CCDicas CCSociedade

O meme Not All Men (o problema do nem todo homem)

26.3.15Dana Martins


Eu tava escrevendo um post sobre representatividade onde eu cito o Not All Men e percebi que muita gente poderia não saber o que é, apesar de sempre aparecer em discussões, então aqui está explicando sobre o meme e o problema de rebater assuntos com o "nem todo homem faz isso"

O que é Not All Men?

"Not all men" ("nem todo homem") é o que normalmente dizem quando alguém faz uma generalização sobre homem, falando tipo "mas nem todo mundo é assim!". Com um tempo, isso virou um meme para satirizar essa mania de dizer isso no meio de uma discussão, porque não acrescenta em nada.

Aqui  o tweet da @sassycrass que transformou o Not All Men em meme:

EU: Homens e garotos são socialmente instruídos para não nos ouvir. Eles são ensinados a nos interromper quando-HOMEM ALEATÓRIO: Com licença, mas nem TODO homem. 

Isso parece uma piada, mas é bem comum em discussões, tipo:

"Os homens recebem salário maior do que as mulheres." 
Homem sobre o assunto: Mas NEM TODO HOMEM recebe salário maior. 

É lógico que nem todo homem recebe salário maior, todo mundo sabe que há exceções, mas não muda o fato de que na maioria (e de acordo com dados reais), os homens estão recebendo mais do que as mulheres. 

"Mas nem todo homem..." "Não é sobre você!"
Essa imagem explica bem. Se você não acha que a generalização te representa, então
ela não é sobre você! Dizer "mas nem todo homem..." só muda o foco do assunto.
Será que dá pra rolar uma discussão sobre algo que não seja você? 


Por que o Not All Men (Nem Todo Homem) é ruim?

"Quando um homem (apesar, é claro, de que nem todo homem) entra em uma conversa sobre uma questão feminista para lembrar quem está falando que "nem todo mundo" faz algo, ele está fugindo do foco de uma conversa que poderia ser produtiva. Em vez de contribuir para o diálogo, ele centraliza em si mesmo, se excluindo de qualquer responsabilidade ou culpa."


Ou seja, qual a necessidade disso? "Nem todo homem é assim!" tá, mas e daí? Não muda o fato de que, na realidade, esse é um problema na maior parte causado por pessoas do gênero masculino. O que você traz pra conversa dizendo que "nem todo homem é assim"? Resolveu o problema?

Não, o que acontece é que em vez de discutir o assunto (ex: homens recebendo salário maior do que mulheres),  a conversa vira sobre como existem aqueles 3 homens que recebem salário menor e como o que você tá sentindo é mais importante do que toda a diferença social que faz de modo geral homens receberem mais que mulheres.

A pessoa que diz "mas nem todos homens" não se importa com o problema, ela se importa em não ter nada a ver com o problema.  



Meu cérebro revisando o texto: Mas nem toda ressalva de generalização é problemática

Cérebro, se alguém acha que generalizações não tem ressalvas, a pessoa tem uma visão muito superficial dos seres humanos.

E essas ressalvas de "nem todo X é assim" podem ser positivas mesmo, por exemplo, pra lembrar em uma discussão sobre sexo que nem todo mundo se sente atração sexual (assexual), mas repare como o contexto muda: Nesse caso, o objetivo é conscientizar as pessoas para aumentar a visibilidade de um grupo excluído. No caso do "nem todo homem", o objetivo costuma ser "não concordo com isso porque eu não sou assim ou conheço alguém que não é assim", o que é usado pra desvalidar uma afirmação sobre um caso problemático (tipo o do salário, citado acima. "eu tenho uma amiga que recebe mais do eu, essa informação deve estar errada!!!). 

Fiz essa explicação porque eu cito o #NotAllMen em um post sobre análise de representatividade, onde é muito comum alguém aparecer para citar alguma exceção. Dizendo que "nem toda personagem é assim" ou entrando em detalhes sobre o personagem, quando não muda o fato de que no geral a situação ainda é problemática.

TAGS: , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

2 comentários

  1. Poxa, ouvi falar sobre esse meme e encontrei esse seu post. Já usei esse argumento de "Not all men" em algumas discussões e, hoje, entendo o impacto disso. Sim, infelizmente somos ensinados a não ouvir vocês, a desvalorizar e agir conforme o machismo. Muito obrigado por me elucidar sobre essa questão, nunca é tarde para aprender.

    ResponderExcluir
  2. Compartilhei na minha pagina! gratidão pelo ensinamento! ♥

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *