amor autoestima

Lidando com meu corpo

12.5.18João Paulo Albuquerque


Se você é gordo, talvez se identifique. Talvez não. Eu não sei.

Depois que a Taiany me passou um livro LGBTQ onde o personagem principal é gordo, eu passei um dia e meio lendo o livro e pensando sobre meu corpo, porque assim, tem dias que nada me abala. Pode ter um cara que chegue do nada e me xingue de todos os apelidos que já foram inventados para gordo no mundo, e naquele dia eu não vou me importar, vou tirar sarro, brincar com aquilo e sequer ser atingido. Tem outros que qualquer piada gordofóbica atinge diretamente minha mente sem qualquer dificuldade e me destrói, me deixa com raiva de mim e com nojo. E lidar com a raiva do próprio corpo é horrível. E não é algo que se muda do dia pra noite.

Tem dias que eu me olho e falo "caralho, eu sou muito gostoso" e tem dias que eu só consigo falar "como alguém poderia amar isso?". Ser gordo não é fácil. Sofrer com pressão estética e gordofobia não é fácil. Querer chorar de tristeza porque você não consegue parar de pensar nas vezes que te falaram que você seria lindo se emagrecesse, que gordo é nojento, gordo é engraçado e que eles estão só se preocupando com sua saúde... não é fácil, meu.


Por que eu não posso só amar meu corpo? Por que as pessoas não entendem que eu quero gostar do meu corpo todos os dias, sem ter um dia que me afete destrutivamente uma ofensa? Por que eu não posso estar feliz e querer ser gordo?

Eu queria poder lidar todos os dias com meu corpo sem ter um que fosse ruim lidar com ele. Queria que meu corpo fosse tratado com naturalidade, já que é tão natural. Eu queria que as pessoas parassem para se olhar, olhar as pessoas ao redor e perceber, se ligar de que os corpos são diversos e nem todo mundo é como aquele ator ou cantor da capa de revista. Eu queria que percebessem que falta desenvolvimento pra gordo na mídia, tirar essa ideia de amigo engraçado, mas se for pra fazer ele ser o amigo engraçado, explorar esse lado e ver que ele é engraçado porque é mecanismo de defesa... Eu quero ser representado, eu quero ser naturalizado e poder amar meu corpo todos os dias.

E você, o que quer?

TAGS: , , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

0 comentários

Posts Populares

INSTAGRAM