Backstreet Boys CCFilmes

[Resenha] Magic Mike XXL e a ascensão do olhar feminino

8.8.15Elilyan Andrade



Sinopse oficial: Três anos após Mike ter deixado a vida de stripper durante o auge de sua carreira, Magic Mike XXL reencontra os demais Reis de Tampa também prontos para jogar a toalha. Porém, eles querem fazer do jeito deles: incendiando a casa com uma última performance em uma convenção de strippers. No caminho para o seu show final, Mike e os Reis de Tampa aprendem alguns novos movimentos e sacodem o passado de maneira surpreendente.

Acredita que ainda não assisti Homem-Formiga, mas já vi Magic Mike XXL DUAS VEZES?! 

E pretendo assistir de novo, porque quem se importa com um bando de heróis, dinossauros e bichinhos coloridos e fofinhos quando tem um grupo de homens lindos ao seu dispor? Atenção fanboys da Marvel, Pixar e Minions: Magic Mike XXL é o melhor filme do ano! Sim! Estou colocando MM XXL acima de Mad Max (desculpa Imperatriz Furiosa, mas você não pode competir com a bunda do Mattwew Bomer. apenas não pode). Ok, vou parar a zoação e começar a explicar o porque de Magic Mike XXL ser um ótimo filme.

Magic Mike XXL não tem nada a ver com o primeiro filme da franquia. O primeiro Magic Mike é um filme ruim, mas um ruim assistível. É algo que não deixa ninguém empolgado para uma continuação, se não estiver pensando nos corpos sarados. O filme tenta ser uma dramédia e no final não passa de um filme chato. Tire as cenas dos striptease e não sobra muita coisa para elogiar. Independentemente o quanto chato seja, Magic Mike é provavelmente, nas últimas décadas, o filme que mais atende ao olhar feminino heterossexual. É por isso que fez sucesso e, consequentemente, possui uma continuação. 

A continuação, novamente estrelada por Channing Tatum, continua a ir na contramão da maioria dos filmes e desafia o binário homem-como-sujeito/mulher-como-objeto. É bastante claro que existe uma preocupação em agradar a audiência feminina tratando as personagens femininas com respeito. Zoe (Amber Heard), Rome (Jada Pinkett Smith) e Nancy (Andie MacDowell) aparecem rápido durante a trama, mas elas são tão bem construídas que é possível discernir claramente cada uma. Diferentemente do que ocorre em outros filmes, em Magic Mike XXL as personagens femininas no roteiro não são meros acessórios, são elementos importantes para o desenvolvimento da trama.


A trama de Magic Mike XXL trata a sexualidade feminina com respeito, criticando abertamente a noção do que "uma boa mulher" pode ou não pode fazer. O fantástico discurso de Rome e seu clube privado serve para desafiar a ideia do que "uma boa mulher" é e quer. Mulheres de todas as etnias, formas e idades são seres sexuais, tais como os homens, e não devem se sentir e serem envergonhadas por expressar sua sexualidade. Além disso, em um mundo onde a sociedade não ensina as mulheres que elas devem se apropriar de seus desejos, o filme incentiva, na figura de Nancy, as mães a ensinarem suas filhas sobre liberdade sexual.

As mulheres também são ensinadas que se o sexo é ruim a culpa é nossa. Ficamos nos questionando sobre o que estamos fazendo de errado. Corajosamente o filme desafia essa noção, lembrando aos homens que eles tem o dever de perguntar as suas mulheres o que elas querem, e também lembrando a nós mulheres que devemos expressar nossos desejos e necessidades. Ouso dizer que Magic Mike XXL, assim como Mad Mad: Estrada da Fúria, é um filme feminista.   

Warner, quero um filme só da Rome pra ontem!
Quanto as personagens masculinas quero dar destaque ao trabalho feito com Big Dick Richie (Joe Manganiello) e Ken (Matthew Bomer). Com as ausências (não sentidas) dos atores Matthew McConaughey e Alex Pettyfer que decidiram não participar da sequência, Manganiello e Bomer foram agraciados com um melhor desenvolvimento de suas personagens. É impossível não vibrar e torcer pelos strippers quando, enfim, passamos a conhecer suas motivações e sonhos. 

Motivações e sonhos continuam a ser o foco principal da franquia, mas diferentemente do primeiro, o roteiro escrito por Reid Carolin trata do assunto de forma divertida. O roteiro cita a crise econômica sem ser pedante ou com tom de “dono da verdade”, assim como fala sobre drogas (sai o drama do vício, entra as drogas por diversão), preconceito e racismo. É interessante observar que um filme que se propõem claramente apenas entreter não tem medo de colocar o dedo na ferida, mesmo que casualmente.



Além do roteiro, outro ponto positivo do filme é a trilha sonora. Uma soundtrack que tem Backstreet Boys merece ser elogiada. A seleção musical escolhida é excelente e muito bem inserida no filme. Além da música da "maior boyband da história", de acordo com o personagem de Joe Manganiello, destaco “Pony” e as canções cantadas por Matthew Bomer (sim, além de lindo, ele canta). 

Infelizmente nem tudo é lindo no filme. Confesso que a edição e cinematografia malucas de Steven Soderbergh me incomodou, particularmente na cena noturna da praia, pois deixou o filme em alguns momentos confuso. No geral, Magic Mike XXL é um filme sem grandes pretensões que agradará bastante aqueles que procuram uma dramédia divertida, onde as mulheres vêm em primeiro lugar.  




Sobre a nota: Magic Mike XXL tem defeitos, não nego, mas sai da sala de cinema tão feliz, me sentindo realizada e como se tivesse comido 500 quilos de jujubas e tomado mil litros de Guaraná Jesus, ou seja, SIMPLESMENTE AMO ESSE FILME!

***
Magic Mike XXL (2015)

Direção: Gregory Jacobs

Elenco: Channing Tatum, Joe Manganiello, Matthew Bomer, Amber Heard, Jada Pinkett Smith, Andie MacDowell, Elizabeth Banks...

Comédia, Musical - 115 min - trailer 

Nos cinemas brasileiros desde 30 de julho de 2015






TAGS: , , , , , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

5 comentários

  1. Por favor... Diz qual música do BSB...

    ResponderExcluir
  2. Assistir Magic Mike e concordo com vc não passa de um filme pra chamar atenção das mulheres, como existe tantos pra chamar atenção dos homens, com um mera imagens estereotipada, embora chego a pensar que esse filme possa ser uma critica! lol achei a historia sem pé nem cabeça precisa de um fim,oque é aquilo? n pode terminar assim? adorei saber que tem continuação no Magic Mike XXL preciso assistir

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lenna, não acho que Magic Mike seja uma crítica, mas acredito que os produtores, roteirista e diretor o tenha levado muito a sério. XXL é bem melhor justamente porque não se leva muito a sério. É uma continuação que não tem relação nenhuma com o filme anterior, tanto que nem precisa ter assistido o primeiro para entender direitinho a trama.

      Assista, você não vai se arrepender. E se acontecer de não gostar foque no positivo: Joe Manganiello sensualizando ao som de BSB vale o preço do ingresso. ;)

      Excluir
  3. Eu não o culpo por ter visto este filme duas vezes! Sem dúvida um dos melhores filmes de 2015 foi Magic Mike XXL. E perdemos ver esses amigos juntos, estou feliz filme quelatos tem sido tão bom, eu duvido que haverá um terceiro, mas se assim for, seria uma grande notícia.

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *