autor brasileiro Carol Cardozo

Estante Nacional #1: Roberta Spindler

10.4.18Carol Cardozo


OLHA A NOVIDADE FRESQUINHA PRA VOCÊ! Seja bem vinde ao Estante Nacional, nossa coluna onde vamos apresentar autores nacionais, conhecer o trabalho, saber sobre sua rotina de escrita, seus ídolos, suas inspirações, tudo!

Abrindo os trabalhos, temos a escritora paraense Roberta Spindler. Graduada em Publicidade e Propaganda, além da escrita, trabalha como editora de vídeos. Entre seus hobbies, tem games, rpg e quadrinhos. Possui vários contos e dois livros publicados (o mais recente deles, Os Heróis de Novigrath, saiu mês passado pela Editora Suma). Vem conferir a entrevista dela!

***

Como e quando você começou a escrever? 

Comecei a escrever durante a adolescência, principalmente fanfics sobre a série Arquivo X, da qual eu era muito fã! Um pouco depois, comecei a criar minhas próprias histórias e considerar a escrita algo mais do que um mero passatempo.


Quais os livros que você já escreveu? Comente um pouco sobre eles com a gente. 

Tenho 2 livros publicados, além de um livro de fantasia do qual fui coautora e diversos contos em antologias. Meus dois livros solo são: 

A Torre Acima do Véu: uma distopia que se passa em um futuro onde uma névoa misteriosa encobriu todo o mundo, obrigando os sobreviventes a se abrigarem no topo de megaedifícios. 

Heróis de Novigrath: Lançado recentemente (março de 2018) pela Editora Suma. É uma história que envolve uma grande paixão minha, os eSports. Adiciono a isso um elemento fantástico e muita aventura. Seis jovens vão ter que superar suas diferenças para não apenas serem campeões de um jogo de computador (HdN), mas para salvar o mundo.


Você possui alguma rotina pra escrever? 

Sim, sempre que estou trabalhando em uma nova história, primeiro crio uma espécie de esqueleto para ela, delimitando todas as cenas de uma maneira resumida. Quando começo o processo de escrita, gosto de traçar metas como 2 mil palavras diárias. Para mim, manter uma rotina organizada é muito importante.


Quando você resolveu publicar um livro seu? Quais foram as dificuldades que encontrou? 

Publiquei em 2011 o livro Contos de Meigan, do qual sou coautora. Esse livro foi um grande aprendizado para mim, principalmente sobre o mercado editorial. Foi uma publicação independente, então encontrei dificuldades de distribuição, mas acredito que essa história me abriu muitas portas e me ajudou bastante a pensar minha carreira e metas futuras.


Como você definiria seus livros pra quem nunca leu? 

Livros para quem ama literatura fantástica.


Como foi o processo de definir a sua identidade no meio literário? 

Acho que sempre soube que queria escrever histórias que, de alguma forma, possuíssem um elemento fantástico. Literatura Fantástica é o gênero que mais amo ler e que sempre esteve presente em minha escrita. Sem uma pitada de fantasia, sinto que faltaria tempero no meu texto.


Dentre suas histórias, qual sua favorita? Porquê? 

Nossa, muito difícil escolher. Acho que cada história tem uma marca importante para mim, significa uma conquista ou aprendizado em determinado momento da minha carreira como escritora.


Quais suas inspirações? 

Busco inspiração para escrever em autores que admiro, em filmes e videogames, mas também em situações do dia a dia da cidade em que moro. Não há uma limitação para o que pode servir como material para uma nova história. 


Um autor nacional que você acha que todos deveriam ler? 

Existem vários autores nacionais talentosos e que merecem ser mais lidos e conhecidos. Vou citar alguns nomes que admiro muito: Eric Novello, Felipe Castilho, Bárbara Morais e Giulia Moon.


Qual a maior dificuldade do mercado editorial brasileiro? 

Acredito que, como em qualquer mercado de trabalho, existem pontos positivos e negativos. O que foi uma dificuldade no meu caso, pode ser completamente diferente para outro autor. Para superar os problemas inevitáveis, o mais importante é seguir sempre com profissionalismo e acreditando no seu potencial.


Qual a importância de uma agente literário para quem quer publicar seus livros por editora? 

Contratar um agente literário não deve ser visto como uma exigência ou garantia de publicação. No entanto, acredito que o trabalho de profissionais competentes dessa área possa, sim, ajudar um autor. Minha experiência com a agência Página 7, por exemplo, está sendo positiva e me deixou muito satisfeita.


Uma lembrança querida da carreira? 

Lembro de receber uma mensagem de uma mãe me agradecendo por ter escrito A Torre Acima do Véu, que foi o primeiro livro que o filho dela se interessou em ler e que gostou bastante. Foi uma mensagem que me deixou extremamente feliz e ainda mais focada em criar histórias.


Quais seus projetos para o futuro? 

No momento estou trabalhando na divulgação de Heróis de Novigrath e também planejando minha próxima história, é uma ideia que já guardo na cabeça faz algum tempo e que estou muito empolgada para escrever!


***
Recém lançado pela Suma, Os Heróis de Novigrath vão chamar a atenção de quem curte jogos online. Vem ver a sinopse:


Heróis de Novigrath é mais do que um jogo de computador. É um esporte. Uma paixão mundial que atrai milhões de torcedores fanáticos para estádios, banca equipes famosas e leva seus jogadores do chão ao topo — e vice-versa. Pedro sabe bem como uma carreira pode desabar de uma hora para a outra. Desmoralizado no meio competitivo, ele agora mal sobrevive fazendo streaming de suas partidas. Heróis de Novigrath ainda é seu grande amor, mas seus dias de glória terminaram.

Ou é o que ele pensa, até receber a visita de Yeng Xiao — seu herói preferido do game. Quando o guerreiro se materializa em sua casa, Pedro acha que perdeu o juízo, mas a verdade é que HdN é mais real do que ele poderia imaginar. Ao redor do mundo, jogadores alimentam o game com sua paixão e, sem saber, com energia vital. Agora, os Filhos de Asgorth, os monstros da terra de Novigrath, estão a um passo de invadir o nosso mundo, e os Defensores de Lumnia precisam de um time que possa restaurar a força do lado dos heróis.


Pedro já deixou que sua ambição o derrubasse uma vez, mas Xiao tem certeza de que ele é o cara certo para montar o novo time. Por todo o país, cinco adolescentes mal imaginam a missão que os aguarda. Heróis de Novigrath é muito mais do que um jogo — é o futuro de todos eles.


Você pode encontrar Os Heróis de Novigrath à venda na Saraiva, Livraria Cultura, Submarino, Amazon e principais livrarias e sites do Brasil.

TAGS: , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

0 comentários

Posts Populares

INSTAGRAM