Ariel Carvalho Bryan Fuller

Deuses Americanos: quem é quem?

5.4.17Ariel Carvalho



Se você está perdido com relação a American Gods/Deuses Americanos, os personagens e detalhes da série, não entre em pânico! Nós do CC preparamos um especial com informações importantes sobre a história, para você se situar. Esses posts começam hoje, e esperamos que gostem!

Nesse primeiro post, separamos uma rápida ficha de cada personagem mais importante que vai aparecer nesses 8 primeiros episódios.


O Casal 20



Rick Whittle interpreta Shadow Moon, o protagonista do livro e da série. Depois de passar um tempo cumprindo sua pena na prisão, ele é contratado por um cara estranho para dar apoio a ele em uma missão. O que Shadow não sabe é que esse cara é, na verdade, um deus.



A maravilhosa Emily Browning interpreta Laura Moon, a esposa de Shadow que morre no comecinho da história, fato que acaba fazendo com que Shadow consiga sair mais cedo da prisão e que dá início a toda a trama de Deuses Americanos.




Deuses antigos



Pablo Schreiber interpreta Mad Sweeney, que aparece ao lado de Wednesday e ensina alguns truques de moedas a Shadow. Sweeney é um leprechaun e vem de um conto irlandês, que diz que o rei Suibhne mac Colmain, de Dál nAraidi, é atingido por uma maldição de St. Ronan e enlouquece, passando o resto da vida andando sem rumo até morrer.



Ian McShane é queridinho de um dos criadores da série, Michael Green. McShane atuou em séries de Green e também no filme novo da série John Wick. Em Deuses Americanos, ele interpreta Wednesday, o tal cara esquisito que contrata Shadow. Não vou dizer qual deus ele é, mas já aponto que a resposta ~talvez~ esteja no livro mais recente de Gaiman.



Dona de uma das cenas mais intensas da história, Bilquis é interpretada por Yetide Badaki (que, segundo os criadores, interpretou a tal cena de forma incrível). Bilquis é a Rainha de Sabá, . Nos dias de hoje, Bilquis sobrevive como uma prostituta.



Parceiro dos tempos de prisão de Shadow, Low Key Lyesmith também é um dos deuses antigos, e eu confesso que demorei mais do que deveria para descobrir qual deles (é só falar o nome dele em voz alta, gente AUSHASU). Na série, ele vai ser interpretado por Jonathan Tucker.



Peter Stormare interpreta Czernobog, o deus eslavo da morte e do caos. Traduzindo literalmente do russo, Czernobog significa "deus negro". Ele é o extremo oposto do seu irmão Bielebog, que é o deus eslavo da luz, da felicidade e da sorte. Ele mora com as Zoryas.




Cloris Leachman interpreta Zorya Vechernyaya (e provavelmente vai interpretar as outras duas Zoryas, apesar de não haver nenhuma informação oficial). As Zoryas são as três deusas eslavas do amanhecer. Utrennyaya é a estrela da manhã, Vechernyaya é a estrela do entardecer, e Polunochnaya é a estrela da meia noite (por isso que ela está dormindo no começo da história, etc. etc.).




O meu deus favorito dessa história toda, Anansi (ou Mr. Nancy, para os íntimos), que depois inspirou o livro Filhos de Anansi, é interpretado por Orlando Jones. Anansi não é necessariamente um deus, ele é um intermediário do deus do céu africano, Nyame. Ele é brincalhão e adora pregar peças, e um aviso aos aracnofóbicos: é uma aranha.



  

Demore Barnes interpreta Ibis, que na verdade é Thoth, o deus egípcio da sabedoria e da escrita. Ibis e Jacquel, interpretado por Chris Obi, são donos de uma funerária. Jacquel, por sua vez, é o deus egípcio Anubis, o deus dos mortos.



Kristin Chenoweth (queridinha do Bryan Fuller) interpreta Easter, a personificação anglo-saxônica do amanhecer, cujo nome original era Eostre. Ela também representa a fertilidade, e é equivalente à deusa romana Aurora.



 Deuses novos



Gillian Anderson interpreta Media, que é literalmente a nossa mídia atual, os meios de comunicação.





No livro, Technical Boy é retratado como gordo e sedentário, mas os criadores optaram por escalar Bruce Langley, esbelto, por uma questão bem simples: assim como as tecnologias mudaram, os usuários das tecnologias também mudaram. A representação desse deus tecnológico não poderia ser a mesma de 2001, porque muito mudou desde então.



Mr World é interpretado por Crispin Glover, e esse personagem envolve um plot twist maravilhoso demais que só vai acontecer numa segunda temporada, desculpem. Mas ele é a representação da adoração ao mundo, à globalização.


Ah, e vale lembrar que os criadores da série disseram que ampliaram as personagens femininas, para não fosse uma "festa da salsicha" tão grande. Mal podemos esperar para ver!


TAGS: , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

0 comentários

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *