balanço 2016 Balanço de Leituras

Balanço de Leituras - Fevereiro

9.3.16Conversa Cult


As coisas não andam fáceis pra equipe nem mesmo na área da leitura, mas nem por isso tudo é ruim!! Dana, Diego, Taiany, Eduardo e Isabelle leram poucos, porém bons livros (HQ'S também) e todos eles foram listados aqui junto com uma singela homenagem ao mês da mulher. 

Ps: segundo balanço do ano e eu (Bells) já acho que o João vai acertar todas as previsões HGUDHGIUDFHGID

>>> DIEGO

Número de leituras: 5 histórias em quadrinhos

Como foi o mês? É, desisti dos livros de vez....

Melhor leitura: Vingadores: Mundo Vingadores, de Jonathan Hickman. Essa decisão tava dificílima, só HQ boa caiu na minha mão! Mas essa aqui mexeu um pouquinho mais comigo do que as outras, mitologia fascinante e arte incrível.

Pior leitura: cara, não teve.

Demais leituras: Ms. Marvel: Nada Normal, de G. Willow Wilson. Leitura mais que necessária. Lido duas vezes no mesmo mês, em inglês e português. Uma leitura jovem e dinâmica, com uma perspectiva autentica sobre questões de identidade reais. Recomendadíssimo.

Gavião Arqueiro: Minha vida como uma arma, de Matt Fraction. Eu acompanhei as mensais dessa revista em 2013, então é quase uma releitura. Essa HQ é apenas a que me fez despertar o interesse em comics de super-heróis. Sensível, minimalista e reflexiva. Esperem só até o volume que tiver o issue sobre o Pizza Dog

Novissimos X-Men: X-men de ontem, de Brian Michael Bendis. Também é praticamente releitura. Sou apaixonado por essa saga, porque ela é a porta de entrada perfeita para quem quer se inteirar no mundo dos X-Men, mostrando tanto os personagens originais quanto a realidade deles hoje, décadas de histórias depois.

Thor: O Renascer dos Deuses, de Michael Straczynski. Eu estava querendo me arriscar com Thor e não pude escolher título melhor. É incrível como o autor trabalha questões de crença e auto-afirmação sem esquecer de colocar muito humor e casualidade na vida desse herói divino.

MULHER DO MÊS: Ms. Marvel marcou meu mês. Sua identidade única, seu impacto como representante de uma identidade tradicionalmente omitida na mídia além de seu bom humor e personalidade forte tornam ela um exemplo perfeito de que o poder feminino existe de diferentes formas e tamanhos.


>>> DANA

Número de leituras: 2 livros completos 
Como foi o mês? chocada que eu li 2 livros 

Melhor leitura: Truthwitch, de Susan Dennard. Saciou um pouco minha vontade de fantasia. Sempre legal ver uma história assim, ainda mais uma onde mulheres são tratadas como pessoas 

Pior leitura: não tem 

Demais leituras: The Difference Between You and Me, de Madeleine George. Esse ia ser o meu livro de março, mas acabou que eu li inteiro numa noite... HUAHA Ele não só ficou como melhor leitura, porque me deu uma sensação ruim lendo, mas indico pra quem gosta de YA contemporâneo e quer um livro LGBT+  

MULHER DO MÊS: Malinda Lo. Ela nasceu na China e foi criada nos EUA, ela é LGBT+ e fundou o Diversity in YA (lá tem um monte de indicações de leitura). E eu falei que é uma mulher que entende feminismo? 

Eu ia falar da Chimamanda Ngozi Adichie aqui, mas quando fui pegar o livro pra tirar a foto bati os olhos nos da Malinda Lo e decidi mudar. Considerando o que aconteceu com The 100, eu acho que essa é a melhor opção. Se eu já não tivesse lido, os livros da Malinda Lo seriam o lugar seguro. Histórias boas protagonizadas por garotas LGBT+ que envolvem fantasia e ficção científica e são escrita por uma autora que entende a perspectiva de minorias. Parece bom demais pra ser verdade, mas é. 

Curiosidade: foi por causa de um texto da Malinda Lo sobre escrever beijos que eu decidi ler The Difference Between You and Me!!!!



>>> EDUARDO

Número de leituras: 1 livro completo

Como foi o mês? bom, se considerar as circunstâncias

Melhor Leitura: Lua de Larvas, de Sally Gardner. Apesar de ser o único livro que li, ele estaria aqui de qualquer forma. Incrível e tão diferente e inocente que eu ainda não consegui parar de pensar sobre o final.

MULHER DO MÊS: Sally Gardner, a autora do livro. Porque apesar de não ter nenhuma personagem mulher importante (ou que se destaque) no livro, ela se destaca por conseguir contar uma história com um realismo histórico e uma mensagem tão profundos, de forma tão ingênua, que não tem como não gostar de um livro desses. 


>>> TAIANY

Número de leituras: 1 livro 1 releitura e alguns romances de banca

Como foi o mês? Ainda estou frustrada porque as leituras não estão fluindo

Melhor leitura: Vou colocar como melhor leitura, o livro que reli, Fangirl da Rainbow Rowell. Esse livro tem uma força tão grande sobre mim que acho difícil até explicar e entender. Minha única certeza é que ele fala sobre ser você mesmo e como isso é poderoso, mesmo parecendo estranho, e como sua força está naquilo que você acredita.

Demais leituras: Rangers - Ordem dos Arqueiros, do John Flanagan. Este é o primeiro de livro de uma série de 12, se não me engano. Não vou ler os outros, porque já tenho séries demais na minha vida, mas curti muito a história do livro, sempre gostei de arqueiros e um enredo que conta sobre um menino que sem querer acaba virando um já tem o meu interesse. (Curiosidade: eu tinha esse livro, mas nem a capa e nem a sinopse me interessaram, e troquei. Aí uma amiga ficou sabendo e quase teve um troço - esse é um dos livros favoritos dela-, me contou a história do livro e me convenceu a ler. Hoje to arrependida de ter trocado o meu. )

MULHER DO MÊS: Rainbow Rowell. Reler um de seus livros me relembrou porquê eu gosto tanto das suas histórias, sinto que a Rainbow mistura romance, realidades tristes (reais) e esperança, e é esse toque mágico de crença em algo que torna suas histórias tão emocionantes para mim. Apesar dos pesares, eu ainda acredito e não quero para de acreditar naquilo que nem o nome eu sei.


>>> JOÃO

Número de leituras: 1 livro incompleto, 1 HQ.  

Como foi o mês? Li quase nada como sempre, mas foi ótimo porque finalmente voltei a ter uma rotina de leitura. Consegui pegar quase todos os dias que fui pra faculdade desde que comecei :) 

Melhor leitura: Ms. Marvel! Ia colocar as duas aqui, mas como o livro tá incompleto... Só sei que essa HQ foi incrível e, colando o que eu disse pra Dana quando acabei de ler, "MS. MARVEL É A HEROÍNA DO CC VOCÊ NÃO TÁ ENTENDENDO ELA É TÃO..... A GENTE. Tentando ver o melhor das pessoas e problematizando as coisas e feminista e apaixonada por fan fics e cultura pop e super-heróis embora a família não a compreenda e falhando nas coisas e tendo que fugir às vezes e louca por comida e com obsessões estranhas e - AH! Apenas leia". Acho que isso capta o espírito xD 

Pior leitura: Nenhuma (!!!!!!!!!) 

Demais leituras: Orgulho e Preconceito, de Jane Austen. Eu adiei a leitura disso por ANOS, mas acho que foi minha ressaca de livros """"bobos"""" demais + vácuo pós-Downton Abbey + necessidade de escapar da vida que fez ser o momento certo. Tô amando, principalmente os diálogos, e espero que mantenha esse ritmo tão gostoso até o final.  

MULHER DO MÊS: Ia dizer Ms. Marvel porque... sinceramente, ela é apenas necessária e TODO MUNDO, mesmo quem não lê HQ, deveria dar uma chance. Como Diego já fez isso por mim, vou deixar a Lizzie Bennet, porque só de imaginar a garra que essa mulher teve pra não abaixar a cabeça e se colocar como protagonista da sua própria vida... Acho que a gente tem muito a aprender com isso ainda hoje. Então fica aqui a homenagenzinha. 


>>> ISABELLE

Número de leituras: 3 livros completos

Como foi o mês? Difícil. Eu não conseguia ler nada, então recorri aos romances pra salvar o meu
mês e deu certo HUDHUGHFIGHDFIHGH. Basicamente só li isso, mas é mil vezes melhor do que nada.

Pior leitura: NÃO TEM, TCHAU

Melhor leitura: Complicado escolher, mas fico com A Herdeira, da Kiera Cass. Romance, política e tretas a perder de vista, fiquei simplesmente APAIXONADA E MORRENDO DE ÓDIO DO FINAL, CADÊ O SEGUNDO?????

Demais leituras: A Abadia de Northanger, de Jane Austen. Esse corre o sério risco de entrar no meu top 3 de favoritos da Austen, porque tem uma mocinha que ama ler, alguns mistérios e claro, um bonitão fofo e um rival.

Sedução ao Amanhecer, de Lisa Kleypas. Segundo volume da série Os Hathaways e AINNNNNNNN QUE ADORÁÁÁÁAAVEEEEELLLLL UGHHHHHH

MULHER DO MÊS: Jane Austen. Ela não é só mulher do mês, como também a mulher do ano, da vida!!! É incrível pensar que essa moça de 1800 e bolinha pensava de uma forma tão prafrentex e era tão crítica da sociedade em que ela tava inserida. O mais incrível também é que apesar da temática dela ser o romance, ela sempre apela pro lado racional. Ela não é uma romântica, ela é muito crítica sobre a forma como o amor e o relacionamento eram vistos (e ainda é, observem) e UGH. NEM TENHO MAIS O QUE FALAR.



E aí, como foi o seu mês? A gente quer saber!!

TAGS: , , , , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

1 comentários

  1. João, eu já falei hoje e vou repetir, VOCÊ TÁ LENDO MEU LIVRO PREFERIDO DA MINHA AUTORA PREFERIDA, quero de abraçar. Jane Austen é tão incrível que fico até emocionada. E olha, não pare nesse, leia todos dela, nem tem como viver essa vida sem ler as obras dessa mulher.

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *