CCDicas inglês

Falar inglês é errar

17.8.18João Paulo Albuquerque


Eu fiz alguns anos de curso de Inglês (ainda não terminei) e algo que aprendi e que tento levar comigo como mantra é: "falar inglês é errar, é do erro que aprendemos". Isso também serve para outras coisas, mas com línguas é diferente, porque existe um nervosismo da pronúncia errada e das dúvidas com as palavras.

Algo que eu levei alguns meses (senão anos) para entender quando comecei, é que eu não preciso entender PALAVRA POR PALAVRA pra entender o contexto geral e responder uma pergunta ou até mesmo falar. O erro de alguém quando começa uma língua nova, é achar que tem de entender palavrinha por palavrinha, quando na verdade isso só te segura e não te deixa cair de cabeça no contexto. Te atrasa.

E não estou falando que eu hoje domino a língua e me sinto O MESTRE em inglês, já que nem mesmo quem tem Inglês como língua oficial às vezes sabe tanto da própria língua, mas estou falando que é com o erro que você permite a liberdade da mente e para de culpar-se por não estar entendendo.

Muitas vezes eu não sei como pronunciar uma palavra, até porque é diferente do espanhol (que tem um ano que faço curso), onde se você aprende a pronúncia das letras, fica mais fácil para pronunciar as palavras. Inglês varia dependendo da colocação das letras, além do tempo verbal e até mesmo da região onde você vai (mas óbvio que mesmo o sotaque mudando eles podem te entender, só que fica difícil para você entender se não treina o ouvido ~que pode ser com série legendada/sem legenda, música, filme, podcast, etc).

Quando me dei conta disso
Além do mais, ultimamente percebi que para saber inglês, principalmente pronunciar, é necessária a tentativa (mesmo falhada). Você precisa se jogar e perdoar a si mesmo. Não colocar um parâmetro comparando à outra pessoa, tipo "Eu quero falar inglês tão bem quanto Taís Araújo", se eu fizer isso eu vou me frustrar porque eu não sou ela, eu tenho meu tempo e talvez eu não fale tão bem quanto ela agora, talvez nem vá falar ou talvez eu melhore, não sei. Só sei que eu tenho que colocar parâmetro pensando em mim para mim, como: "Olha só o quanto eu evolui de cinco anos para agora, eu entendo inglês e consigo até falar no Twitter com outras pessoas, consigo até ler em voz alta e gritar falando em inglês e eu vou conseguir mais, vou praticar e treinar, ir melhorando aos poucos". E claro, se quiser, coloque meta (muita gente prefere, eu sou um, não é a toa que faço curso, porque se dependesse só de mim eu não ia pra frente), mas se você acha que melhora sem meta, então vai nessa.

Existem muitos lugares que ajudam. Você pode pedir ajuda para seus amigos que saibam também. Pode tentar achar artigos na internet. Aulas gratuitas. Youtubers (como English Yourself e Amigo Gringo). E por aí vai. Mas se você não quiser também, tudo bem, não se culpe por isso.


TAGS: , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

1 comentários

  1. Eu sempre fui um pouco auto didata com inglês: o que sei, basicamente aprendi com música, filmes e livros, principalmente livros!! Eu leio razoavelmente bem e consigo entender um pouco a fala, mas pra EU falar... A vergonha, meus amigos. Sou do tipo que tem medo de errar, daí não faz e não melhora e continua nesse ciclo.

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM