Animação Divertida Mente

Divertida mente: agora sei porque algumas músicas não saem da minha cabeça

25.11.15Taiany Araújo

*O título do post não tem nada a ver com o texto, não vamos falar sobre música. Mas queria deixar esse título porque é uma referencia ao filme. E se vocês quiserem saber porque algumas músicas não saem da sua cabeça, assista Divertida Mente.

Sabe quando você assiste a um filme e pensa "dá pra fazer a prova sem ler o livro *-*", ops, pensamento errado, na verdade é quando você pensa "Caraca, eu aprendi tudo isso que tão falando aí"? Foi o que eu senti vendo o filme Divertida Mente. Além de ser uma animação super fofa, ainda por cima aborda a linha teórica da psicologia que eu me identifico e gosto de estudar, então é claro que quando anunciaram o filme eu fiquei louca pra assistir e perseguindo todos os vídeos que vazaram na internet. E cara, o filme é muiiiiiito legal, e explica certinho as coisas que aprendi e não sei explicar u.u

O legal é que todo mundo entende o que o filme quer passar, você não precisa ter estudado psicologia pra isso. É como se fosse um filme didático sem a parte do didático (se é que isso faz sentido).

Mas pra quem não viu o filme ainda, me deixa dar aquela explicada marota pra ninguém ficar perdido.

O filme mostra o que se passa na cabeça de uma menina de 11 anos que está se mudando para outra cidade, e praticamente quem conta a história são as emoções dela. Então temos as emoções base, que estão conosco desde o momento em que nascemos, temos nossas memórias e tudo o que fomos aprendendo e vivendo ao longo da nossa vida. E como nosso cérebro é um órgão mega sagaz, ele sabe o que precisa armazenar e o que não é tão importante naquele momento. São essas coisas que formam nosso psiquismo. É legal vermos como algumas coisas acontecem, e o porquê delas nos afetarem emocionalmente.

Segundo o Adoro Cinema:

Riley é uma garota divertida de 11 anos de idade, que deve enfrentar mudanças importantes em sua vida quando seus pais decidem deixar a sua cidade natal, no estado de Minnesota, para viver em San Francisco. Dentro do cérebro de Riley, convivem várias emoções diferentes, como a Alegria, o Medo, a Raiva, o Nojinho e a Tristeza. A líder deles é Alegria, que se esforça bastante para fazer com que a vida de Riley seja sempre feliz. Entretanto, uma confusão na sala de controle faz com que ela e Tristeza sejam expelidas para fora do local. Agora, elas precisam percorrer as várias ilhas existentes nos pensamentos de Riley para que possam retornar à sala de controle - e, enquanto isto não acontece, a vida da garota muda radicalmente.

E porque eu vim falar tudo isso hoje? Porque achei um vídeo super legal falando do filme e é claro que quis trazer pra cá:



TAGS: , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

0 comentários

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *