CCDicas CCSociedade

O que é Heteronormatividade?

10.3.16Dana Martins


Heteronormatividade:
É quando você assume que todo mundo é hétero e é o conjunto de coisas que fazem isso ser tratado como a norma. Ser hétero é visto como a sexualidade padrão, e acaba fazendo parecer que nem existem outras sexualidades e que elas são erradas, até esquisitas. 

Eu to querendo explicar o que é heteronormatividade, porque isso é algo que eu falo bastante aqui no CC e já vi as pessoas se confundirem, então achei importante fazer uma explicação direta e em português pra colocar aqui. 

Acho que a heteronormatividade (a ideia de que todo mundo é hétero) acontece em dois níveis:

1- Como você enxerga o mundo

Você considera que todo mundo é hétero. A tia pergunta pra o garoto "e as namoradinhas?", a menininha é bebê e já estão arranjando o "príncipe" dela e até mesmo quando a pessoa diz que é LGBTPA+, ainda questionam ela como "você tem certeza?", "mas você já teve uma relação hétero pra garantir???". Na ficção, a não ser que o personagem seja EXPLICITAMENTE mostrado como de outra sexualidade, já é considerado que ele é hétero. 

Tipo a Elsa de Frozen sendo lésbica. 


Por que não seria? Qual é a prova de que ela não é? Se essa possibilidade te dá qualquer vontade de negar ou parece loucura, é por causa da heteronormatividade. 

Ou seja, a heteronormatividade é quando ser hétero é visto como o padrão. 

É quando você espera que as pessoas sejam hétero.

É quando o certo parece ser esperar que a pessoa seja hétero.

É quando você nem lembra que a pessoa pode ser assexual, ou gay, ou pansexual ou bissexual.

Isso quando não partem do pressuposto de que ser hétero É o certo e único jeito que as coisas devem ser, mas estou considerando que você, leitor, não é tão homofóbico ao ponto de pensar isso. 

Pacote do teclado do celular vs. Pacote novo no Whatsapp
É interessante é que a primeira versão já foi uma tentativa de correção, repara que tem 3 tipos de casais,
mas aparentemente beijar, estar apaixonado e ter família é privilégio hétero 

A gente só pensa assim porque foi acostumado a pensar e esse é o convite para desconstruir isso. 

2- Quando você reforça que todo mundo tem que ser hétero

Eu sinto que quando falamos de heteronormatividade, mais do que a pessoa só ver todo mundo como hétero, ainda entra em jogo uma sensação de que TODO MUNDO DEVERIA SER MESMO1!!!! No exemplo da Elsa que eu dei, se você sentiu que tinha algo errado, é o seu impulso pra reforçar a heteronormatividade. 

Usando o exemplo da ficção, o que mais acontece é quando nós descobrimos que um personagem que não foi introduzido como sendo LGBTPA+ desde o dia 1, na verdade, é LGBTPA+. As pessoas dizem que foi inesperado, que veio do nada, que tá errado, que foi mal escrito e mil outros motivos para desvalidar ("é uma fase!", "tá sendo influenciado pelo personagem Y!", "os autores estão fazendo fanservice, forçando representatividade!!!")

Heteronormatividade é crescer sem aprender o que é sexualidade, quais são as mais conhecidas e que existe muita coisa além de "garoto gosta de garota". 

EXEMPLOS EM IMAGENS

Ok, eu por acaso reuni algumas imagens que ajudam a entender:

Eu tava usando o recurso de procurar gif no twitter pra arranjar alguém mandando um beijo, e aí
vi que não tinha nenhum gif de pessoa de mesmo gênero se beijando.
A setinha vermelha é até onde eu tive que rolar vendo 193893822 gifs pra encontrar um (aquele
em preto e branco em cima, que eu precisei perguntar se era mesmo duas mulheres pra ter certeza)
literalmente tem um gif DE UMA MULHER COM UMA CABRA ANTES 

símbolo de família
o fato de que na disney todos os protagonistas parecem ser hétero
se isso não cria a ideia de que só existe gente hétero, que isso é o certo e todos são assim...


Agora pra aprofundar um pouquinho e pensar onde a heteronormatividade aparece.

NA REPRESENTATIVIDADE 

Uma série heteronormativa só mostra heterossexualidade e assume que todos os personagens são hétero. E, como a nossa cultura é heteronormativa, não deixar explícito a sexualidade do personagem é uma forma de reforçar que todo mundo é hétero. 

fonte da imagem, Mosquii no devianart

Nós precisamos de mais personagens e mais histórias, a ponto de que quando a gente abra um livro e o protagonista encontre uma garotinha bonita ou um garotinho bonito, a gente não tenha ideia de por qual dos dois ele vai se apaixonar (Se não pelos dois!). A ponto de que quando a gente comece a shippar um casal de mesmo gênero não pareça uma alternativa impossível. Ao ponto de que... é simples, ao ponto que casais de mesmo gênero e outras sexualidades recebam o mesmo tratamento que os héteros têm.

essa imagem deveria aparecer quando você pesquisa heteronormatividade no dicionário
"Ele era um garoto, ela era uma garota. Como posso deixar isso mais óbvio?"

Essa música da Avril Lavigne é grandiosa, porque ela mostra o tamanho da heteronormatividade. "Ele era um garoto. Ela era uma garota. Posso deixar mais óbvio?" A resposta deveria ser, "sim, pode, não conheço essas pessoas, não sei qual é a sexualidade deles", mas o fato de dizer que tinha uma garota e um garoto e a gente já entender que isso é um início de um romance... isso é plena heteronormatividade. 

(na ficção, literalmente não precisa nem ter desenvolvimento romântico entre uma mulher e um homem. a gente já tá preparado pra quando os dois entrarem em cena esperar que eles sejam um casal)

NO DIA A DIA

A heteronormatividade é tão tensa, que jovens chegam a demorar pra se dar conta de que eles gostam de alguém do mesmo gênero romântica/sexualmente ou até perceber que ter relações desse tipo é uma possibilidade (veja o post da Carol como exemplo) ou até a entender que não sente atração sexual (veja post da Ariel sobre isso). 
versão traduzida desse post
Aliás, outro dia fiquei sabendo de uma garota que contou pra mãe que é bissexual, e a mãe foi tipo "tuudo bem, filha! yeey. mas só vamos ali no psicólogo pra ter certeza de que é isso que você quer mesmo". 

Se você é hétero, quando é que seus pais consideraram tratamento psicológico quando você disse que gostava de alguém? 

Isso é heteronormatividade ao máximo. A ideia de que você tem que ser hétero ao ponto de que até quando aceitam que você pode ser diferente, ainda querem uma confirmação médica de que isso é real. Por que não confirmar também se você é hétero?

PERA, O QUE É SER HETEROSSEXUAL?

Graças a heteronormatividade, nós não aprendemos sobre sexualidade e isso leva a muita confusão, então acaba sendo importante falar o que é ser heterossexual:

Heterossexualidade é sentir atração por um só gênero diferente (tipo uma mulher que só sente atração por homem). 

É isso, simples assim. É atração que uma pessoa tem. Não é a roupa que você usa, o emprego que você tem ou o "papel" que você assume em uma relação. 

quando a mulher tem cabelo curto e tá numa posição de poder e pensam
que ela é homem por causa disso...................

Pam e Jeri de Jessica Jones (queria uma foto delas no escritório, mas isso é o que tem pra hoje)
(e curiosidade é que nos quadrinhos Jeri É UM HOMEM, mas na série não. e isso muda a dinâmica
e ainda é uma chute do estereótipo de "mulher": por que uma mulher não pode ser assim?)

Ou seja, na foto acima que mostra uma mulher advogada poderosa de cabelo curto que tem um caso com uma mulher secretária bonitinha, mesmo que a gente normalmente veja esse tipo de relação representada por um homem com uma mulher, não faz 1) elas serem hétero, 2) uma delas ser homem, 3) não é um tipo de Relação Hétero™, só parece assim porque com a heteronormatividade você só vê homem e mulher assumindo esses papeis e acha que só homem e mulher podem ser assim. 

Como eu faço pra saber se é uma relação heteronormativa?

É entre um homem e uma mulher? Pronto, é isso. 

Dois homens ou duas mulheres juntas não são heteronormativos, não tem nem como ser. 

Cisnormatividade e Feminismo na heteronormatividade

Eu vi que algumas pessoas encaixam o assunto trans* no meio (estudos sérios até) e acho que é porque a ideia de Hétero™ tem a ver com a ideia do Homem™ e Mulher™ junto. Parte das coisas que dão suporte a um sistema heteronormativo é a divisão rígida de papel de gênero, então de certo modo o reforço dos papeis de gênero e a cisnormatividade acaba sendo um efeito colateral da heteronormatividade. Tanto que a pessoa começa a dar tilt quando vê uma mulher com terno e outra de vestido, ela enxerga a primeira como homem??? então tem um interseção forte entre essas questões.

"A Mulher tem que ficar com o Homem, então vamos deixar bem claro o que é ser Mulher e o que é ser Homem" - e isso leva a uma normatividade não apenas sexual (TEM QUE SER HÉTERO!), mas também de gênero (MULHER SÓ PODE SER X! HOMEM SÓ PODE SER Y!). Esse segundo é uma questão que envolve tanto as pessoas transgênero e as mulheres (pf literalmente consideram o papel da mulher ser a secretária-objeto-sexual). 

Eu tenho um tumblr onde eu salvo textos legais pra pensar, e eu criei uma tag com exemplos e discussões sobre heteronormatividade:



Tem alguma dúvida? Pergunte!

Se você acha que o texto pode ser melhorado, eu estou aberta a sugestões. 

OBS: Não é querer "que todo mundo seja LGBTPA+" como o pensamento homofóbico diz, é querer um tratamento igual e no mínimo respeitoso


Alguns links que eu usei:
http://rooseveltwritersnl.blogspot.com.br/2015/12/the-dangers-of-thinking-straight.html
http://www.merriam-webster.com/dictionary/heteronormative
http://pt.urbandictionary.com/define.php?term=Heteronormative
https://pt.wikipedia.org/wiki/Heteronormatividade
http://gas.sagepub.com/content/23/4/440.abstract
http://iminchargedealwithit.tumblr.com/tagged/heteronormatividade

TAGS: , , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

8 comentários

  1. De novo, só preciso agradecer e muito pelos posts e assuntos com os quais vocês lidam aqui. Estou compartilhando estes links com todos porque vocês explicam, de uma maneira SENSACIONAL, o que eu tento fazer bem mal no meu dia a dia. E acho TÃO IMPORTANTE o discurso social do dia a dia, chego a ser chata e obsessiva com isso. Então o site de vocês me ajuda muito quando preciso embelezar e organizar as idéias para discutir sobre estes temas polêmicos que as pessoas não costumam sequer imaginar o que são. Obrigada :)))) kudos!!!

    ResponderExcluir
  2. Se não existisse procriação não existiria atração sexual (pois não haveria porquê), logo, "construção social heteronormativa" não passa de uma falácia!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. na verdade a procriação sempre foi algo comum portanto a heterossexualidade era vista como tabu antes de 1800, quando qualquer relação sexual-afetiva sem o objetivo da procriação era tão condenada como uma relação homo-afetiva. Não temos atração sexual por mulheres por uma característica biológica que possibilita a procriação, até pq se fosse assim não existiram gays/lésbicas, nossa atração sexual existe com qualquer estimulo sexual independente da idade, cor, sexo... vc só se atrai pelo sexo feminino pq foi ensinado que isso era o normal, o certo. E se vc acha que a procriação esta diretamente ligada com atração sexual recomento que vc só faça sexo pra reprodução, obrigado e de nada.

      Excluir
  3. Achei seu site por um acaso fazendo algumas pesquisas pelo google.
    Interessante você citar essa questão do papel. Eu ando bem confuso em relação a isso tudo.
    Sou gay, desde que eu me lembro eu já sabia e nunca tive um problema real em me aceitar. Sim, sempre tive medo da reação das pessoas, mas nunca me julguei errado no fato de ser gay. Ultimamente eu tenho andado bem na dúvida... Eu sempre me senti muito atraído por homens com o "esteriótipo masculino" e sempre me identifiquei muito com o "esteriótipo feminino". Sempre gostei mais das roupas femininas, mas nunca tive coragem de usar. Até mesmo por conta da família e tudo mais. Mas eu me considero homem. Nunca me imaginei como uma mulher. Apenas gosto e me identifico com esse universo. A minha questão é... Isso me torna heteronarmativo? Pq aparentemente é o que mais se encaixa na situação. É aquela coisa de preferir me relacionar com um tipo em especifico de homens. E querer e me identificar com aquele "papel feminino" imposto pela sociedade. As vezes eu penso que é algum tipo de preconceito enraizado dentro de mim e outras parece que sou eu realmente. É uma confusão bem grande dentro da minha cabeça. Não sei se vc realmente pode me ajudar nessa questão, mas eu precisava abrir isso com alguém que realmente entenda sobre essas questões em volta da sexualidade e identidade de genero.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. wow. acho que tem várias coisas acontecendo aqui.

      primeiro: você, por ser quem você é, não pode reforçar a heteronormatividade.

      agora vamos devagar...

      isso de roupas femininas - não é questão de sexualidade, vai mais pra questão de gênero. agora, a razão de você sentir isso, eu sei muito pouco pra opinar. pode ser que você seja uma pessoa transgênero, eu recomendo pesquisar sobre pessoas trans, pra ver o que é. lembrando que não existe só pessoa trans dentro da binária, poderia ser genderfluid também. às vezes nem é isso, tem as drags que fazem isso por uma questão mais performáticas e não de sentir que seu gênero verdadeiro é outro. pelo que você disse, poderia até cair em questão de fetiche sexual de querer duas pessoas dentro desses ~papeis~. ou pode não ser nada disso, vestido, maquiagem, todo esse blablabla mais considerado feminino, não são realmente "de mulher", só são associados assim, e pode ser uma busca sua pra se livrar desses padrões impostos de gênero e viver de uma forma mais autêntica pra você mesmo, vestindo como se quiser e agindo como quiser além da maneira esperada.

      e, como você disse, pode ter aí também algum preconceito enraizado e algo que te faz querer reforçar isso. daí eu diria pra tu ver se isso tá te bloqueando de alguma forma. tipo conhece um cara mais "feminino" legal, mas queria/tenta forçar ele a ser de outro jeito? tipo, se você sente atração por homem, porque você rejeitaria um cara legal por não se encaixar a um papel que você espera? se isso tá acontecendo, pode ter um preconceito enraizado aí porque acontece mesmo

      enfim, acho que não te ajudei muito, eu realmente não tenho como definir o que você sente - mas você tá procurando entender, estudando, e isso é importante. eu recomendo pesquisar sobre pessoas trans e drag e papeis de gênero e desconstrução de gênero, principalmente a masculinidade no seu caso.

      você veio parar aqui pela heteronormatividade, então acho que talvez você esteja procurando um pouco pelo lado errado - heteronormatividade é sexualidade, insistir que um homem (não importa se afeminado ou que papel tenha) sinta atração por mulher (não importa como seja também). Podia ser um homem de vestido e cabelo grande namorando uma mulher de terno e empresária, ainda seria heteronormatividade.

      acho que a sua questão envolve mais gênero.

      Excluir
    2. e só pra constar: uma pessoa hétero por ser hétero não tá reforçando a heteronormatividade, não é pra ela deixar de namorar e o caramba por causa disso. esse post fala mais em questão de representatividade, tipo como é mostrado em filme, os jornais apresentam e também como a gente fala por aí sobre isso. como a gente trata como se nenhuma sexualidade além de ser hétero existisse. o problema é esse, não a pessoa ser hétero

      Excluir
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    4. O livro O mito da fragilidade (Colette Dowling)pode te ajudar. Fala sobre a construção de gêneros, ou seja, o gênero como algo aprendido e não como algo natural.

      Excluir

Posts Populares

INSTAGRAM