burn CCCuriosidade

Curiosidades: Você conhece o verdadeiro dono da sua música preferida?

18.7.13Dana Martins


Olá, gente linda do ConversaCult. Hoje nós viemos para colocar fogo na casa! Ou pelo menos no mundo da música. Ellie Goulding veio toda poderosa com seu single "Burn", Leona Lewis veio no recalque mostrando que "Burn" era uma demo sua e, no fim das contas, "Burn" foi escrita pelo vocalista do OneRepublic. Antes de subirmos no ringue, que tal um viagem carregada de curiosidades pelo submundo da música?

A pergunta do dia é: Quantas vezes você já se preocupou em procurar o nome do criador da sua música preferida?

Se você acompanha o CC, nós fizemos de brincadeira no blog uma competição Ellie vs. Leona (vote aqui!). Mas isso é só o começo da nossa conversa de hoje. O tema é: Você tem noção do submundo da indústria musical? Um que escreve música pra o outro, que pegou música do outro, que escreveu para o outro... E a pior parte é que isso é visto de uma forma ruim.

Pelo menos eu sinto aquela sensação meio ruim de "ih, nem escreve as próprias músicas" quando vejo um artista assim (ou seja, quase todos). A questão é que quando a gente pensa isso, continuamos focando só no artista, como se fosse o centro do mundo. Já pensou na pessoa por trás dessas músicas?

Na verdade, esses caras são os gênios. Eu não tenho a menor vergonha de gostar de músicas da Demi Lovato só porque ela não escreve. Pelo contrário, os caras que fizeram na maior parte são grandes músicos produzindo coisa de grande qualidade.

Você sabia que "Burn" foi escrita por Ryan Tedder, vocalista do OneRepublic?

Nem da Ellie Goulding, nem da Leona Lewis. Esse é o cara por trás de Burn. E não só de "Burn", clica aqui para ver essa lista. Ryan Tedder escreve para o Maroon 5, Adele, Colbie Caillat, Cobra Starship, Beyonce, Ashley Tisdale, Demi Lovato, B.o.B, Kelly Clarkson... é tanta gente que não dá nem para citar todos os relevantes.


Jessie J? Antes de se lançar como cantora, ela também vivia no submundo da composição. Você já deve ter ouvido "Party in the USA" da Miley Cyrus (escrita pela Jessie J) e "Do It Like A Dude" originalmente foi escrita para a Rihanna, mas ela gostou tanto que decidiu colocar no próprio cd.

A Katy Perry também já andou trabalhando nisso. O Tom Fletcher do McFly já andou vendendo umas músicas, algumas até para o One Direction.

Aliás, você conhece a TAXI? Uma empresa mundial focada exatamente nisso. Alguém que quer a música faz o pedido, "ah, quero uma música meio rock", compositores associados no mundo inteiro mandam demos, uma equipe escolhe as melhores a manda para o cliente.

O excelente hit de estreia "Start a Riot" da cantora Jetta (na trilha sonora de Cidade dos Ossos) tá na cara de que foi produzido nesse submundo da composição.



Eu poderia ficar listando exemplos aqui infinitamente, mas já deu para dar ideia. Acho que muita gente nem se liga nessas coisas, ou fica só na briguinha de "ai, esse é o original" e nem repara muito além.

Vale a pena encerrar relembrando o passado, onde não havia aparelho de reprodução e o maior trabalho de um músico era reproduzir, não apenas ficar compondo. E nem por isso deixavam de ser tão bons. (:


-dana martins

TAGS: , , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

0 comentários

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *