clube de escrita Dana Martins

Clube de Escrita: Escrever quando você tá na merda

29.11.15Dana Martins

Imagem de capa: Arte conceitual de Tomb Raider que mostra ela de costas no topo de uma montanha com a mão na barriga observando ao longe umas cidades no deserto que parecem destruídas - fumaças saindo, helicópteros passando.

ESTOU DE VOLTA. E, mais uma vez, eu completei o NaNoWriMo. Por um segundo ali nem eu acreditei que ia conseguir. Então eu vou falar sobre... as duas últimas semanas. Acho que tinha tudo pra não escrever nesse NaNoWriMo. As coisas estavam tão apertadas que chegou um ponto em que eu tava pensando "eu vou vencer, não dá nem pra perder tempo duvidando." E aqui está um pouco... do que saiu. 


Então, se você acompanhou o Clube de Escrita ao longo do mês, sabe que aconteceu algumas merdas. Tipo eu não ter conseguido terminar de editar a minha última história a tempo de começar uma nova no Nano. O que eu só consegui realmente fazer dia 14 de novembro.


Daí acontece que no dia 17 de novembro eu viajei com a minha família por uma semana. 

Então se for parar pra pensar, eu só fiquei livre pra começar DE VERDADE o NaNoWriMo dia 25 de novembro. E nem tanto assim. 

Eu já fiz um post aqui sobre coisas que eu queria assistir em novembro e eu não estou brincando quando digo que todas são MUITO importantes pra mim. Só seria pior se The 100 tivesse lançando junto. Ah! E eu falei que o meu irmão está aqui? Ele é um amorzinho, mas... fica atrás de mim o tempo inteiro e faz chantagem emocional de que eu não estou passando tempo com ele. 

Sinceramente, acho que nesse novembro eu não tinha tempo pra escrever. Mas o que é um desafio se não tem emoção, né? ;x

No gif: Lara Croft pendurada com uma mão só na ponta de um penhasco em um ambiente todo cinzento com nuvens no fundo brilhando com relâmpagos e névoa ao redor
Com emoção......

Vou falar a verdade, eu duvidei da minha sanidade. Pra que isso? Eu não posso só deixar pra depois? Começando na metade do mês eu consigo chegar lá? Eu não faço ideia se eu realmente vou conseguir dessa vez. 

Quando eu parei pra fazer as contas:



Mas aí eu fiz o que eu sempre faço no NaNoWriMo: um passo de cada vez. Eu não posso me preocupar com se eu vou conseguir algo num futuro distante, porque eu não tenho como saber o futuro, mas eu sei de agora e agora eu vou sentar o rabo e escrever. 

Então desde o início eu fui com essa mentalidade. Eu estou fazendo a edição agora, vou me preocupar em fazer a edição. Eu tive que escrever um novo capítulo inteiro editando, então eu já dei um empurrãozinho na minha meta. Aí, como eu já falei esse mês, também acabou que eu escrevi uma história inteira de umas 6 mil palavras. 

Ou seja, dia 14 de novembro eu já tinha 8353 palavras. Eu só tinha que escrever uns 41 mil palavras nos outros 16 dias. 

No gif: Tomb Raider pulando para uma montanha de pedra na neve e fincando o martelinho de escalada.


Aí eu comecei já entregando o primeiro capítulo de uma história que eu to fazendo com a minha amiga, pra ela poder ficar livre pra escrever o segundo. 

Vou te falar, é complicado editar e voltar a escrever depois, porque são habilidades diferentes. É tipo quando você vai jogar um jogo no controle do xbox e depois no controle do playstation e sai apertando um monte de merda. Enquanto na edição eu fico atenta a como escrever, na hora da escrita eu só coloco pra fora. Mudar de repente difícil porque todos os meus sensores ainda estão ligados. Levou um tempo até eu realmente chegar ao ponto de escrever sem pensar. 

Dica: escrever com cronômetro me ajuda porque eu foco em sair escrevendo desesperada e não dá tempo pra ficar pensando. 

Eu tenho que ficar dizendo pra mim "só escreve. escreve. de qualquer jeito. vai. não pensa. pode falar desse jeito ruim mesmo."

Outro problema foi que... a história que eu planejava escrever - um Harry Potter au pequenininho com os personagens de The 100 em Hogwarts - eu esqueci completamente do que eu ia escrever. Eu já tinha imaginado até o final, ia ser fácil justamente por isso. Mas eu lembrava? Não.

No gif: Um monte de peixes dentro de bolinhas de plástico com água flutuando no mar e um deles pergunta "E agora o que fazemos?" (cena de Nemo)
fui colocar um gif de Jessica Jones e esse foi o melhor que eu encontrei na tag dela

E na correria que eu tava não é como se eu tivesse muito tempo pra ficar olhando pra o teto, refletindo, tentando resgatar aquela minha inspiração inicial. O problema da inspiração é que ela é tipo um raio, você é atingido naquele momento e tem que colocar pra fora, ou adeus. Isso é ok quando eu escrevo posts, porque são textos de 2 páginas. Agora histórias são grandes. Essa de 6 mil palavras (que é pequena) eu fiquei umas 12 horas direto escrevendo pra terminar. Ou seja, se eu queria escrever meu Harry Potter au do jeito que ele veio o mundo, ou eu rezava pra ser atingida pelo mesmo raio outra vez ou eu ia em frente de qualquer jeito. 

No gif: Vemos as costas de um cara muito musculoso grandalhão com um capacete estranho de metal quebrando paredes com a cabeça enquanto passa correndo

A sensação é essa.

Foi uma merda no início, mas eu sabia o que tinha que fazer e fui em frente. Acho que durante a viagem foi a primeira vez que eu cheguei em um momento de "wow, isso tá ficando bom!" e ansiedade pra escrever mais. (eu consegui escrever uns 2 ou 3 dias viajando) 

Dica 2: estar preparada pra escrever ajuda. tipo, se eu penso "ah, não vai dar pra escrever", eu já nem tento. agora se eu fico atenta às possibilidades, qualquer momentinho que todo mundo senta pra tomar um café se torna uma possibilidade de abrir o notebook e digitar algumas palavras. 

Dica 3: fone de ouvido ajuda. mas pode ser ou não que você não escute as pessoas gritando que tá todo mundo no carro já

Quando eu voltei de viagem (eu cheguei a dizer que eu passei muito mal na viagem? passei) e depois de dormir um dia inteiro, EU FINALMENTE PODIA

assistir Jessica Jones, A Esperança, jogar Tomb Raider... 

ah! e é, escrever

25 de novembro

No gif: Uma garota loira com casaco de lã colocando uma máscara azul nos olhos e fazendo uma pose de super-herói


Eu escrevi umas 25 mil palavras em 4 dias. Do dia 25 (quarta) até o dia 28 (sábado, ontem) eu acho que fui viver em uma dimensão paralela e não sei exatamente o que aconteceu. Eu sei que nesse tempo:

1- Assisti os 13 episódios de Jessica Jones, que foi MARAVILHOSO. Eu preciso de mais, não sei o que fazer
2- Meu irmão zerou Alan Wake, que curiosamente é uma história de terror protagonizada por um escritor, então estou eu sentada do lado do meu irmão escrevendo e na tela personagens retornando pra atormentar o escritor e gritos aterrorizadores dizendo A SUA DEADLINE ESTÁ CHEGANDO. (super divertido, o jogo é sobre uma força maligna que quer obrigar o escritor a escrever uma história) 
3- Eu terminei de ler Alias da Jessica Jones
4- Eu escrevi 2 posts sobre Jessica Jones (que talvez um dia sejam postados)
5- E eu escrevi as 25 mil palavras

Eu não sei nem como? Eu não sei o que aconteceu? Eu terminei dia 28 de madrugada, com 2 dias de sobra do NaNoWriMo. Eu tava tão concentrada em escrever que eu tava atrasada e quando vi terminei antes.

Na imagem: Um print que mostra o gráfico das palavras escritas a cada dia do NaNoWriMo, em que as colunas sobem muito de repente no final.
João:
MAS GENTE
você basicamente ESCALOU a meta
​não foi nem escadinha


E esses 4 dias não foram sem problemas. O que aconteceu também é que minha história chegou no final. Faltava umas 10 mil palavras pra 50 mil e minhas hogwarts au terminou. E agora, José?

Felizmente, o tema da história é "memórias felizes", então é tipo uma coleção de memórias felizes durante o tempo que Lexa passou em Hogwarts (e acabou que teve até angst no meio, porque essa porra dessa personagem é muito ferrada). Aí eu pensei: quer saber? 10 mil palavras de fluff. Foda-se. 

Aí eu pesquisei no tumblr um prompts pra casal ou coisa tipo "imagine o seu otp" (encontrei até uns de hogwarts!) e fiz uma listagem de cenas pra escrever e foi só... escrever. Eu queria reescrever alguma cena de filme romântico fofinho, mas comecei a assistir um tão ruim que eu fiquei traumatizada e até assistir um novo episódio de Flash pareceu melhor. 

Felizmente, fui resgatada das trevas por uma mensagem do João sobre o andamento da história dele que me fez levantar e continuar escrevendo.

No gif: Uma mulher loira chega abraçando uma de cabelo escuro (Jessica Jones) que está com cara triste


No fim, a história vai sair diferente do que eu imaginei a princípio. Era algo pequeno, com umas mini-ceninhas fofas, e se transformou em algo maior. Acho que a "coleção de memórias felizes" se transformou em "uma crítica ao 'esnobismo' da cultura tradicional bruxa". E eu prevejo muito trabalho pela frente editando essa porcaria. 

Mas eu estou feliz, porque eu finalizei uma nova história que eu gosto. 

Agora eu só tô cansada, um pouco perdida porque eu foquei tanto em escrever história que preciso retomar o rumo, mas ao mesmo tempo... eu quero continuar escrevendo. Eu acho que eu tô bem perto de conquistar o que eu queria há muito tempo, que é ter um fluxo de criação de histórias como eu tenho com a criação de posts. Eu sinto que algo mudou na forma como eu escrevo.

EU CONSEGUI

No gif: Tomb Raider saindo de uma caverna em direção a luz forte do sol, a princípio ela não consegue enxergar por causa da claridade, então a imagem vai ganhando cor e ela se vê de frente para ruínas no meio de uma montanhas da cor alaranjada de barro


E se você for ver, eu tive que abrir mão de algumas coisas. Ainda não fui assistir A Esperança. Ainda não joguei Tomb Raider (mas é porque O VIDEOGAME DECIDIU PARAR JUSTAMENTE QUANDO NÓS FOMOS JOGAR. sério, acho que forças não queriam que eu jogasse esse jogo nesse mês). Ainda não fui nem ver a filha da minha prima que nasceu esse mês. Não publiquei nem escrevi tantos posts. Parei o projeto das super-heroínas. Tive que literalmente brigar algumas vezes pra ser deixada sozinha e poder escrever. 

Enfim, eu tenho muito a fazer ainda. Mas depois que terminar esse post vou me forçar a descansar um pouco.

No gif: Jessica Jones jogada no meio de um monte de sacos de lixo no chão olhando para alguém fora da imagem e gritando "eu já estava saindo!"
queria colocar um gif de jessica jones aqui. 

Eu não sei quando vai ser o próximo Clube de Escrita. Até a próxima. Espero que você tenha escrito, esteja escrevendo ou continue buscando formas de ficar satisfeito com o que você quer na escrita. Esse Nano eu vi a Anna completar 50 mil palavras e eu acompanhei de perto o esforço que ela fez há alguns anos para conseguir completar - e não conseguiu. Mas ela continuou tentando e aqui estamos nós. :)

Enquanto eu estava viajando foi o Eduardo que fez o último post, indico muito o Clube de Escrita dele: continue a nadar!

TAGS: , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

2 comentários

  1. Dana <3 <3 <3 <3 não sei nem como vc conseguiu fazer tudo isso HAUHAUHAUAH >>>>> vc é incrível <3 <<<<< parabéns!!!! (vc deve ter entrado numa realidade paralela em que os dias têm 80 horas porque olha HUAHUAHAUHAUH)

    ResponderExcluir
  2. DANA EU NÃO ACREDITO QUE VOCÊ FEZ TANTAS COISAS (!!!) VOCÊ É DOIDA, SÓ PODE kahdkagdA
    Me ensina a ser você ajdgaldd
    Parabéns, e vai descansar PLMDDS porque você deve precisar. Depois quero você de volta com toda essa empolgação! <3 ahah Sim, escalou a meta mesmo! xD

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *