adulto CCSociedade

Afinal, o que significa ser adulto?

11.2.15Isabelle Fernandes


Essa é uma pergunta que só surge quando nos tornamos adolescentes, porque quando se é criança a gente tem certeza. Ser adulto é ser mais alto, é não receber ordens, não ter que fazer o dever de casa...por aí vai. A capacidade de uma criança de encontrar respostas satisfatórias pra ela mesma não tem limites. Mas quando a gente cresce a coisa fica diferente e essa pergunta começa a encucar. Ser adulto é ter 18 anos? É ter um emprego? Ou já ter sua própria casa e morar longe dos pais?

Eu não acho que seja nada disso.

Primeiro nós somos levados a acreditar que tudo vai ser diferente a partir do nosso aniversário de 18 anos. Afinal de contas, é a maioridade! Vou poder beber quando quiser, sair quando quiser, serei independente!!! Aí você faz 18 anos e descobre que não é bem assim. Você continua na aba dos seus pais, continua tendo que dever satisfação e o mais importante: no que for relacionado à casa (seja horário de chegar ou ajudar nas tarefas) você ainda obedece, sim.

Como eu me sinto ao me deparar com as
 responsabilidades de adulto
Daí passamos a acreditar que ser adulto é ser totalmente independente. Ter seu emprego, estar seguindo uma carreira, ter planos como comprar uma casa ou um carro, morar sozinho. Também acreditamos que ser adulto é a morte de tudo o que é legal. Acabou a diversão, agora serão apenas responsabilidades, ser sério. Mas...será? Quando vejo os tidos adultos à minha volta, nem sempre vejo maturidade. Canso de ver pessoas de 60 anos agindo como crianças de 10, principalmente no quesito emocional. É mais fácil você ser, digamos assim, materialmente maduro a ser emocionalmente maduro.

Eu poderia então dizer que ser adulto é ter maturidade emocional, mas também não estou lá muito certa disso. Vivemos em uma sociedade em que ter um emprego é vital pra nossa sobrevivência. A não ser que você tenha alguma herança, ou seus pais sejam ricos e te sustentem, se não tiver um emprego vai viver na rua. Talvez não imediatamente, mas com o tempo, já que nossos pais e avós não vão viver pra sempre. Se a lei da natureza imperar, eles irão embora primeiro que nós. E aí? E se esse momento chegar enquanto você ainda estiver totalmente dependente deles? Além do sofrimento pela perda, ainda ter que encarar uma série de dificuldades materiais? Muito complicado.

Essas questões vivem aparecendo na minha cabeça, e sinceramente ainda não encontrei uma resposta. Talvez eu nunca encontre. Mas vou continuar me perguntando até o dia em que eu me sentir adulta.

Agora, quero saber de vocês. Afinal, o que é ser adulto?

TAGS: , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

2 comentários

  1. O que é ser adulto?

    Pra começo, a ideia de "adulto" e divisão de fases da vida são construções culturais da nossa sociedade. Na Idade Média nem existia adolescência, você era criança e então adulto. Não tinha essa coisa de adolescente casando, mesmo que a gente escute muito sobre princesa casando aos 14 e tal. Era mais: tá em uma ~idade~ aceitável, casa. Às vezes nem isso. Acho até por isso que a menstruação virou um marcador natural de virar "mocinha". Então não existe uma definição exata do que é ser adulto, só características consideradas por convenção, tipo ter certa idade, trabalhar, fazer a própria família.

    Já pessoalmente, acho que a maior diferença entre ser adulto ou não é a responsabilidade. Na fase adulta, independente da sua idade, você precisa se virar sozinho. Diria que tanto materialmente quanto emocionalmente. Você é ~dono de si~, pra o bem ou para o mal. É deixar de esperar alguém tomar as iniciativas e você mesmo fazer. Muitas vezes quando a criança é deixada sozinha desde mais cedo, dizem que ela amadureceu mais rápido. Amadureceu porque precisou se virar. isso não significa que ela tenha o conhecimento pra tal coisa, só que ela tem que fazer.

    Mas também há diversas formas de tomar responsabilidade e ser independente, então você pode ser super independente em algo e não no outro.

    Eu acho que fazem a gente crescer perguntando quem nós vamos ser, crescemos pensando que não somos algo e aí quando crescemos chega a hora de ser algo, só que nós não nos tornamos magicamente isso e aí fica a dúvida: pera, ainda falta algo pra ser? porque eu não sinto que sou. e aí tem gente que passa a vida inteira procurando e outros se convencem que são o que tem.

    Então no fim acho que nós não somos adultos ou crianças ou adolescentes. Nós somos pessoas nos construindo constantemente, nós não vamos ser nada, nós somos agora. Nós podemos ser agora.

    E importa mais se isso nos acrescenta do que o rótulo que eu posso dar a isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha nossa senhora tô batendo palma de pé!!!!!

      Engraçado que você falou coisas que são muito debatidas na minha faculdade mas eu nem me liguei quando refleti sobre o assunto. Prevaleceu exatamente a coisa do rótulo e a confusão de ter que ter algo pra ser considerado adulto.

      Provavelmente isso daria outro post HGUDHGIUDHGIDHGD

      ~bells

      Excluir

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *