CCResenhas fantasia

[Resenha] O Oceano no Fim do Caminho, de Neil Gaiman

18.7.13Isabelle Fernandes

por Isabelle Fernandes

- Livro: "O Oceano no Fim do Caminho"
- Livro Único
- Autor: Neil Gaiman
- Editora: Intrínseca
- No skoob











Mini-crítica - Resumo: 
Era uma vez um menino, que aos sete anos de idade, viu o seu mundo virar de cabeça pra baixo. Seu quarto favorito foi entregue para um novo inquilino, o minerador de opala, enquanto sua mãe voltava a trabalhar. As coisas não estariam tão ruins, até este mesmo homem ser encontrado morto dentro do carro do seu pai, numa estrada deserta. A partir daí, coisas horríveis passaram a acontecer e somente ele e uma estranha menina poderiam resolver isso.

Essa é a premissa de O Oceano no Fim do Caminho, que tem tudo aquilo que uma obra do Gaiman lindão possui: coisas misteriosas e fascinantes, gente esquisita, magia e uma dose de amor, de todos os tipos. Este é o tipo de livro que você devora em um dia pelo número pequeno de páginas e pelo andar da narrativa, que te deixa perplexo, emocionado e agitado a cada página.

Quer saber mais? Clique aqui.

A história começa quando um homem de meia idade volta à cidade onde viveu a maior parte de sua vida para ir a um enterro. Esta volta acaba sendo uma visita ao passado, e ele se vê diante de lembranças que haviam sido esquecidas há muito tempo. Lembranças estas que não deveriam ser reais, coisas assustadoras demais para terem acontecido com alguém tão jovem. Mas elas estão lá. E o oceano no fim do caminho ajuda a trazê-las.

Dentre elas estão as Hempstock, e Lettie Hempstock. Elas foram seu único ponto de apoio e segurança num momento em que as coisas ficaram realmente ruins. Sonhos se tornavam realidade de forma nada agradável, criaturas antigas saíram de seu mundo para invadir o nosso e o menino estava no epicentro de tudo isso. 

Como acontece com tudo o que me toca profundamente, tive uma certa dificuldade em organizar as ideias, encontrar as palavras certas e escrever essa resenha. Por mim, ela se resumiria a "NEIL GAIMAN É O DEUS DA ESCRITA LEIAM ESSE LIVRO E LGK´LA´FKPSKGPKDPGKDPGKDP", mas resolvi ser firme e fazer uma análise maneira. Ou pelo menos o mais próximo disso.

Começo falando da incrível capacidade que o Gaiman tem de te transportar inteiramente para o mundo que ele criou. Neste livro isso não é facilmente percebido nos primeiros parágrafos, mas ao longo da história você percebe que está totalmente imerso ali, você vive plenamente a história como se vivesse um sonho. Um sonho intrigante e bem sinistro.

Houveram duas coisas que me chamaram a atenção ao longo ou depois da leitura. A primeira delas é que toda a parte mítica no livro poderia muito bem estar relacionado aos mundos de O Livro do Cemitério, Lugar Nenhum e Os Filhos de Anansi. Na verdade, acho até que estas sejam histórias diferentes sobre aspectos diferentes da mitologia criada pelo Gaiman. TUDO ESTÁ RELACIONADO #teorias.

O segundo ponto que me chamou a atenção quando eu estava terminando de ler o livro e que eu sequer tinha notado antes: o menino em questão, que é o personagem principal, não tem seu nome citado. Na verdade, ninguém dessa história possui nomes, além das Hempstock e Ursula, a terrível babá. E são justamente elas as responsáveis pelo elemento misterioso e mágico da trama. Uma mensagem talvez? Tá aí algo a se pensar #mais #teorias.

Acho que uma das melhores coisas do livro é ele ter sido em sua grande parte narrado sob o foco de uma criança. Com isso nós nos lembramos de como era ser criança, de como o mundo nos parecia maior e interessante, de como nos sentíamos minúsculos diante dos adultos tão cheios de certeza, de como nos alegrávamos com coisas simples... bateu uma nostalgia daquelas. E também bateu a vontade de tentar resgatar pelo menos uma parte disso.

Por fim, vi em algumas análises e resenhas que há uma grande chance de tudo isso que o homem viveu tenha sido imaginação infantil. Eu sinceramente acho que não. A forma como foi contada a história sugere que foi tudo beeem real, e ainda tem a minha teoria dos universos míticos relacionados qqq. Outros ainda dizem que não entenderam nada (o que me faz pensar que a pessoa não leu o livro, né), mas realmente, o objetivo dessa história não é entender.

É embarcar. Apenas pegue o livro e se deixe levar no embalo dele. Vale muito mais apena assim.

Classificação:






(5/5 conversinhas)



TAGS: , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

3 comentários

  1. Já li umas tantas resenhas desse livro, mas esta foi seguramente uma das que mais me animaram. Achei genial a parte das suas teorias hehehe, mas sério, o cara deve ser mesmo "o" cara com essa história dos livros estarem de alguma forma relacionados. Nunca li nada do Gaiman, então eu não sacaria isso se lesse O Oceano no Fim do Caminho, mas é legal saber disso e é uma motivação a mais para ler as demais obras do autor.

    Beijo! Livro Lab

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. FICO EXTREMAMENTE FELIZ QUE VOCÊ TENHA SE ANIMADO!!!!

      Sério, ignore todo o resto e se concentre apenas no livro. Vale MUITO apena :D

      Excluir
  2. Oi, moça!

    Adorei teu texto, dá para sentir em tuas palavras o quanto tu ama o cara, e como eu amo ele, sei bem o que te levou a cunhar essa frase que resume tudo: "NEIL GAIMAN É O DEUS DA ESCRITA LEIAM ESSE LIVRO E LGK´LA´FKPSKGPKDPGKDPGKDP". por mim a resenha podia mesmo se resumir a ela KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    estrelinhas coloridas...

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *