bifobia bissexual

20 ideias erradas sobre bissexuais

30.9.15Dana Martins


Assim que começou o dia da visibilidade bissexual eu entrei na tag #BiVisibilityDay e o que eu encontrei? Tweets falando sobre os preconceitos enfrentados pelas pessoas bi. Foi muito interessante, porque não era nada que eu já não tinha visto. Essas pessoas completamente desconhecidas em países diferentes estão enfrentando os mesmos problemas!!

Então com a ajuda da Duda eu fiz um super apanhado pela internet pra reunir as principais reclamações (cara. elas aparecem em TODO lugar.) e reuni aqui nessa lista. Cuidado, a bifobia está mais perto do que você imagina!

1- Bissexuais não existem!!!


Apenas pare que tá feio e o dia 23 de setembro (Visibilidade Bi) é justamente pra pararem de falar esse tipo de coisa. Há pessoas que não sentem atração por só um gênero. Há pessoas, inclusive, que nem acreditam que gênero é realmente importante pra sentir atração sexual. 

Se você ainda duvida disso, volte para o primeiro post e entenda.

"Eu escondi a minha bissexualidade da minha mãe porque ela disse que não era real"

2- Bissexuais querem pegar todo mundo! 
(só se for todo mundo que reforça esses estereótipos. na porrada -nnn) 


Mas sério, isso é tão simples de entender a partir do momento que você considera que bissexuais são pessoas, como você. Tem todo tipo de gente. Algumas pessoas gostam de sair pegando todo mundo, e isso é ok. Tem gente que não. 

Se fosse assim, não existiria problema de relacionamento, porque você poderia pegar simplesmente qualquer pessoa do gênero pelo qual você se sente atraído! Sua vida amorosa tá resolvida, case agora com o seu vizinho! Wtf. 


3- Bissexuais podem "escolher" 

"Alguns de nós não podem escolher um favorito"
Acho que muito preconceito que as pessoas bi sofrem é porque pensam que eles podem simplesmente escolher com quem vão ficar. Tipo, a ideia errada de que orientação sexual é uma escolha já é muito difundida. Se você é homossexual, e você não tem a escolha de sentir atração por só um gênero, parece ser um pouco mais fácil de aceitar. Afinal, a pessoa só fica com um gênero e acabou. Mas se você é bissexual e sente atração por mais de um gênero, parece que isso dá um mindfuck na cabeça das pessoas. Tipo, por que uma pessoa bi ficaria com alguém do mesmo gênero? Pra sofrer preconceito? Correr risco de vida? E acho que é por causa dessa confusão que muitos preconceitos dessa lista surgem. A pessoa bi não é "confiável" ou só tá brincando, porque de "repente" namora alguém de outro gênero. Já vi muito comentário bifóbico tipo "ela pode me trocar por qualquer uma, menos homem" (é visto como uma traição sentir atração por mais de um gênero) ou "ele namorou com aquela garota e foi tão ruim que virou gay!!!"

Não tem muita saída pra pessoa bi. Se ela fica com alguém de outro gênero, parecendo ser heterossexual, ela é vista como alguém que tá fugindo do preconceito. Se ela fica com alguém do mesmo gênero, é alguém que tá se aproveitando e não vai levar isso a sério. Enfim, é muita mistura de homofobia (por que alguém ficaria com o mesmo gênero se tivesse escolha???) com bifobia e falta de conhecimento.

O que eu quero dizer aqui é que as pessoas não entendem realmente como é ser bissexual e não ter escolha sobre o gênero que você se sente atraído. A pessoa não escolhe gostar de uma menina, depois de um menino ou com uma pessoa não-binária. Ela não escolhe que aquilo seja bom, independente do relacionamento prévio. E por causa da bifobia as pessoas enxergam isso como se a pessoa tivesse >escolhendo< estar de um lado ou de outro. Bissexualidade não é escolha. (mas se fosse, eu provavelmente escolheria isso)

A parte mais difícil de ser bissexual é que eu não consigo encontrar um jeito de dizer isso
pra todo mundo que me ama de um jeito que eles vão ficar completamente confortáveis. 

Importante: "por que é necessário fazer os OUTROS se sentirem confortáveis?"

4- Bissexuais não são fiéis. 
(tem gente babaca em todo lugar, isso não tem a ver com sexualidade.)

Tradução: Com todo respeito, isso não faz muito sentido.

A bissexualidade é uma atração sexual por mais de um gênero. Só isso. Ser fiel não tem nada a ver e qualquer um pode ser ou não. Sério, tem noção do quanto isso não faz sentido e é bifóbico? É como nos Estados Unidos chamar todas as pessoas com nome Mohammed de terroristas. É apenas... horrível. ._.

(tweet já traduzido pra facilitar) aqui tweet original para dar RT


5- Bissexuais querem ter um relacionamento aberto 
Hm... não? 


Nem afirmar no meio do namoro que "sou bissexual" significa que vai querer pegar outra pessoa. 

Quando você tá num relacionamento sério, a sua capacidade de se sentir atraído por qualquer outra pessoa no mundo desaparece? Não, porque não é assim que o seu corpo funciona (ou talvez funcione, mas de muita gente não). Você continua vendo pessoas bonitas. Você continua vendo pessoas com quem você ficaria. Mas não quer dizer que você queira agir. Que você vai ter um caso de verdade. Você já encontrou o seu amorzinho e tá de bem ali. A mesma coisa pra pessoas bissexuais. Ser bissexual é só uma descrição de como o corpo da pessoa funciona. 

É tipo ver um filme quando tá namorando. Você pode gostar do ator/da atriz/doatorEdaatriz e isso não vai acabar com seu namoro. 

6- Bissexuais querem pegar várias pessoas ao mesmo tempo


Não. Pessoas bi podem sentir atração por mais de um gênero, é bem diferente de querer ficar com eles ao mesmo tempo. Aliás, tem pessoas bi que nem sentem atração por mais de um gênero ao mesmo tempo. Em um momento ela tá mais atraída pelo gênero feminino, depois pelo masculino... Ainda bi.

Não confundir com: poliamor

minha fantasia é ter dois homens de uma vez só
Um cozinhando, outro limpando 

7- Bissexuais querem fazer threesome (sexo a três)

"Você já fez um threesome?" "Não."
"NÃO FEZ?" "Só porque eu sou bissexual?" "É... sim"
"Você entende o significado de bissexual? Não significa que você faz sexo com duas pessoas ao mesmo tempo."

Você pode querer, e isso é ok, mas não tem nada a ver com a sua orientação sexual. Ser bissexual não dá permissão de você convidar a pessoa para uma threesome

e se chegar lá e não quiser mais, também é ok. 

8- Bissexuais são todos safados


Gostar de sacanagem não tem nada a ver com orientação sexual, nem ser extremamente sedutor/dono da própria sexualidade. E acho que isso é um problema sério de representação bi, porque sempre escolhem os personagens mais ~sensuais~ e ~duas caras~ para assumir que são bissexuais, tipo a Mística. 


9- Só vão saber com certeza se são bi se ficarem com mais de um gênero 


Não. Se for assim, como é que alguém sabe sobre a própria sexualidade antes de ficar com alguém? Você lá pequeno - como você sabe se quer ficar com a garotinha ou o garotinho? Aquele gif do Rony ali em cima me fez lembrar que o primeiro garoto que eu quis namorar foi o Rupert Grint, eu nunca precisei ficar com ele pra saber disso.

A única diferença aqui é que bissexuais vão perceber que não é um ou outro. Às vezes por causa da heteronormatividade ou a imposição de que tem que escolher um ou outro, a pessoa pode perceber só bem mais velha que aquela "admiração" era atração. Ou às vezes só até sentir atração mesmo quando tá mais velho, a Cara Delevingne só percebeu que era bissexual com 20 anos

10- Pra ser bi você tem que sentir atração igual por gêneros diferentes

"Talvez você apenas não entenda bissexualidade"

Cada pessoa experimenta atração sexual de uma maneira única e uma série de fatores influenciam. Imagina duas mulheres hétero que não sentem atração pelo mesmo cara. Como isso é possível? Elas não deveriam supostamente sentir atração por homens? Supondo que você, leitor, é monossexual (sente atração por um gênero só), como é que pode ter alguém desse gênero que você não gosta? Tem gente que sente atração mais por mulher, outros por homem, outros por gêneros não-binários, outros são iguais pra todo mundo, etc, etc. É bem simples: a bissexualidade está aqui pra mostrar que quando você sente algo por mais de um gênero, isso é real. Porque É REAL. Não importa como seja.

Não sei se isso é um exemplo legal de que você pode escolher a própria identidade, ou se é um exemplo triste
de que a bifobia é tão grande que é simplesmente mais fácil fingir que não existe. 
De qualquer forma, isso é um exemplo de que às vezes você pode sentir atração por mais de um gênero em 
proporções diferentes. Aliás, é uma forma de refletir que ser bi que gosta mais de um gênero não é só questão de
"ok, eu gosto mais de mulher, então ficar com mulher é melhor do que ficar com homem", 
é mais pra "eu vejo mais mulheres que mexem comigo do que homens" 


11- A pessoa tá passando só por uma fase!
(sim, daquelas que dura a vida inteira)

"Não sei por que eu não posso fazer os dois"
Você não precisa escolher qual gênero você quer ficar. Se alguma vez a pessoa já mostrou que sente atração por mais de um gênero, ou até mesmo quer, ela pode ser bissexual.


12- Que você finalmente "escolheu um lado" quando começa um relacionamento sério
(sim, o lado bissexual.)



A pessoa não deixa de ser bissexual quando tá com alguém. O contrário disso seria o que? A pessoa hétero é assexual até começar a namorar alguém? Orientações sexuais são uma descrição de como o seu corpo sente atração. Ele continua sentindo atração independente de com quem você esteja.

"Não. Você ainda é hétero se você tá com alguém, e - se você terminasse com essa pessoa, ou ela morresse, isso
não faz a sua sexualidade parar de existir. Não funciona desse jeito."

13- A orientação sexual é definida dependendo de com quem você tá

hmmmmm... não! 

"Você não simplesmente vira gay"

Essa provavelmente é a ideia errada mais impregnada. Tem noção de que eu pesquisei mil vezes se a Angelina Jolie era bissexual antes de colocar ela na capa do primeiro post? (só porque ela tá casada firme e forte com o Brad Pitt) E só porque eu não sabia de nenhuma namorada da Halsey (no álbum ela só fala de relações com homens) eu fiquei na dúvida se ela realmente era. Ou quando saíram fotos da namorada da Kristen Stewart, eu logo pensei que ela era lésbica. Wtf, Dana. A pessoa ainda é bissexual independente de com quem ela esteja (ou não esteja).

"Sim, eu casei com um homem incrível, mas isso não muda a minha sexualidade, não muda quem eu sou.
Eu entrei em uma relação monogâmica e poderia ter sido com uma mulher."


14- Bissexuais são metade hétero, metade gay
Não, eles são 100% bissexuais.



E sentir atração por mais de um gênero não significa que vai sentir atração de "menor qualidade". Parece fácil de entender, mas outro dia vi um trecho de Glee numa parte que a personagem da Santana beija a Demi Lovato, aí o diálogo é tipo "Eu só fiquei com garotas bissexuais até aqui!" x "Você precisa conhecer alguém que gosta 100% de garotas!" Bissexuais sentem 100% atração, não é só porque sente atração por mais de um gênero que tá pela metade ali.

Lembre-se, bissexualidade não significa no meio do caminho entre gay ou hétero. É uma identidade própria. 

15- Bissexualidade não é tão importante

"Bissexuais são altamente ignorados, discriminados, demonizados ou tornados invisíveis tanto pelo mundo heterossexual quanto pelas comunidades gays e lésbicas. Muitas vezes, toda a orientação sexual é marcada como inválida, imoral ou irrelevante." (Como se não fossem "gays ou héteros o suficiente" pra pertencerem em algum dos mundos/comunidades)

"É chamado de LGBTQ por uma razão. Tem um B ali e não significa badass! Tudo bem, meio que sim, mas também significa bi!
Novamente, ser bissexual não é considerado completo o bastante. Significante o bastante. Isso é bifobia, gente. Se você é bi: saiba que seus sentimentos são válidos do jeito que são, você não é metade nada, você enfrenta problemas particulares que são válidos e você tem o direito de ser visível. GIRL THE HELL UP, BISSEXUAIS!


16- Bissexuais são gays/lésbicas no armário (ou heterossexuais experimentando)

"Quando eu me assumi para os meus pais eu disse que era 'bissexual' também'

É justamente esse tipo de bifobia que faz a pessoa ter medo de assumir a bissexualidade. A pessoa quer dizer que existe e em troca recebe uma resposta condescendente "relaxa, você ainda vai chegar lá" ou o "é só uma fase". Naaaaaaaah. A pessoa já chegou lá: ela é bissexual.

17- Bissexuais têm problemas de comprometimento

Outro pra lista de "coisas que não têm nada a ver com orientação sexual". Parem de transformar pessoas bi no estereótipo de tarado devasso que topa tudo e não quer nada sério 2016!!11!

18- Só garotas são bissexuais (homens bissexuais não existem!)



Mulheres bi são sexualizadas e homens bi são "desprezados" e esquecidos ou "só estão com medo sair do armário". Homens podem ser tão bissexuais quanto mulheres. vlw flw Eles são, na verdade. Mas você vai encontrar nesse post e nas nossas futuras listas muito mais mulheres, porque de algum modo a ideia de um homem bissexual é menos válida ainda.

Além disso, essa é primeira ideia errada baseada em gênero. Todas as outras 17 são preconceitos que homens e mulheres bissexuais sofrem. 


19- Garotas bi só querem excitar os homens 


Mini-história: Eu conheço uma pessoa super homofóbica e uma vez na minha vida pré-histórica estávamos conversando, aí ela disse "que nojo homens se beijando. mulheres... até tudo bem, né?" Foi um momento memorável, porque ele ficou preso num buraco entre a homofobia e o machismo. Segundo a homofobia, o certo é odiar qualquer coisa que tenha a ver com duas pessoas do mesmo gênero juntas. Já segundo os parâmetros de masculinidade, tem que gostar muito de mulher, ainda mais mulher se pegando. Então o que é o considerado certo pra dizer nesse caso? #mindfuck

Mas enfim, aqui é uma mistura de lesbofobia, homofobia, bifobia, machismo braba. Começa com a ideia de que as mulheres não podem fazer sexo porque querem (por que 2 mulheres iam se pegar se não pra um homem ver? até parece que elas têm uma sexualidade própria!!!), aí junta com o fato de que bissexualidade não é considerada uma orientação sexual válida, então por que outra razão uma garota que sente atração por homens ia querer ficar com outra garota, né? 

foco no incompetente ali atrás
Aliás, explorar romance entre duas mulheres - pra homem ver - é um problema sério de representatividade. 

20- Tá sendo bissexual pra chamar atenção

"Alguns membros LGBT questionam Miley Cyrus e Lady Gaga dizerem que é bissexual"
obs: Miley Cyrus se identificou como pan


Por fim, essa questão de que a bissexualidade é muito desvalidada como "é só pra chamar atenção". Seja a pessoa famosa - ah, é pra ganhar dinheiro, pra causar polêmica, pra agradar o público. Seja a pessoa comum - ah, é pra experimentar, é uma fase, é pra brigar com os pais. Minha resposta pra isso é: foda-se. A pessoa faz o que quiser com a vida dela. Não muda o fato de que algumas pessoas sentem atração sexual por mais de um gênero e que isso é possível. Se tem algum babaca se aproveitando disso? Não importa. O que importa é que ficar duvidando do que a pessoa diz é só uma forma de apagar a bissexualidade.

Como ficam as pessoas bi nisso?

A maioria das pessoas que eu conheço pensa que bissexualidade não existe e que garotas fazem isso pra chamar atenção...
eu estou morrendo de medo de me assumir.

+++

Acho que tudo isso se resolve quando a gente entende que bissexualidade é uma orientação sexual real, que existem pessoas que sentem atração por mais de um gênero, e que essas pessoas são... pessoas. Então você vai ter algumas que vão se encaixar nesses estereótipos - e é tudo bem. Foda-se se a pessoa quer fazer threesome. Ou tem medo de entrar num relacionamento fora da heteronormatividade. Vai ter muita gente babaca também. Mas isso não é uma exclusividade das pessoas bi e muito menos a realidade de todos os bissexuais.

Forçar esses estereótipos é destrutivo - primeiro porque a pessoa pode começar a pensar que tem que ser isso, desvalidar a própria sexualidade, os próprios sentimentos, pensar que tá ficando maluca ou que tem que gostar de ficar com 50 pessoas de uma vez só; segundo porque não dá espaço para as pessoas bi se fortalecerem além disso; terceiro porque entender a bissexualidade é um passo crucial para todas as pessoas entenderem um pouco mais sobre como a sexualidade dos seres humanos funciona, em vez de se prender a preconceitos levado pelo medo. Gostar do mesmo gênero é ok. GOSTAR DE MAIS DE UM GÊNERO TAMBÉM.

Até o próximo post de Visibilidade Bissexual.
Cuide bem dos bissexuais da sua vizinhança. <3

A ironia é que o Loki que é bissexual, mas ok 

TAGS: , , , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

11 comentários

  1. Muito bem abordado Dana. Sabe parece que dizer que é bissexual é como se as pessoas ouvissem: "pego qualquer um, sou devasso com meus sentimentos".
    Pode usar a frase para o próximo post: Bissexuais também podem ser SELETIVOS.

    Brincadeiras a parte, o ser-humano tá sempre tentando encaixar as coisas e a sexualidade não é algo que possa ser definido de forma simples, porque é complexa e em contra partida ela DEVERIA ser vivida de forma simples. Até porque ela faz parte da gente, é uma característica, assim como nós não somos só a sexualidade - e muitas vezes as pessoas nos resumem a isso.

    O que mais me pergunto é: quando alguém é hétero ninguém fala: - sabe fulano, aquele que é hétero...

    Já quando alguém é gay ou LGBT+ por exemplo, as pessoas falam: - sabe fulano, aquele que é gay...

    Não sei se fui claro na mensagem hehe. Mas eu fico de saco cheio dessa minimização que as pessoas fazem umas das outras, e principalmente o bissexual, como você citou, são consideradas pessoas incapazes de não se assumir.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Allan <3 E eu não entendo por que as pessoas reforçam isso, acho que é medo do desconhecido? Isso me lembrou algo que eu li no tumblr outro dia, que era tipo

      "Fulaninha tava com as amigas e aí disse que era bissexual, mas em seguida 'não se preocupem, eu só gosto de garotas gostosas'"

      HUAHUAHUAHA mas verdade seja dita, não acho nem que seja questão de ser seletivo (no sentido de "não fico com qualquer um"), mas justamente de ter uma sexualidade que não é baseada na ideia de gênero e envolve várias coisas pra gostar realmente de alguém. e isso de ser vivida de maneira simples foi muito bom, porque é. é tãão simples.

      O nome disso que você tá dizendo se chama heteronormatividade, a crença de que todo mundo é hétero, então isso é informação implícita e não precisa dizer "aquele que é hétero", mas ser gay ou qualquer coisa LGBT+ é um diferencial. E é por isso que eu acho tão interessante a ideia de LGBT+ (a sigla), porque não é sobre uma sexualidade ou até mesmo um gênero só. não é só sobre "ei, meu gÊnero existe também!", mas LGBT+ como bandeira começa a nos trazer a ideia de que existem pessoas de muitas formas, não só a "única" imposta na gente. acho que até é justamente ir contra a ideia de que todo mundo é igual. é isso. as pessoas não são iguais. mas elas deveriam ser tratadas de maneira igual.

      Excluir
  2. Hello Dana, sua linda! Amei seu texto (como sempre) e tbm me fez pensar (como sempre) que eu talvez seja como a Cara (<3) que se descobriu bissexual aos 20 anos kkkk. Mas, não sei ainda, não tenho certeza de nada nessa vida. Outra coisa que me pegou no texto foi o fato de se falar sobre a visibilidade das mulheres bi, principalmente citando diversas famosas. Então, queria saber mais sobre os homens bissexuais; porque é "complicado" essa relação entre os dois gêneros? E você saberia citar famosos bi?
    Thanks a lot. Grande abraço! *----*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nicole <3 Pois é, não tem idade e eu acho que o principal é: não ter medo de explorar o que você sente. Às vezes pode até dar merda e você descobrir que não quer, mas tanto faz. O que eu vejo como problema é que muita gente ignora uma possibilidade porque não sabe que pode ser assim. É o "medo" de ser homossexual, ou o fato de que "poxa, mas eu gosto de outro gênero, então eu sou hétero"... enfim, é só importante pensar que não tem nada de errado em quem você é e o que você sente. e que isso não é uma martelada de juiz definindo seu futuro eternamente. a vida é longa e tem muita coisa pra descobrir ou até mesmo mudar. :)

      Pera, eu não entendi direito essa parte "Então, queria saber mais sobre os homens bissexuais; porque é "complicado" essa relação entre os dois gêneros?" são duas perguntas diferentes? e o que quer dizer com a segunda?

      Sobre famosos: sim! vai sair aqui em breve uma lista com 40 famosos bi, homens, mulheres e não-binários. (e adorei você perguntar isso, porque eu quase morri tendo que colcoar 40 fotos ontem nesse post de famosos e tava duvidando se era necessário)

      Excluir
    2. Ok.Desculpa pela confusão aê. Pode se considerar como duas perguntas então... A primeira é porque eu queria saber mais sobre os homens bissexuais em geral, já que você focou mais nas mulheres nesse post (mas isso que isso é respondido pelo fato de você dizer que haverão mais posts falando sobre famosos homens e etc). A segunda refere-se ao que você falou: "Homens podem ser tão bissexuais quanto mulheres. vlw flw Eles são, na verdade. Mas você vai encontrar nesse post e nas nossas futuras listas muito mais mulheres, porque de algum modo a ideia de um homem bissexual é menos válida ainda." Porque isso? Entende? Sei que há a questão do machismo, mas porque até nesse tipo de discussão onde querem mostrar a bissexualidade como um grupo tem de haver também divisão e maior exposição pra determinado sexo? Ou talvez eu ainda só esteja confusa... hahaha

      Excluir
    3. Eu não tinha percebido que o texto parecia mais focado em mulheres! Desses 20 preconceitos, só um é sofrido só pelo gênero feminino (19- Garotas bi só querem excitar os homens) e mesmo assim tem um que só os homens sofrem (18- Só garotas são bissexuais). Mas percebo que tem realmente mais (ou só?) imagens de situações com mulheres ou são mulheres que tão falando. Isso é um problema de representatividade mesmo. Os homens bissexuais são mais apagados ainda (problema 18) e chega ser difícil encontrar exemplos, enquanto eu posso citar mulheres famosas e personagens bi que são bons exemplos de bissexualidade.

      Então tentando ser mais direta.

      1- 19 desses problemas os homens bissexuais sofrem. Esse é um post também sobre homens bissexuais!
      2- Por que aqui não aparece tanto homem? Falta de atenção minha. Eu simplesmente procurei sobre bissexualidade e coloquei as imagens relacionadas - e você encontra uma maioria de imagens de mulher, tanto que aleatoriamente eu fiz um post inteiro praticamente só com imagens de mulher. Como eu disse, é uma questão de representatividade - eu não tenho como mostrar imagens e homens falando aqui se eu quase não encontro (e eu usei uma em último post). Mas eu vou prestar mais atenção nisso e no post de famosos bi eu fiz questão que tivessem homens.
      3- Oki, acabei escrevendo um post inteiro sobre isso.

      E não precisa pedir desculpa! Pode perguntar. E se eu não respondi direito, pode perguntar mais. E você tiver algo pra acrescentar: por favor.

      Excluir
    4. Certo Dana. Creio que os nós estão se desfazendo na minha cabeça agora. Vou esperar pelos próximos posta pra ver se tenho algo mais a acrescentar. Muito obrigada pela sua atenção; espero sinceramente que você não se afaste do blog, esse lugar é ainda mais maravilhoso com você dentro. Se cuide <3

      Excluir
    5. Fui ver na agenda agora e (até o momento) o post sobre homens bi sai na quarta. E o de 40 famosos sai amanhã \o/ E eu totalmente não esperava esse final no comentário. Acho que são posts como esses e comentários como esse que colocam o meu pé no chão e me fazem repensar. Acho que é isso que eu quero fazer aqui e enquanto ainda resta o que fazer - e gente interessada - eu posso continuar aqui!

      Muito obrigada, Nicole <3

      Excluir
  3. Fica difícil ter que comentar em todos os posts que eu leio. Mas fazer o que né. Quando a coisa é boa a gente é obrigado a apreciar e dar a nossa "crítica" sobre.
    Bom, eu adorei d+ esse post. Sim, como disseram, parece mais focado na parte feminina do negócio, mas eu te entendo, não é fácil encontrar "bissexualidade masculina" porque os homens tem muito medo de se assumir bissexuais, e até mesmo gays.
    Eu achei interessante a parte que coloca a bissexualidade como uma "porta de fuga" para o gay quando vai se assumir. Eu não acho errado, se ele se consertar depois. Eu acho, na verdade, super válido. Até porque não temos certeza de nada nessa vida, como a moça do comentário anterior disse suahsuash
    A melhor parte do texto, na minha opinião, é claro que é a que você diz, simplesmente, "foda-se".
    Eu acho que essa é a resposta mais válida pra tudo o que acontece nessa vida.
    "Simplesmente é o que EU quero, então, foda-se. E cale a boca, antes que eu vá embora e te deixe falando sozinho."
    Queria contar um caso meu.
    (Novamente, eu excedi :v)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. u conheço um garoto há 2 anos, pelo virtual. Nos conhecemos em página de anime e amigos em comum.
      Eu não conversava muito com ele, mas sabíamos que moramos "perto". (Acredite, mais perto que muitos outros)
      Há alguns meses (já somos maior de idade, acho que facilitou), nos conhecemos pessoalmente, aqui no Parque do Ibirapuera, em SP.
      Eu me envolvi com ele (ele é gay(assim que ele se assume)), e acabei gostando muito dele (não tenho certeza se é queda, amor, paixão, desejo sexual, enfim). Sei que eu tenho muito o desejo de namorar com ele.
      Outro dia (há algumas semanas), estávamos conversando sobre essa história de namorar, e eu deixei claro que meu desejo era namorar com ele.
      Ele é MUITO (sabe o que é muito? Então) medroso.
      Além de todos os medos relacionados a um relacionamento sério que todos temos, sobre perder amizade, e bla bla bla; ele acabou por entrar no assunto da minha bissexualidade.
      Ele deixou claro que sentia medo de estar comigo e eu troca-lo.
      Eu expliquei meu ponto de vista, mas ele é bem teimoso. Vejamos se concorda comigo.
      Eu sou bissexual, mas estou gostando muito de UM garoto. Esse garoto me faz bem. Seu abraço me leva às nuvens. Seu beijo me desperta borboletas no estômago. Seu sorriso me aquece por dentro. E eu não consigo parar de pensar nele um segundo sequer do meu dia.
      Você acha possível eu trocar ele por quem quer que seja, agora?
      Ta, tem gente que não tem o mesmo "caráter" que eu. Mas, no caso do medo dele, você acha possível eu trocá-lo por uma garota?
      No meu ponto de vista, seria até uma prova de amor não "ir atrás" de ninguém mais.
      Eu, que tenho uma "gama" maior de pessoas que possam me atrair, vou deixar de ficar com QUALQUER UMA por causa de um único garoto que preenche todo o meu coração, só de meus olhos avistarem-no de longe.
      Eu juro pra você que eu tento entender, mas é estranho.
      Eu estou passando por vários apertos sobre essa parte da minha vida que me consomem mais rápido que a temperatura mais alta que o fogo pode chegar.
      Mas o que eu queria dizer é isso: Como você disse, "rótulo" não significa nada. Bissexual é apenas alguém que se sente atraído por mais de um gênero.
      Na verdade, acho que o termo acabou se adaptando ao tempo. Acho que foi criado pra representar os dois sexos, e ao fim acabou por abranger uma "população" maior.
      Só, finalizando.
      Claro que é um certo egoísmo (não sei se é a palavra certa) meu. Mas você poderia tentar não classificar como binário e não-binário?
      Tudo bem que muitas pessoas não são ofendidas com isso, mas eu acho, de certa forma, ruim. Acho que é mais um rótulo a ser colocado. Acho meio desnecessário. Além de parecer que somos máquinas e tals.
      Ao meu ver existem 2 sexos: masculino e feminino.
      Uma pessoa trans não se identifica com o seu próprio sexo e decide "mudá-lo".
      Uma pessoa assexuada não sente atração por nenhum sexo, porém continua fazendo parte de um dos 2.
      Uma pessoa pansexual, talvez, se sente atraída por qualquer "tipo" de pessoa, sendo ela homossexual, heterossexual, bissexual, transsexual, assexuada, pansexual, homem, mulher, gordo, baixo, cabeludo, malhado, etc.
      Acho que dividir ainda mais os "tipos" de pessoas é ultrapassar o "gênero".
      Temos coisas diferentes, como: o tipo de atração sexual que a pessoa sente (ou não); os tipos de pessoas que atraem alguém, como aparência, personalidade, sentimental, etc; o tipo de romance (ou não, também) que a pessoa quer com outra(s); o sexo por qual uma pessoa se sente atraída, em todos os atributos anteriores. São muitas coisas a se analisar, e se formos "rotular" tudo, vão ser milhões de palavras cheias (ou vazias) de definições. Acho que o ser humano não pode ser definido. É um dos meus "lemas": "Don't Try To Define Me!". (Não, não sei inglês, mas o google ajuda pra caramba <3)
      Bom, é isso.
      Brigado por esse post mais que maravilhoso e até a próxima. Também obrigado por me aguentar.
      XOXO

      Excluir
  4. Dana muito bom o texto, mas como mistura bissexual masculino e bissexual feminino. Acho que a dica 03, eu como bissexual discordo. Claro que eu escolho sim. Poderia muito bem ter casado com homem, e ESCOLHI casar com mulher - ah por causa da sociedade, por causa da pressão, blá, blá, NÃO!! Mcasei com mulher porque a amo, e com ela posso construir uma família, coisa que outro homem jamais teria, e a ciência não evoluiu pra tanto.

    Gostei muito e indico esse texto: http://www.topvitrine.com.br/artigo/orientacao-opcao-ou-condicao-sexual

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *