A Escolha Perfeita CCConversa

[CCCrítica] Pitch Perfect 3: o filme que restaurou minha fé na vida

9.6.18João Paulo Albuquerque


É fato: não dá para você fazer uma crítica desse filme separado/sem ter visto os outros dois da trilogia porque simplesmente não dá. Analisar ele sem pensar nos dois primeiros é tirar tudo que a trilogia é. E eu percebi que muitas das críticas fazem justamente isso, analisam o filme como se ele fosse solo, sem levar muito em consideração os filmes passados e isso é um erro, somente.

Apesar de eu não ter visto esse filme no cinema (infelizmente), assim que eu consegui ver ele (terminando aos prantos), eu achei super importante vir compartilhar minha visão sobre esse final da trilogia que já está aí há quase seis anos fazendo parte da vida de muita gente.

A primeira vez que eu vi um dos filmes das Bellas (amém às minhas irmãs por me apresentarem PP), foi o segundo em 2016 (se não me engano). E desde então eu me apaixonei completamente pela sua história, pelas suas mensagens (de superação, aceitação, família...) e especialmente com esse último, me apaixonei por sentir a minha fé na vida e vontade genuina de viver reascenderem.

a chama dentro de mim socando toda a "sugação" de energia/fé em mim

O filme começa, após uma introdução confusa com explosão (tudo ficará bem explicado no final), mostrando o quão a vida de Beca e das meninas está uma merda após a faculdade. E por um convite de Emily, elas acham que vão se apresentar, mas não. E quando Aubrey surge com uma solução para "um campeonato final/apresentação final" graças ao pai, todas topam e viajam para Espanha, onde descobrem que a apresentação envolve competição e todas ficam animadas. 

Logo conhecendo as bandas concorrentes, há o Riff-Off entre eles. E É ÉPICO (com elas perdendo... como sempre ODKSODK):


Continuando... os novos personagens são bem apresentados com música, bem estilo Pitch Perfect. E aos poucos, a história se desenrola, com as cenas engraçadas e insanas, com as decobertas malucas que se eu contasse seria spoiler e eu estou evitando.

O mais legal é que não só houve a continuidade do tema principal da trilogia (família e amizade), como intensificaram, mostrando que família te levanta, não te derruba ou prende, mas sim te ajuda a chegar onde você quer, mesmo que não seja com eles do seu lado. E isso, meus amigos, é a mensagem mais foda que eles nos dão.

Eles focam muito nisso de família e de "estarei do seu lado, mesmo que fisicamente a gente não esteja" e isso me deixou destruído (de maneira positiva) porque me lembrou dos meus amigos. Eu sei que apesar de a gente ter estudado juntos no Fundamental e agora Ensino Médio, depois de 2019, a gente vai pra outras faculdades, outros caminhos, e isso vai nos afastar fisicamente, mas eu estarei sempre com eles, e vice-e-versa.

No final, acontece o mais imprevisível. Não acaba da maneira que esperamos que acabaria, acaba da maneira que a gente torcia no subconsciente, mas não sabia disso até chegar o momento.

[Daqui terá spoiler, então é só descer até onde terá o aviso de que os spoilers acabaram]


Essa parte vai ser toda falando da apresentação final delas, lê-se a que está acima desse parágrafo, e sobre o quanto ela me fez chorar...

A música, todos os elementos juntos, as meninas se apresentando pela última vez juntas... isso tudo só me fez parar para analizar o que está acontecendo comigo. Durante os três minutos e cinquenta e três segundos dessa cena, eu pude me sentir finalmente sem medo, finalmente confiante de que se eu caísse, eu teria alguém pra me levantar e mesmo se não tivesse, eu levantaria sozinho e enfrentaria o mundo, tornaria minhas mentiras (e sonhos/vontades) em realidade. Eu pude sentir minha fé, crença de que eu não deveria desistir crescendo.

Eu sei que Ensino Médio é um inferno (e sei que o ambiente escolar da faculdade também pode não ser muito melhor). Eu odeio o ambiente escolar e isso não é novidade para ninguém, mas eu não vou deixar isso me derrubar e mesmo se acontecer, eu vou levantar. E essa música é sobre isso. É sobre reconhecer que você não pertence à ninguém e ninguém à você, mas eu não desistirei de mim, nem de você. E um capítulo sendo encerrado, não é uma história acabada, nem sempre pelo menos. Amigos vem, amigos vão, família cresce, às vezes diminui, você aprende cada vez mais a cair em pé e começa a ver que sim, há pessoas que você pode confiar na sua vida.

Então eu fico feliz de falar que esse filme me trouxe esperança. Me trouxe vontade de lutar. Me trouxe fé no futuro que eu vou construir. E eu sei que não vai ser fácil, assim como elas sabiam, mas em meio a tantas coisas insanas, desistir da minha vida eu não vou. Desistir do meu futuro, dos meus planos, de mim mesmo, ah não, isso não vai acontecer. E espero que você também não desista. <3

[Fim dos spoilers]

Nota:


FICHA TÉCNICA:

Ano: 2018

Diretor(es): Trish Sie

Classificação: 10

Duração: 93 minutos

Gênero(s): comédia, musical

Onde ver online: aqui. (to oferecendo essa opção porque o DVD esgotou)

TAGS: , , , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

2 comentários

  1. Ensino médio? Mas elas se conheceram na faculdade... WTF

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AI MDS VERDADE! BERROOOOOO ~vou corrigir, valeu por avisar ODKSODK

      Excluir

Posts Populares

INSTAGRAM