CCLivros CCResenhas

Laços de Sangue, de Richelle Mead

17.11.14Isabelle Fernandes

"Um toque na minha mão me sobressaltou. Fiquei surpresa com o calor da sua pele. Apesar de eu saber que os Moroi eram tão vivos quanto eu e portanto tinha sangue tão quente quanto o meu, medos irracionais sempre me faziam pensar que eles seriam frios. Igualmente surpreendente foi o conforto e a conexão repentina que senti com aquele toque. [...] Era mais o tipo de toque que simplesmente dizia: Você não está sozinha"

Após o desespero que foi a saga Academia de Vampiros, a mestra suprema e destruidora de corações Richelle Mead resolveu que isso não era o suficiente para matar seus fãs e se pôs a escrever uma nova saga baseada no mesmo mundo da primeira: a série Bloodlines. Neste primeiro livro, Laços de Sangue, a protagonista é Sydney Sage, alquimista que teve momentos importantes em AV e precisa limpar a sua barra diante da sua "seita" um tanto dogmática. Para isso, ela precisa:: ajudar proteger uma vampira, justamente a criatura que os alquimistas mais detestam e temem. Que beleza de trabalho, hein? Mas o que ela não esperava (mas todos os leitores sim) é que ela iria descobrir que afinal eles não são tão ruins...e tem gente pior por aí.


Resultado da maratona
Vou começar essa resenha dizendo que não sei o que acontece com os livros desta mulher, mas eles tem um poder absurdo de me prender completamente. Tanto é que comecei a ler Laços de Sangue alguns dias depois que recebi, logo depois de acordar....e terminei na mesma noite. E normalmente Richelle começa suas histórias de forma bem morna do ponto de vista adrenalina. Porém, já na primeira página eu fico totalmente ligada e é um trabalho hercúleo me desgrudar dele. SÓ PODE SER BRUXARIA!!!!

Mas enfim, voltando. Antes da Sydney aparecer em AV eu tinha lido a sinopse desse livro, e pensei "ai que absurdo, gostei dessa menina não. nome estranho, história estranha". Depois do aparecimento dela, fiquei extremamente ansiosa pra ler esta série. Sydney é uma pessoa um tanto misteriosa, controlada e muito disciplinada, e ainda tem o fato de ela ser uma alquimista. Nada melhor do que ter um livro na narrativa dela pra entender melhor o que é isso, e foi o que aconteceu. Descobri que os alquimistas são nada legais. Não gosto do jeito que eles tratam os moroi e dampiros, mesmo sabendo que eles foram criados pra pensar que eles são criaturas malignas e etc. Não gosto do jeito como eles tratam uns aos outros. E olha que só temos uma palhinha do que é essa comunidade, porque o problema no livro é outro.

Sobre os alquimistas

Sydney precisa ajudar a manter Jill Dragomir (meu queixo ainda cai ao ler o verdadeiro sobrenome dela) em segurança junto com Eddie (FOFINHO) e, olhem só, ADRIAN IVASHKOV (GRITOS HISTÉRICOS). Tudo porque a menina princesa sofreu um atentado em plena corte, por morois que são contra a Lissa no poder. Daí a coitada da menina é despachada PARA UM INTERNATO NO MEIO DO DESERTO. Realmente um lugar maravilhoso para uma vampira com pele sensível ao sol. Isso inclusive foi um problema em algumas partes da história, e eu fiquei me perguntando como é que eles não pensaram nisso antes, mas ok. 

Mas agora vamos à minha lista de coisas favoritas no livro::::

>> O desenvolvimento dos personagens. Sydney e Adrian, principalmente, cresceram muito e UGH. As melhores cenas são as que os dois estão interagindo UGH

>> Eddie finalmente ganhou algum destaque. Vamos combinar, ele sempre foi meio que o sombra. Ele tinha papeis importantes no desenrolar das histórias, mas eu continuava a ver ele como um figurante. Daí ao longo desse livro vemos que o Guardião Alerta Máximo tem sentimentos. AGUARDANDO ANSIOSAMENTE OS PRÓXIMOS CAPÍTULOS (literalmente)

>> Personagens antigos fazendo aparições <33

>> O lance das tatuagens e o final do Lee. Gente, fiquei no chão!

>> O que aconteceu com a Jill no intervalo entre as sagas, e as consequências disso. Eu desconfiei do que seria logo antes e quando tive a confirmação ainda assim foi um BOOM!!

>> A parte de Adrian com os quadros. Tive a mesma reação que a Sydney quando viu

>> E A SYDNEY GOSTANDO DOS VAMPIROS, HEIN? ATÉ ESQUECEU QUE DEUS TÁ DE OLHO QQQ

>> E por último, mas não menos importante (ou adorável), ESTE MOMENTO:::

"- Meu deus, Sage. Os seus olhos. Como foi que eu nunca reparei neles?[...]- O que tem eles?- A cor - ele disse sem fôlego. - Quando você fica na luz. Eles são fantásticos...como ouro derretido. Eu poderia pintá-los [...]. São lindos. Você é linda"
Minha reação ao "Você é linda"

Agora estou extremamente ansiosa para ler o próximo livro, O Lírio Dourado, e eu não sei o que fazer para lidar com isso. O que fazer?? Como esperar por mais de Adrian e Sydney? Já li a sinopse do próximo e não gostei nadinha da premissa. COMO. LIDAR. [[News:: li as sinopses dos outros três livros e quase me joguei no chão da livraria. NUM VÔ GUENTAR!!!]]

Só me restar...ESPERAR :(


- isabelle fernandes


Meus eternos agradecimentos à Companhia das Letras (sob o selo da Seguinte) por disponibilizar o livro e fazer uma fangirl feliz *--*



TAGS: , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

6 comentários

  1. Não li, pq não queria spoilers, passei só o olho e já soltei gritinhos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HFUSDIFHIDSUFHDSIFHDISHFDISFHIDSHFDIHFIS

      TERMINA LOGO DE LER ISSO Q

      ~Isabelle

      Excluir
  2. Voltando para ler, pq acabei o livro.

    ResponderExcluir
  3. Comecemos...
    Então, GRAÇA AOS CÉUS NÃO LI AS SINOPSES, naquele dia na livraria tinham anjos do meu lado que me impediram de ter um ataque.
    Sydney e Adrian são a coisas mais FOFURA juntos, acho que até superam Rose e Dimitri, e olha que eu amo Sydney e Adrian.
    Sempre gostei da Sydney, ela me lembra alguém: EU.
    Eddieeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee já estou sofrendo por ele.
    Lee, ficar no chão é pouco...forninhos desabaram.
    Jill, eu não imaginava, serio mesmo.
    A parte dos quadros. Alguém pode colocar milhões de coraçãos nos meus olhos?????? AQUILO FOI TÃO, MAIS TÃO...
    E por fim, mas não menos importante:
    "- Meu deus, Sage. Os seus olhos. Como foi que eu nunca reparei neles?[...]- O que tem eles?- A cor - ele disse sem fôlego. - Quando você fica na luz. Eles são fantásticos...como ouro derretido. Eu poderia pintá-los [...]. São lindos. Você é linda" SUA GIF DISSE TUDO, SENHOR ESSA CENA FOI AMOR EM FORMA ESCRITA.

    Precisando do 2º para ontem.

    ResponderExcluir
  4. Vim dizer que: ADRIAN ADRIAN ADRIAN AI MEU DEUS COMO EU AMO O ADRIAN. <3

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *