amigo gay" *Reviro os olhos, dou uma tossida nervosa e:* "É como uma amizade normal, eu não sou cachorro".

Sabe o que me deixa irritado nisso? É algo reproduzido dentro da própria comunidade LGBT+, quando a gente não confronta essas pessoas ou acaba reproduzindo essa ideia. E tudo isso começa com essa necessidade de frisar que o AMIGO É GAY e eu fico tipo "okay... e?", para e pensa, você fala "Ah, eu tenho esse amigo hétero e ele...", "nossa, minha amiga hétero vive dizendo isso..", "Nossa, eu tô cheio de amigo hétero"? Se hétero não é tratado assim, então QUAL A NECESSIDADE DE CLASSIFICAR SEU AMIGO GAY POR ELE SER GAY, MEU ANJO? ELE NÃO É SÓ ISSO! (e mesmo se você tente usar "ah eu tenho um amigo hétero..." soa tão não-natural que assusta. Isso até porque hétero não é tratado como acessório, afinal é o esperado, é o "natural" e "correto")

Eu não sou um cachorrinho de Sharpay, então porque usar minha sexualidade sempre que se dirige à mim é tão importante? Você diz a raça do seu cão sempre? Diz que seu amigo hétero faz maquiagem? Ou que tal coisa? Ele não é só seu amigo? Então.

Esse desejo da maior parte das mulheres (mas homem não escapa de usar isso de "meu amigo gay", tenho um exemplo sólido que foi meu professor essa semana) é por um esteriótipo. O que parece que somos cachorros, né. Enfim, fica esse lembrete pra vocês: parem de tratar seus amigos desse jeito, é babaca. Ele é seu amigo, não precisa separar numa categoria, a não ser que seja de acordo com a situação.


TAGS: , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

0 comentários

Posts Populares

INSTAGRAM