Brenda Cordeiro CCDicas

Como sobreviver em shows e festivais de música

28.3.15Conversa Cult


No final de março, o Lollapalooza traz para o Brasil diversos artistas e bandas que atraem milhares de pessoas. Dia de show é algo muito importante para os fãs e tem um grande potencial de se tornar uma data especial no calendário, porém, sempre há aquela possibilidade de alguns fatores contribuírem negativamente para esse momento. Quem nunca sofreu usando uma roupa desconfortável o dia inteiro ou foi pego de surpresa pela chuva? 

Por isso, nós - Brenda e Paulo - resolvemos conversar e compartilhar nossas experiências em shows e festivais de música para ajudar você, querida pessoa que acompanha o CC, possa aproveitar completamente.


1) O que vestir?


O primeiro passo é escolher o que você irá usar e a principal dica é: roupas confortáveis. Você vai pular, passar calor e suar demais. Se for um festival, pior ainda, porque vai ser nesse ritmo por muito mais tempo.

O ideal é usar tênis (ou bota, mas recomendamos fugir dos saltos) e roupas leves (shorts, bermudas e blusas que te permitam se movimentar bastante). É bom também evitar acessórios muito grandes, como brincos e colares que possam ser puxados ou perdidos. Show de música não é desfile de moda, mas dá para se vestir bem e priorizar o conforto. 


2) O que levar?


Depende de como é o show que você vai. No caso dos festivais, fique atento ao que é e o que não é permitido, mas tente levar biscoitos e muita água (muita mesmo! Sempre se mantenha hidratado). Protetor solar, capa de chuva e alguma coisa que você possa colocar no chão para sentar e descansar nos intervalos dos shows (uma canga de praia geralmente resolve esse problema) também são recomendados. Lembre que você vai ficar um dia inteiro num local quente e com milhares de pessoas, então é bom levar coisas para lhe manter confortável.

Para shows mais curtos, recomendamos levar apenas dinheiro, o ingresso, sua identidade/comprovante de meia entrada e o celular. Não há necessidade de carregar mil coisas, porque tudo será apenas um peso a mais para você carregar. Uma dica importante é usar um porta-dinheiro, daqueles que você coloca na cintura e guarda por dentro da roupa. Isso vai diminuir muito as chances de você acabar perdendo alguma coisa ou quebrar seu celular, por exemplo.


3) Que horas chegar?



O horário ideal varia de acordo com o seu interesse. Se você fizer parte daquela galera que quer ficar na grade, vai ter que madrugar na fila. Quando o show for de alguém muito popular, essa posição vai ser bem concorrida e tem gente que dorme durante dias na fila, então você vai precisar de muita disposição!

Já se você é mais tranquilo e não faz questão de ficar tão perto assim, chegue pelo menos 1 hora antes da abertura dos portões. Assim você não se cansa tanto antes do show propriamente dito e ainda evita eventuais atrasos, além de aproveitar um tempinho de fila, onde dá pra sentir um pouco como vai ser a vibe do show.


4) Dicas para a fila:


Se você  é daqueles que quer pegar a grade e pretende ficar bastante tempo na fila, leve coisas para comer, água, um pano (uma canga, por exemplo) para sentar e um guarda-chuva que possa ser jogado fora (já que você não vai poder entrar com ele), que é uma boa forma de se proteger tanto da chuva quanto do sol. Ah, não esqueça de passar bastante protetor solar! 

Aproveite esses momentos na fila para conhecer pessoas novas, quem sabe até fazer amigos. Dá para ensaiar todo o setlist com os outros fãs, compartilhar experiências e se divertir enquanto espera pelo show. Na fila você também pode comprar coisas a banda, que, mesmo não sendo oficiais, às vezes são até mais legais do que o merch oficial (e muito mais barato, né!). Fique de olho!


5) Onde ficar durante o show?


Essa é uma questão muito pessoal. Eu, Brenda, já tive minhas fases… nos primeiros shows que fui, meu objetivo era sempre chegar na grade, mesmo que isso significasse voltar para casa cheia de roxos pelo corpo. Hoje em dia (pareço até uma velha falando hahaha) sou mais tranquila quanto a isso. Dependendo da casa de shows, eu até prefiro ficar mais para trás, se a visão do palco for boa. É um lugar mais tranquilo, onde consigo pular, cantar e respirar direito hahaha.

E eu, Paulo, nunca fui para a grade por medo e falta de oportunidade. Em todos os shows que fui, estava acompanhado de amigos e pretendia não me perder de ninguém, então fiquei junto com eles um pouco mais afastado. Um dia ainda irei assistir um show da grade, sentir a energia de todas aquelas pessoas que estão ao seu redor transformam a experiência do show.


6) Aproveite!


E a nossa última dica é bem simples: aproveite. Não deixe a ansiedade pelo show atrapalhar sua experiência, siga nossas dicas e fique tranquilo no dia. É muito importante aproveitar cada momento e não deixar de fazer nada que tem vontade. Pule, grite, cante. O dia que você vê de perto seu artista ou banda favorito é uma data muito especial e deve ser aproveitada ao máximo. Bom show!


- Brenda Cordeiro e Paulo V. Santana


CONHEÇA NOSSAS EXPERIÊNCIAS EM SHOWS:

TAGS: , , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

0 comentários

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *