Adriana Araujo Balanço de Leituras

Balanço de Leituras - Novembro

9.12.14Conversa Cult


OLÁ, PESSOAS!!! Aqui estamos nós com o nosso balanço de leituras do último mês que foi bem produtivo pra alguns e um tanto parado para outros. Mas o importante é não desistir e continuar tentando se dedicar à leitura, não é mesmo?


Venham conferir as leituras que eu (Isabelle), Paulo, Adriana, Dana, João e Elilyan tivemos esse mês!!


>>> ADRIANA

Número de livros lidos: 1 completo e nada mais

Como foi o mês? Muito fraco. A faculdade entrou naquele período infernal  de trabalhos e provas e não tive tempo pra me ocupar com outras coisas e só Deus sabe quando terei. -qq

Livro que mais gostou: Como só li um a resposta é ele mesmo. "encontrada" de Carina Rissi. É  a continuação de "perdida", que li mês passado. Foram disparados os melhores livros do ano. A continuação manteve a qualidade e me fez torcer ainda mais pelo casal Ian e Sofia. (Isso me lembra que ainda to devendo a resenha de "perdida" T.T)

Livro que menos gostou: Não teve.

Demais leituras: Não teve. :(


>>> ISABELLE

Número de livros lidos: 3 completos, 1 releitura e 2 incompletos

Como foi o mês? Queda brutal de produtividade. Esse foi o mês de fim de período, cheio de provas, trabalhos, relatórios e ainda por cima fiquei um pouco mais desanimada com a leitura. Por isso, me dou um desconto FSUDFHDSIUFHDSIFHS

Livro que mais gostou: "Laços de Sangue", da Richelle Mead. Quem acompanha o balanço e as minhas postagens no blog sabe o quanto eu sou fissurada nas histórias da Mead, mas dessa vez me superei. Eu simplesmente li esse livro todo, que tem 430 páginas, EM UM DIA INTEIRO. Comecei de manhã e terminei à noite. Não consigo descrever o quanto essa nova saga já começou abalando geral, só sei que pirei (e estou pirando até agora, creiam-me)

Livro que menos gostou: "O Rei de Amarelo", do Robert W. Chambers. A sinopse e a orelha do livro me fizeram acreditar que este seria um livro terrivelmente assustador e obscuro, porém...não. O rei de amarelo até agora não apareceu na história (e nem deve aparecer) e os contos são meio esquisitos. Não sei, não estou curtindo muito. Mas estou no início ainda, então quem sabe não melhora

Demais leituras: "A Esperança", da Suzanne Collins. Reli o livro pela terceira ou quarta vez como preparação para a estreia do filme e sofri a alma, como sempre. Mas dessa vez consegui avaliar melhor as consequências que tudo o que aconteceu tiveram sobre quem ficou vivo, principalmente as psicológicas. Acho que teria sido melhor ela ter matado todo mundo logo, é quase cruel deixar pessoas destruídas lembrarem das desgraças até o fim de suas vidas. Sei lá q

"O Pássaro Raro", do Jostein Gaarder. Um livro de contos extremamente filosófico e às vezes até meio difícil de seguir a onda, mas gostei. Rendeu boas reflexões.

"O Sangue do Olimpo", do Rick Riordan. O FIM. O TÉRMINO. A CONCLUSÃO DA MINHA SAGA INFANTO-JUVENIL FAVORITA DA MINHA VIDA DA MINHA ALMA. EU NÃO SEI COMO FALAR SOBRE ISSO EU SÓ SEI QUE EU ESTOU SENTINDO FALTA SEMPRE VOU SENTIR FALTA DO PERCY, DA ANNABETH, DA REYNA, DO NICO ME ACODE DEUS

"Silo", do Hugh Howey. Lá vou eu me meter com mais uma distopia que promete ser viciante. As primeiras páginas já me prenderam e estou extremamente curiosa sobre a origem do silo e as tretas que rolam ali.

>>> PAULO

PAULIN SAMBANDO COM A SELFIE 
Número de livros lidos: 3 completos

Como foi o mês? Os três são livros pequenos, então, poderia dizer que foi um mês ruim nesse sentido, maaaas fiquei muito feliz ao perceber que esse foi um mês só de livros nacionais. YAY!

Livro que mais gostou: "Put some farofa", do Gregorio Duvivier. Uma palavra: sensacional. Alguns textos são medianos, mas a maioria é MUITO boa. Super agradável de ler, o Gregorio é foda. 

Livro que menos gostou: "Eu quero ser eu", da Clara Averbuck. O livro não é ruim - pelo contrário, eu gostei bastante. O problema é que ele tinha um grande potencial e acabou sendo algo muito simples. De qualquer forma, recomendo a leitura, principalmente para os meninos e meninas mais jovens.

Demais leituras: "Procura-se um amor", da Adriana Falcão. Seus romances são sempre maravihosos e seu livro de não-ficção é brilhante, no entanto, as crônicas da Adriana não me conquistaram. São boas, claro, mas nada marcante.

>>> ELILYAN

Número de livros lidos: 6 completos e 4 incompletos

Como foi o mês? Meu curso de bartender influenciou, e muito, minhas leituras. O resultado é que parte do que li em novembro tem relação com bebidas.

Livro que mais gostou: Vida e obra de Terêncio Horto, de André Dahmer. Li, reli e reli mais um pouco esse livro inúmeras vezes. Quadrinho de altíssima qualidade com o humor negro característico do André Dahmer. Em breve, resenha.   

Livro que menos gostou: A História do Mundo em 6 Copos, de Tom Standage. Depois de ler o Guia de drinques dos grandes escritores americanos, de Edward Hemingway, esperava mais de A História do Mundo em 6 Copos.

Demais leituras: "O Jogo do exterminador", de Orson Scott Card (depois de ler o livro me bateu uma vergonha do filme. Simplesmente maravilhoso o livro. Entendi o porque do meu irmão me encher o saco para lê-lo. Louca para ler Orador dos Mortos).

"Amor nas Entrelinhas", de Katie Fforde. À primeira vista parece só um romance água com açúcar, mas as críticas de Fforde sobre o mercado editorial são fantásticas e inteligentes. Fiquei imaginando que se o livro virar filme quero Michael Fassbender como o escritor Dermot Flynn.

"A Esperança", da Suzanne Collins. Reli por causa do filme. O que acontece com Peeta e Prim ainda me deixa com o coração na mão.

>>> DANA

Arte conceitual
Número de livros lidos: 1 livro completo e 3 HQs

Como foi o mês? Sobrevivi serve como resposta? Mas gostei de ter lido as HQs.

Livro que mais gostou: "Americanah", da Chimamanda Ngozi Adichie. Foi o tipo de livro que eu comecei a ler sendo uma pessoa e terminei sendo outra. 

Livro que menos gostou: Nem li livro o bastante pra ter o que colocar aqui.

Demais leituras: 
Gotham Academy #1 e #2- Li num surto E FOI MUITO LEGAL. É uma história meio sobrenatural estilo Carmilla que eu indico. Em breve post. :D http://www.conversacult.com.br/2014/10/carmilla-tinha-que-fazer-outro-post-mas.htmlAvante, Vingadores! 013- Na verdade, a edição que eu comprei vem com esse, Fabulosos Vingadores e Poderosos Vingadores, mas foi tão ruim esses últimos que nem vou contar. Já a do Avante, Vingadores! foi realmente legal, o tipo de história que me anima a ler HQs. http://instagram.com/p/v4u6gpliA9/?modal=true 

>>> JOÃO

Número de livros lidos: 4 HQs e umas páginas perdidas de vários livros

Como foi o mês? Fim de semestre e NaNoWriMo. 4 HQs medianas. Acho que isso já diz tudo. 

Livro que mais gostou: Wonder Woman #36. Não sei se foi bem a que mais gostei, mas foi a que mais me surpreendeu. Apesar dos problemas de sexismo na arte, incoerências horrendas de personalidade e errinhos de continuação, a revista introduz personagens, estilo, enfim, toda uma proposta diferente pra Mulher Maravilha que pode render coisas boas no futuro. Estou com esperanças. 

Livro que menos gostou: Superman/Wonder Woman #13. Não sabia que o Charles Soule ia fazer tanta falta. Que merda essa nova equipe criativa fez com a Mulher Maravilha? Tá tão ruim que fez eu desistir de acompanhar o título. E essa cara de merda dela????? Acho que tá parecida com a que fiz ao terminar de ler isso. FUJAM. DESSA. HQ.

Demais leituras: Esse mês foi engraçado porque eu li o último e o primeiro volume de arcos diferentes em dois títulos que eu adoro, e a sensação de ler cada um deles foi muito paticular. Wonder Woman #35 teve um final corrido, porém muito decente, pra fase de 3 anos da equipe Azzarello/Chiang. Vou sentir falta. Já Superman/Wonder Woman #12 foi triste por ser um volume quase separado da trama que haviam construído, porque ela foi interrompida por um Crossover zZZzZZz do Superman. Mas fizeram um trabalho razoável, considerando que só tinham uma edição em mãos e uma planta louca como vilã.  

De resto, só li uns trechinhos de Madame Bovary, Memórias Póstumas de Brás Cubas e Cemitérios de Dragões. tão curtos que nem vale a pena comentar agora. Ficam pro mês que vem, com os comentários dos livros já terminados (amém). 

--------------------------------------------

E você aí, do outro lado? Quais livros, hqs, mangás, o que seja que você leu em novembro? CONTE-NOS

Confira aqui nossas outras leituras. 

TAGS: , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

2 comentários

  1. Gregorio! (Esses ~abraços~ em sessão de autógrafo são tão estranhos. Deve ter uma mesa ali no meio, mas parece que tiraram uma pessoa com o Photoshop :P)

    Nunca li uma HQ na vida (eu acho), logo, pergunto só por curiosidade mesmo: É rápido de ler? É o tipo de coisa que a gente termina em um dia? Tipo, "Wonder Woman #36". São TANTAS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dá essa impressão mesmo, Felipe, mas é beeem rápido. Considerando que cada edição tem umas 25 páginas de história, e que meu nível de inglês não é dos melhores, acho que eu gasto uns 15 - 20 minutos em cada uma. Dá pra ler umas doze edições seguidas tranquilamente, sem se cansar (ou até mais, dependendo da revista).

      Isso é até uma coisa legal de HQ, porque o ritmo é insano. É tudo tão rápido e empolgante que você praticamente engole várias revistas de uma vez. Teve uma época que eu nem tinha mais vontade de ler romances por causa disso, UAHUAHU Realmente, acho que vale a pena você tentar alguma. Até porque, se não gostar (o que é meio improvável se você escolher o título certo), nem vai ter """perdido""" muito tempo.

      Excluir

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *