Adriana Araujo CCIndicação

Iniciação: Grey's Anatomy

8.10.14Adriana Araujo


Ei, gente! Tudo bem? Hoje vamos falar de coisa boa, de série boa, de médicos lindos (tenho uma queda por médicos, ou melhor uma queda de um precipício -q). A indicação de hoje traz a minha mais nova série amor da vida: Grey’s Anatomy, que veio preencher a minha carência em séries hospitalares, deixada pelo fim de House. Vem comigo que eu conto pra vocês sobre essa maravilha que foi a melhor escolha de 2014. 

Sobre o que é
A série conta o dia a dia dos internos do programa em cirurgia do hospital Seatlle Grace, o melhor da cidade de Seatlle. Após a faculdade de medicina, eles entram nesse programa que dura sete anos. Eles ficam sob comando de um residente (isso é um pouco confuso porque no Brasil o residente é aquele que está aprendendo, lá o residente já é um médico formado, que opera sozinho e tals) no caso do grupo que acompanhamos a Dra. Miranda Bailey. A série tem foco principal na interna Meredith Gray, filha de uma respeitada cirurgiã, e do grupo de internos que fica com ela. Os episódios começam e terminam com uma narração em off de Meredith sobre algum tema como responsabilidade, solidão, intimidade, etc, que guiará o episódio. O mais legal é que acompanhamos os problemas deles enquanto médicos, salvando vidas, em dilemas éticos , mas também os dramas pessoais de cada um, o que os deixa mais humanos. 

Eles até fazem festinhas, mesmo que seja na sala de cirurgia, mas quem se importa?

Os personagens
Meredith Grey (Ellen Pompeo): principal personagem da trama. É muito competente, mas ao longo da série tem essa capacidade questionada por acusações de privilegiamento por ser filha de uma cirurgiã famosa e se envolver com um médico de um posto maior que o seu.

Cristina Yang (Sandra Oh): Interna, melhor amiga de Meredith, é fria e não liga muito pra questões sentimentais. Pra ela os pacientes são corpos a serem operados. Detesta a parte de lidar com eles e suas famílias. É péssima com relacionamentos pessoais. Pra seu desespero arruma um cara legal que quer namorá-la. 

George O’Malley (T.R Kinight): fofo, menininho, inseguro, docinho, não tem cara de médico, mas vai descobrindo aos poucos ser sim, capaz de ser um bom cirurgião. É bastante subestimado por alguns colegas.

Izzie Stevens (Katherine Heigl): fofa, é a mais sentimental do grupo e se envolve demais com os pacientes, o que a prejudica, às vezes. Foi modelo pra pagar a faculdade e sofre certo preconceito por isso.

Alex Karev (Justin Chambers): em uma palavra: babaca. Às vezes mostra que tem sentimentos pra logo em seguida fazer besteira de novo. É o típico bonitinho, mas ordinário. Assim como Cristina, é frio com os pacientes, muito embora em alguns casos seja legal com eles. 

Miranda Bailey (Chandra Wilson): residente responsável pelo nosso grupinho. É rabugenta, faz de tudo pra dificultar a vida dos internos, não pra sacaneá-los, mas para fazer com que tirem o melhor da situação (tá, em alguns casos é pra sacanear mesmo). É a personagem que de cara você acha que vai odiar, mas quando percebe já tá amando.

Dra. Bailey infernizando nossos meninos *-*

Preston Burke (Isaiah Washington): É outro que parece uma coisa, mas não é. Todo sério e meio durão, vai mostrando aos poucos ser um cara legal. Tem um lance com uma das internas (não vou dizer quem é. :p). 

Derek Shepherd (Patrick Dempsey): homem da minha vida (-q). Lindo, sensível, fofo, lindo de novo, mais um pouco fofo. É o chefe da neuro-cirurgia do hospital e também se mete numa confusão amorosa com um das internas. 

Grey’s x House
Como eu disse lá no início minha série do coração na área médica era House. Então com outra série de médicos na minha vida é impossível não compará-las, porque apesar de ambas se passarem num hospital são bem diferentes. 


House é uma série investigativa, na qual o grande desafio da equipe é descobrir o que o paciente tem para poder tratá-lo. Em Grey’s a coisa não funciona em equipe, cada interno tem que arrumar uma cirurgia pra acompanhar e os problemas são facilmente identificados. No primeiro episódio teve algo parecido, mas os criadores devem ter percebido que seria burrice enveredar pelo mesmo caminho e desistiram.

Em House há uma coisa meio heroica, onde o mistério é descoberto na última hora, sempre pelo médico Gregory House (Hugh Laurie). Em Grey’s a coisa é mais real, pois os personagens submetidos a cirurgias morrem o tempo todo. É assim na vida real. Por isso que a galera mais sensível reclama de chorar o tempo todo. (Eu acho. Porque estou só na segunda temporada, e espero que continuem matando os pacientes e não meus médicos. -q)

Onde assistir
Acaba de estrear a 11ª temporada da série, pela Sony. Ela foi exibida pelo SBT até 2012, mas nunca passou da terceira temporada por lá. Como estou na segunda temporada tenho acompanhado em sites online, mas dizem as más línguas ricas que na Netflix todas as temporadas estão disponíveis também.  

-Adriana Araujo


TAGS: , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

5 comentários

  1. Gosto muito dessa série, apesar de não assistir mais. Parei após a SF da quinta temporada, porque uma coisa acontece e eu não soube lidar. Perdeu um pouco da graça pra mim. Um dia, eu ainda vou voltar. Um dia. Gosto de praticamente todos os personagens (Jura que vc gosta do Derek? ARGH), mas Bailey é minha favorita de todos os tempos.

    Ganhei um box com as 4 primeiras temporadas de House, vi uns 3 eps e: abandonei. Já conhecia Gray's antes, e curto muito mais esse lado "pessoal" da série. É uma série sobre pessoas, não sobre casos de mistério. Não desmerecendo House, claro, acho o personagem hilário, só não curto o formato da série.

    E, ah, Adriana, segura seu coração. Acontece de TUDO nesse hospital amaldiçoado por Deus. A season finale dessa segunda temporada é eletrizante (A melhor de todas que vi, até agora).

    ResponderExcluir
  2. Meu Deus, que medo dessa SF. Acho ele Mcdreamy haha. Mas tbm tenho uma paixão secreta pelo Burke e pelo George. Dra. Bailey é minha favorita de tds tbm. <3 Adoro House, mas desde que conheci Grey's vi q prefiro esse tipo de abordagem tbm. Status: correndo pra chegar logo na sf da 2ª temporada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha memória péssima me pregou uma peça, e o que eu achei que fosse o fim da 2º temporada é, na verdade, o MEIO da 2º temporada. Não sei se vc já viu, mas: tem uma bomba. A SF pode ser muito triste, dependendo do quanto você gosta dos personagens envolvidos.

      Excluir
  3. Saudades da primeira temporada de Grey's. Saudades quando eu não tinha medo de TODOS os Season Finales dessa série. HAHAHA

    ResponderExcluir
  4. Que bonitinha. Segunda temporada, tudo lindo e perfeito... heheheh
    Sobre o que você escreveu: "...e espero que continuem matando os pacientes e não meus médicos"... só digo isso ~> AHAHAHAHAHAHAHAHA

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *