Ariel Carvalho balanço 2017

Coisas que amamos em Março

4.4.17Conversa Cult



Achamos que o maravilhoso mês do Oscar não poderia ser superado: NOS ENGANAMOS. Foi tanta coisa boa em março que o cinema até ficou meio de lado (mesmo tendo um monte de blockbuster prometendo a glória por aí). 

Eis aqui todos os escolhidos, os especiais, os que escolhemos amar neste mês: 


COISAS QUE LEMOS

Ariel: Eu reli Deuses Americanos por causa da série e aaaaaaaaa. Esse livro foi ainda melhor na segunda leitura (já tinha três anos que eu tinha lido, tinha esquecido coisas FANTÁSTICAS), e eu sinceramente acho que vocês deveriam lê-lo antes de ver a série.

Outra leitura que eu gostei muito foi Memórias da Princesa, da Carrie Fisher. Foi um livro que me fez sentir um milhão de coisas diferentes, de tristeza a um quentinho gostoso no coração. Ela brinca muito com a morte, então certas passagens foram um tanto mórbidas. Ler esse livro me ajudou a entender melhor a pessoa que Carrie era e, como fã, achei o livro um presente.

Além desses dois, eu li The Tao Of Bill Murray. Só dá para ler se você for fã do Bill, mas ele é o livro que eu gostaria de ter escrito nessa vida. Morri de rir.

Carol: Não consegui ler nada inédito, ando muito travada. Fui numa leitura repetida, mas que amo muito: Derby Girl, da Shauna Cross. É sobre Bliss Cavendar, uma menina de 16 anos do interior do Texas que é fã de rock alternativo e se sente meio excluída da rapeize de lá (me identifiquei) e que conhece e vai praticar roller derby, um esporte majoritariamente feminino com patins. Peguei pra ler porque eu fui num recrutamento de um time aqui do Rio, mas isso é assunto pra mais pra baixo aí do post.

Esse livro baseou um filme protagonizado pela Ellen Page e dirigido pela
Drew Barrymore (que também atua). Tem o Jimmy Fallon e a Kristen Wiig também.
Não tem como ser ruim.

Bells: Comecei a ler Eu, Robô já me preparando pro estilo de narrativa de ficção científica, que geralmente acho desmotivador... E ME SURPREENDI. Cara, é MUITO bom, muito bom mesmo. Tem momentos engraçados, tem suspense, tem mistérios e cada conto traz uma reflexão sobre inteligência artificial e o que nos torna humanos.

EduardoFinalmente terminei de ler Juntando os Pedaços da Jennifer Niven, e gostei do livro apesar de ter esperado um pouco mais dele. A verdade que a culpa foi minha mesmo que não me comprometi muito com o livro e acabou que ficava dias sem ler. E isso estragou um pouco a experiência.

Também li o primeiro volume da nova HQ mensal dos X-men pela Panini que conta com Novíssimos, Extraordinários e Fabulosos. Apesar de estar gostando muito, ainda tô meio perdido na linha do tempo porque nunca acompanhei nada deles (a não ser filmes e séries de TV) e aconteceu umas coisas aí que acabam sendo mencionadas nesse primeiro volume e eu fiquei perdidão.

SCOOT ME AJUDA

Taiany: O blog Não sei lidar, do Felipe Fagundes. Não sei se é pertinente colocar um blog, mas o Felipe também tem um livro e uns contos disponíveis no wattpad dele. Até agora só li o Não sei lidar com Gênios e quase tive um treco de TÃO BOM QUE É AQUILO. Foi ali que li uma frase que quero usar pra sempre “ sempre bom sair de casa quando a lua é minguante.” Para quem não sabe, o Felipe é um amigo querido nosso, tá sempre comentando nos nossos posts, e só não tem post aqui porque ele é uma pessoa com mil projetos e sem tempo para fazer tudo. E não ter post dele aqui não é desculpa para não ler coisas dele: GENTE O BLOG DESSE MENINO É UM DOS BLOGS MAIS DIVERTIDOS QUE JÁ LI (nem sei se essa é a intenção dele, mas é assim). Ou seje (é proposital) ,queridos que me leem, nem só de livros se faz leituras maravilhosas, visitem o blog do Felipe e duvido não amarem.



COISAS QUE ASSISTIMOS

Ariel: Comecei a assistir Fargo e estou amando tanto a série!!! Se você ainda não viu, aproveita que são só 20 episódios e que a terceira temporada estreia dia 19 de abril. Por nada.

Carol: BIG LITTLE LIES, minissérie da HBO. Tava em casa num sábado sem nada pra fazer, fui ver no on demand da tv o piloto, despretensiosamente. 5 episódios depois (que era o que tinha disponível) eu já tava louca fazendo altas teorias, querendo pausar a imagem pra ver se a mordida condizia com o dente de quem tavam pensando que tinha mordido, sério, fiquei pirada.

Infelizmente o último episódio foi ao ar dia no último dia 02 e depois disso CABÔ, NÃO TEM MAIS. CHOROSA. Mas pelo menos vou descobrir quem matou e quem morreu (porque você vê as tretas se formando no meio do caminho, mas não mostram quem matou e quem morreu). Procura mais sobre. É baseado no livro Pequenas Grandes Mentiras, lançado aqui no Brasil pela Intrínseca.

Só tiro nesse elenco.

EduardoSe tem uma coisa que a gente aprendeu nesse últimos anos é que a Band sabe fazer um bom reality show e se teve uma coisa que me entreteve nesse mês de março foram os maravilhosos episódios de Pesadelo na Cozinha. Eu, que já conhecia o formato orginal do reality de Gordon Ramsay, não pude deixar de ficar feliz com a versão tupiniquim. Nem com Masterchef eu ri tanto. Por favor vejam! (O canal oficial do programa coloca os episódios no youtube toda sexta-feira. Não tem nem desculpa pra você não dar uma chance)

Falando em reality show, e como bom rato desse formato da tv, eu não podia deixar de comentar sobre a estreia da 34ª temporada de Survivor. Trazer a maioria dos meus participantes favoritos para uma temporada só com Game Changers é a receita certa pra uma temporada MARAVILHOSA. Tô amando e se continuar como está vai se tornar minha temporada favorita.

Odiava a Sandra e tô amando ela nessa temporada.

Taiany: Vi tanta coisa que nem sei haahahahahahahahha Então vou deixar indicação de um reality show e um filme. Para aqueles que tem Netflix, Ultimate Beastmaster, é um reality show que testará os limites físicos de seus participantes. Acho legal para ver em família, nos reunimos aqui em casa e foi uma festa, a melhor coisa era minha sobrinha de 3 anos falando “vai cair vai cair...viu, num disse que ia cair”. O programa é composto por 10 episódios, e o décimo é aquele onde os vencedores dos epis anteriores vão competir entre si para descobrirem quem é Ultimate beastmaster e levar 50 mil pilas. Cada episódio tem 2 competidores de 6 países diferentes (USA, México, Alemanha, Japão, Correia do Sul e Brasil), que competem entre si para conseguirem a chance de chegar à final. Apesar das provas emocionantes, o que rouba a cena talvez sejam os comediantes. AMO OS COREANOS E IREI DEFENDÊ-LOS.

E para aqueles que estão com um trocadinho no bolso, A BELA E A FERA nos cinemas, apenas vá por favor.

João: Assisti Liberal Arts (que tem a horrível tradução Histórias de Amor) na Netflix, esse filme com a Elizabeth Olsen que eu nem sabia que existia, por causa dessa cena aqui embaixo, e foi uma ótima surpresa. É um filme pequeno que usa de um relacionamento entre um cara mais velho e uma jovem universitária pra falar sobre nossa identidade em cada fase da vida e como, às vezes, nos apegarmos ou tentarmos pular alguma delas pode dar ruim. Também é cheio de indicações de música clássica, livros e reflexões sobre a vida universitária. E um papel em que o Zac Efron tem um personagem ótimo e não é só usado de sex symbol!!!!!!!!!! Raridade, recomendo.

"Fale sobre as coisas que ama, e fique quieto sobre as que odeia"
FILOSOFIA DE VIDA


COISAS QUE OUVIMOS

Ariel: O Walk The Moon confirmou show no Rock In Rio e eu fiquei tão emocionada que coloquei os cds deles nos repeat. Mas também entrei numa de ouvir tudo que o Paul Simon já produziu na vida, e a música dele é muito reconfortante, e serve de trilha sonora para qualquer coisa que você queira fazer.

Carol: Enquanto eu via o Lollapalooza, descobri uma bandinha maravilhosa chamada Catfish and The Bottlemen, que a Ariel inclusive já escreveu sobre aqui no CC. O som é gostoso demais, bem dançante, E O VOCALISTA É BEM BONITO. Eu e um colega da república onde eu moro chegamos a conclusão que ele era uma mistura do Luke Skywalker novinho, Liam Gallagher e uma pitada de Jake Bugg. Recomendo bastante.


Taiany: O SPOTIFY DO CC HAHAHAHAHAHA Sei que sou suspeita para falar, mas eu realmente AMO aquelas playlists, mas nesse mês meus xodós foram: Pra quem bebe e chora, Cool as fuck, Notas Brasileiras e Vamo se pegar! Eu sempre tive um pé atrás com o Spotify porque adoro baixar minhas músicas e ficar ouvindo as mesmas coisas por anos nas playlists do celular. Entretanto, desde que o CC criou uma conta e comecei a me aventurar por ela, mais e mais estou gostando desse lugar de infinitas possibilidades musicais. Só visite nossa conta e me diga se realmente ali não é um lugar lindo demais.

João: Boa parte do CC é bem viciada em mitologia grega, e esses dias surtamos no WhatsApp com as playlists dos deuses no 8tracks. Elas não são músicas de tributo aos deuses em si, não; são músicas modernas mesmo que remetem de alguma forma àquela divindade. Não só são uma forma legal de apreciar mitologia e vivenciá-la de uma forma diferente (e superlegal, considerando o quanto a música era importante pras sociedades antigas), como também de pegar indicações de músicas pela vibe. Minhas favoritas até agora foram as de Deméter, que tem um clima bem ~paz, natureza e família.



COISAS QUE FIZEMOS

Ariel: Eu passei boa parte do mês de cama, doente e só querendo voltar a comer comidas de gente. Então eu tomei vergonha na cara e fui ao médico e fiz exames. Minha dica é: se cuide. Se isso significar deixar de protelar ir ao médico, vá. Se isso significar fazer as unhas, cortar os cabelos, se maquiar, faça isso. Se isso significar tirar um dia para ficar deitado na cama vendo tv, faça isso. Faça o que você achar importante para se cuidar. Garanto que seu corpo - e sua mente - vão agradecer.

Carol: ENCONTRE ALGUMA ATIVIDADE QUE TE EMPOLGUE. Esse mês eu fui num recrutamento de roller derby do time Sugar Loathe, aqui no Rio. Não sabe o que é roller derby? Meio complicado de explicar, mas tem patins, tem bloqueios, tem garotas sendo fodas. Qualquer coisa, assiste Garota Fantástica, com a Ellen Page. Dá pra entender.

Enfim, pensei que ia chegar lá, ver um pouco das meninas, tentar dar uma volta de patins (tentar, porque eu não sei andar) e é isso aí, só passaria no teste pro time quem soubesse patinar bem. Mas não era bem isso. Se você quisesse entrar pro time, cê entrava. Simples assim. Mesmo se você nunca tivesse andado de patins na vida (como eu). Tem um programa de treinamento de três meses antes de entrar pro time propriamente dito, então desde que tivesse força de vontade e de aprender, qualquer um poderia tentar.

Essa sou eu com minha amiga (ela é parte do time) tentando ficar em pé.

Fiquei muito empolgada e querendo participar, tem um senso de união e cuidado muito forte entre as meninas do time, jogamos tênis derby (que é a mesma coisa que roller derby, só que sem patins. Pra gente poder aprender como pode bloquear e tudo o mais), aí eu fui a jammer (que é a menina do time que marca pontos). Marquei 8 pontos pro meu time (fiquei passando mal depois porque eu sou sedentária e não sei correr de leve e ir aumentando aos poucos, já saí desembestada como o demônio fugindo da cruz).

Por muito tempo eu não me sentia viva. Não me sentia empolgada pra fazer algo. Não posso entrar agora por causa do horário do meu trabalho (bate com os treinos), mas eu não vou desistir. Consegui comprar patins usados com vaquinha dos meus amigos (e essa é a parte mais cara). Agora faltam os equipamentos de segurança. Enquanto isso, tento aprender a andar em casa mesmo pra já chegar no próximo recrutamento arrasando.

Bells: Na penúltima sexta do mês eu estava indo pro meu curso e repentinamente tomei a decisão de fazer coisas diferentes que eu sempre pensava em fazer, mas acabava me deixando levar pela rotina. Soltei uma estação depois no metrô e andei pela minha rua favorita, parei pra tomar um café, viajei no segundo andar da barca e na volta, encarei os mil medos e fui andando à noite até o metrô (super tranquilo, aliás. Mas no meu imaginário era só escuridão e terror HAHAHAHA). 

Olha, fazia realmente MUITO tempo que eu não me sentia tão satisfeita e em paz. Então a minha recomendação é: faça novos caminhos, faça coisas diferentes.

Taiany: Eu ia escrever um negócio tão legal, lembro que tava empolgada para falar sobre, mas esqueci completamente. Já revirei meu mês todo e não lembro o que queria falar. Até a publicação desse post minha memória sobre o que eu queria escrever não voltou, se eu tivesse escrito na hora nada disso estaria acontecendo... então minha sugestão do que fazer é: faça. Não seja como eu e deixe as coisas na ideia contando com o “depois eu faço”. O meu depois não aconteceu  


EduardoEm janeiro eu baixei um aplicativo chamado Listen, que eu acabei deixando de lado e não usando muito. Mas nesse mês de março eu lembrei dele e comecei a usar diariamente e tá sendo bem legal. O app tem o intuito de ser uma rede social com apenas as vozes das pessoas. Todo mundo é anônimo e você pode gravar um áudio para todo mundo ouvir ou responder à algum de outra pessoa e começar uma conversa. E é tão incrível a ligação que a gente faz com as pessoas só por ouvir a voz sem saber NADA daquela pessoa que tá falando contigo. Tá sendo uma experiência bem interessante.

***

TAGS: , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

3 comentários

  1. LEVEI DOIS TIROS COM ESSE POST!!!

    Eu estava lendo tranquilo, super de boas, aí chegue na parte da Taiany indicando o NSL e fiquei GENTE!!! EU TÔ TÃO FELIZ! Nossa, Taiany, valeu MESMO. Tô todo besta aqui. Sério, não estava esperando mesmo que Gênios fosse aparecer por aqui <3

    Daí Taiany comentou que não tem post meu no CC (tem 1, na verdade!) porque tenho mil projetos e é verdade, MAS TENHO UM TEXTO PRONTO! TCHAN - TCHAN - TCHAN. Só está nos meus rascunhos, tô tentando achar tempo para passar para os rascunhos do CC.

    Inclusive, é sobre Survivor.

    Aí veio o segundo tiro: EDUARDO, COMO ASSIM VC ESTÁ METIDO COM SURVIVOR E EU NÃO SABIA? VAMOS SER BFFS E COMENTAR TODOS AS TEMPORADAS!!! COMO ASSIM VC ODIAVA SANDRA DIAZ-TWINE, THE QUEEN STAYS QUEEN!!! #GOCIRIE #GOHALI

    Vcs do CC só me dão orgulho, jamais parem <3

    PS: O Pequenas Grandes Mentiras é um livro MUITO BOM. Vou atrás da série também.
    PS2: Carol, eu estou fascinado por essa sua história dos patins e muito feliz que vc tenha descoberto esse time e esteja LUTANDO para entrar nele. Te desejo toda sorte e condição do mundo, vc é incrível <3

    ResponderExcluir
  2. FE-LI-PE como assim você tem um post escondido na manga e não falou nada? Quero te bater e te abraçar hahahahahahahah

    Sim, vc escreveu um post, mas falar que não escreveu nada é mais dramático hahahahahahahah

    Sabia que vc ia ter um treco qdo visse que o Edu tb vê Survivo.

    Ansiosa pelo seu post <3

    ResponderExcluir
  3. Amei as indicações e ate retomei a leitura d American Gods.Vcs já assistiram a mini série When We Rise? É sobre a historia d movimento lgbt e adoraria q vcs fizessem resenha,vale mt a pena

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM