CCgames deuses

Smite - O jogo que acabou com minha produtividade

26.3.15Eduardo Ferreira


Imagine deuses de todas as mitologias juntos num mesmo jogo lutando uns contra os outros. Imagine Loki e Thor no mesmo time lutamos juntos por um mesmo propósito. Ou, melhor ainda, imagine Zeus, Serqet, Baco, Kali, Ao Kang e Fenrir juntos num mesmo time lutando pela vitória. O que é isso? Isso é Smite, um jogo que une mitologias grega, romana, egípcia, maia, chinesa, nórdica, hindu e que conseguiu acabar com minha produtividade.

Smite é um MOBA (Multiplayer online battle arena). Um gênero para jogos que misturam estratégia em tempo real e RPG. Nos jogos desse estilo, você controla uma unidade em batalha contra outros jogadores. As partidas acontecem num mesmo mapa e é disputado por dois times. O objetivo é destruir a base da equipe rival. Para isso, é preciso evoluir seu herói, melhorar seus equipamentos e derrubar as defesas do outro time, em ondas consecutivas de ataques que exigem raciocínio rápido e estratégias de equipe.

Só que a grande diferença é que, nesse jogo, você joga vendo o personagem em terceira, mas com a câmera de jogo diretamente atrás do seu personagem. Diferente dos jogos similares em que a câmera é aérea e toda movimentação é feita pelo mouse (vide League of Legends, Dota).



Outra grande diferença do Smite é que ele não possui apenas um modo de jogo, mas diversos que incluem Arena, Justa, Cerco e Assalto. Modalidades que fogem do habitual (dois times de cinco deuses em cada) e mudam a forma de jogar e a estratégia adotada.

O jogo divide as divindades entre: Magos, Guardiões, Caçadores, Assassinos e Guerreiros e cada um tem suas características específicas que fazem grande diferença quando um time é bem montado.

Smite é um tipo de jogo que você precisa fazer dever de casa para conseguir ser bom. Isso porque você tem que saber que tipo de item vai ser bom comprar para seu deus naquela partida dependendo de diversos fatores que não só recaem sobre as características do deus, mas também sobre as características do seu time, do time adversário e do tipo de estratégia que seu time vai seguir.

Esses dias tava vendo um vídeo no youtube sobre jogar bem e o cara dizia que "vai muito da forma com que você joga, vai muito da build que você monta. [...] Então, é muito daquilo que você faz e muito daquilo que você estuda sobre o jogo." 


E é por causa disso que o jogo é um jogo terrível de se jogar. Justamente porque nem todo mundo sabe jogar em equipe e chega a ser raro você ter a sorte de sair em um time que todos sabem que o intuito do jogo é pensar como uma equipe e não individualmente. Sem comentar que a escolha é muito mais aleatória do que deveria ser. E é comum ver pessoas de nível 20 no mesmo time com pessoas de nível 10 por exemplo o que mostra porque o jogo ainda tem muito no que melhorar.

Mas, então, por que ele acabou com minha produtividade? Porque Smite é um jogo lento e demorado (tirando as exceções).

Uma partida do jogo tem, em média, 30 minutos e é um jogo que depende não apenas de você, mas de uma equipe. E isso faz você ficar com aquele pensamento: perdemos o jogo porque nosso time era ruim. Se eu jogar de novo vou sair num time bom e ganhar. E lá se vão mais 30 minutos jogados fora.

O grande problema de Smite, apesar do grande tempo gasto jogando um "pequena" partida, é o fato de ser um multiplayer que não depende apenas de você. E, é claro que mais da metade das pessoas jogando não se preocupam no coletivo e encontrar frustração numa partida que deveria servir de entretenimento é mais comum do que deveria ser.


Smite é um jogo totalmente traduzido e dublado em português e, o melhor, quase totalmente de graça. Isso porque você começa o jogo com (quatro) divindades e quanto mais joga, mais favor (o dinheiro do jogo) você ganha. Com esse favor você pode adquirir novas divindades e novas aparências para as divindades que você já tem. (é claro que você pode pagar para ter todas as divindades do jogo imediatamente, mas qual a graça nisso?)

O jogo pode ser baixado no site oficial e só é necessária a criação de uma conta na Level up para jogar.

- eduardo ferreira

TAGS: , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

2 comentários

  1. Mas por quê ele acabou com a sua produtividade? Sabemos que LoL e DoTA também tem os mesmos problemas que Smite, só que numa escala maior, já que a maioria das pessoas jogam ambos os jogos que acabei de citar. E ao ler o texto meio resenha que você escreveu, não me veio nada que acabasse com a sua produtividade além dos 30 minutos perdidos e dos jogadores que não sabem jogar em equipe. Não querendo ser grossa nem nada, mas se acaba com a sua produtividade, você não deixa de jogar? Dá um tempo? Sei que para muitas pessoas é chato esse lance de não entrarem num acordo de ser um time ou de ter tanta lógica embutida num jogo só.

    Sou uma grande fã de MOBA, mas nunca joguei Smite, apenas vi alguns vídeos e amigos jogando, e ao ver a sua resenha, vim ler para saber sua opinião, entretanto, você não deu uma opinião a cerca de algo específico do jogo — como, por exemplo, é tão bom assim jogar com diversos deuses de várias mitologias e o por quê? — ou de como ele pode ser produtivo para nos ensinar ou um pouco de história, mas só disse dos problemas, o que é normal para qualquer jogo online além do MOBA.

    Mas frisando, eu gostei do texto, eu não sabia que existia outros modos de jogar além do 5x5, só quero saber, humilde e delicadamente, o motivo de tirar a sua produtividade, sim? Obrigada desde já!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Skarlatty.
      Fui reler o post e percebi que realmente não deixei muito claro isso.
      Então, talvez eu não tenha me expressado muito bem, mas para mim produtividade = saber administrar seu tempo. E, se você passa horas preso num jogo e mesmo depois que consegue sair dele é nele que fica pensando, para onde é que vai a produtividade? Pra lugar nenhum AUHSUHAUSAU Na verdade ela não chega nem a existir =P

      Eu disse ali no post que fico com esse pensamento (mesmo depois de perder 30 minutos num jogo) que se eu jogar de novo quem sabe meu time vai ser diferente ou quem sabe dessa vez não ganho. E fico nesse looping até cair na real e perceber que passei horas ali.

      E porque eu continuo jogando? Porque mesmo perdendo, é um jogo bom de se jogar e a partir do momento que você aprende a ignorar o que o pessoal fala no chat, a experiência muda completamente.

      E sobre a diversidade de deuses? Quem acharia ruim ter a opção de escolher dentre diversos deuses conhecidos para jogar?

      Eu nunca joguei LoL, mas já vi meu irmão jogando DOTA e tentei jogar uma partida uma vez quando eu ainda não conhecia o termo MOBA e não entendia como o jogo funcionava, mas pelo que me lembro os personagens do jogo eram originais e completamente desconhecidos(para mim). Eu não falo aqui como um grande conhecedor dos outros jogos do estilo, mas o fato do Smite usar esses deuses conhecidos e me deixar jogar com eles chamou mais minha atenção do que os outros jogos. Entende?

      E sim! O jogo pode ensinar muito sobre mitologia apenas ao ler as caraterísticas das divindades e suas histórias, mas não chega a ter um aprofundamento tão grande. Mas, pode ser um gatilho para a pessoa que não conhece muito de mitologia passar a saber mais!

      Obrigado pelo comentário e eu espero que dessa vez tenha me expressado melhor =)

      Excluir

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *