Call Me By Your Name Carol Cardozo

Coisas que amamos em Fevereiro

20.3.18Isabelle Fernandes


Chegamos em março e bem, a vida foi eclipsada pelo Oscar, tanto é que o Coisas que Amamos tá saindo quase no final do mês HAHAHAHAHA. Porém não só de premiações foi feito o mês do carnaval, então vamos ver o que a gente andou fazendo. Spoiler::: MUITAS NOVIDADES.

Coisas que Lemos 

Bells: Sei que a coisa tá feia quando ler dois livros no mês é considerado uma vitória HAHAHAHAH e os dois foram da Rainbow Rowell. Tudo o que eu precisava nessa vida era ROMANCEEEEEE AAAAAAAAAAA e Ligações a princípio me deixou cabreira porque odeio histórias em que a mulher trabalha muito e esquece a família, SÓ QUE ESSE É TÃO UGH. Ai, é muita fofura. E O FINAL???? QUASE CHOREI, FIQUEI AOS BERROS. O outro foi o conto Universos Afins, uma gracinha também (e me deu sdds de ver Star Wars).

Eduardo: Eu não terminei nenhum livro em fevereiro, mas comecei a ler Você não é tão esperto quanto pensa, do David McRaney. E tá sendo não só uma leitura agradável, mas também vários tapas na cara ao perceber que quase tudo que a gente acha que sabe na verdade é uma grande mentira da nossa cabeça.
Altas revelações
Jota: Eu li só dois livros, um que foi o que a Taiany me indicou: Quinze Dias, do Vitor Martins. E eu me senti tão, MAS TÃO, representado naquele livro que não demorou nem dois dias inteiros pra eu ler tudo. Era o que eu precisava pra alegrar meus dias e ao mesmo tempo me colocar em estado de reflexão. O outro, só vim a prosseguir (porque em Fevereiro li pouco dele) em Março com a leitura: A sutil Arte de Ligar o Foda-se, que vem sendo nem um pouco sutil comigo. 

Taiany: Eu li apenas 2 livros em fevereiro, e um deles foi Quinze Dias, do Vitor Martins. GENTE SÉRIO, QUE LIVRO FOFO E LEGAL E TUDIBOM. Eu não queria acabar, apesar do personagem principal ser um menino, eu me vi tão representada, me senti tão tocada. Doeu, chorei, mas foi lindo e agora eu quero que o mundo leia a história do Felipe, um menino gay, gordo e que está apaixonado pelo vizinho.


Coisas que Ouvimos 

Bells: Como eu viajei, tudo o que eu tive por cinco dias, além das playlists já baixadas, foi a minha especial pra estrada relaxa e viaja. Muitos clássicos reflexivos, muitas novidades animadinhas, tô tão apaixonada por ela que ouço sem parar até agora. Além disso, teve Mystery of Love e Visions of Gideon. OLÁ, SUFJAN STEVENS, VOCÊ ME FEZ OUVIR DUAS MÚSICAS MAIS DE 20 VEZES EM DUAS SEMANAS.


Carol: Passei o mês de fevereiro ouvindo indie rock (nenhuma novidade) mas uma vibe mais dançante. Foquei bastante em Yeah Yeah Yeahs, St. Vicent e The Ting Tings.

Eduardo: Ultimamente tudo que ando ouvindo é de procedência nacional. As músicas que andam fazendo minha cabeça e preenchendo o silêncio daqui de casa são Partilhar do Rubel e Me Cura da Anna Muller. Se juntar os dois ainda ganha de presente essa coisa maravilhosa que é Sofia.


Jota: Muitas músicas que escutei foram sendo descobertas ao longo do mês, mas segundo meu histórico do YouTube, as mais repetidas foram: If You Only Knew (Disney), covers de Maroon 5 (e Maroon 5) e Young Dumb & Broke (cover produzido pelo Kurt Hugo Schneider).

Taiany: Parece que vivi um ano inteiro em fevereiro, aconteceu de um tudo, inclusive uma viagem MARAVILHOSA, mas que me deixou 5 dias sem internet. Por conta disso, me voltei para as músicas salvas no celular, ouvi muito Vanguart e Legião. No começo do mês também escutei bastante Phill Veras, ouçam o álbum Carpete gente, é um hino. Mas o que fez realmente minha cabeça esse mês foi a música Motor do Maglore, vou deixar até o vídeo aqui.

Tino: Eu tenho escutado muito Janelle Monae. Eu nunca tinha dado muita atenção pro trabalho dela, mas rapaz, desde que ouvi já não tem mais volta. As músicas são muito bem feitas, em diversas músicas tem solinho se guitarra que é só amor. O que também tenho ouvido é o último CD da Demi. Todos os shows que ela já fez no Rio tive a oportunidade de ir, eu sempre gostei das músicas. Entretanto, os albúms anteriores, "Demi" e "Confident," me brocharam. Não curti muito a vibe deles, acabei me afastando. Só que, né, "Tell Me You Love Me" me trouxe à tona e aí estamos nós como: #demibrazilabril


Coisas que Assistimos 

Bells: Graças ao oscar me atualizei no mundo dos filmes, ou mais ou menos. Na real só consegui ver mesmo Shape of Water e Call Me By Your Name, verdadeiros HINOOOOOS mas não consegui ver Get Out AINDA. Uma vergonha. Mas uma hora vai.

Carol: Voltei a assistir Legends Of Tomorrow (parei com o hiatus de fim de ano e voltei mais do que atrasada) E IRMÃO, QUE FAROFADA GOSTOSA, PUTA MERDA. É viagem no tempo, tem magia, tem vilão farofa de outras séries, e basicamente todo mundo do Arrowverse que sumiu por algum motivo de suas série originais aparecem por lá. MEU LEONARD SNART DA TERRA X E MEU CONSTANTINE, NINGUÉM SAI.


Eduardo: Tirando alguns dos filmes indicados ao Oscar que consegue assistir e as séries de sempre, as novidades que assisti em fevereiro e amei incluem a maravilhosa estreia de Queer Eye da Netflix, os melhores episódios de This Is Us que eu não consegui assistir só uma vez e a coisa maravilhosa chamada O Rei do Show.

Jota: Além das séries que vocês sempre me vêem, repetidamente, citando, como Supernatural, The Flash, DC’s Legends of Tomorrow (só queria falar que eu amo essa série demais, sério, é algo aqui no coração que não sei descrever de TÃO bom)... eu me atualizei muitos em filmes, documentários e curtas (amém Intensivão), como Call Me By Your Name, Corra!, “Com Amor, Van Gogh”, Lou, Revolting Rhymes, Extraordinário, Guardiões da Galáxia vol.2 e por aí vai (você pode ir ler os textos que falamos sobre as categorias do Oscar desse ano, nosso Intensivão)


Taiany: Assisti muita coisa, mas sem me focar em nada hahahahahah Fui ao cinema para ver Pantera Negra e sai da sessão APAIXONADA por três mulheres, escrevi até uma matéria sobre o filme. Finalmente consegui achar RuPaul’s AllStars 3 na internet e tô assistindo enquanto os episódios são disponibilizados (tá muiiiito bom). Vi uns filmes que faltavam para o Oscar e foi isso.

Tino: Assisti Lady Bird o que, pra proposta dele, é bom. Diversos momentos me senti muito conectado. Tem uma cena que ela grita pra mãe "quanto você gastou comigo na escola? Eu vou trabalhar e pagar tudo! Não vai ter tido gasto nenhum comigo!" Assim como ela e a mãe, tenho uma relação conflituosa com meu pai e eu literalmente sempre penso em fazer isso. Eu jamais imaginei que alguém pensasse igual, então foi muito legal ver esse sentimento no filme. Também assisti foi Pantera Negra. Era o filme que mais esperava em 2018, a expectativa estava absurdamente alta, o que felizmente foi muito bem atendido pelo filme. O filme é lindo! A história tá incrível! Se fosse mudar algo só mudaria que o vilão continuaria vivo (selecione pra ler) e obviamente não iria excluir a cena em que mostra a Ayo a fim de uma outra mulher. Fora isso, só sucesso. Toda vez que escuto “All The Lovers” do Kendrick com a SZA fico só a alegria. Amei demais!



Coisas que Fizemos 

Bells: VIAJEI COM OS MIGOS PELA PRIMEIRA VEZ!!! Tá certo que vó e as tias foram junto, mas ainda assim é uma viagem com os amigos. Foi maravilhosoooooo, muitas histórias loucas pra contar e voltei 100% recarregada. Recomendo muito.

Carol: Ajudei meu namorado a organizar um churrasco com futebol. Talvez tenha sido a semana mais estressante da minha vida recentemente, e não tive descanso nem no dia (deu treta na hora de pegar o campo com a churrasqueira porque a pessoa que marca as datas aparentemente marca as mesmas datas pra vários grupos diferentes), muita gente que disse que ia não foi, mas foi divertido no fim das contas! Comi pra caralho, joguei futebol pra completar time (achei que ia ser terrível mas não! Fiz o gol mais bonito do jogo! Encobrindo o goleiro! Tinha que ver). No dia seguinte estava dolorida pra caralho, mas sempre que faço exercícios meu corpo grita pra mim AAAAAAA ADRENALINA MOVIMENTOS EU TÔ VIVA, então gostei muito.

Eduardo: Colei grau e foi uma experiência infinitamente melhor que eu imaginei! Toda vez que penso naquele dia me arrepio ou emociono porque eu achei que ia ser tedioso e demorado, mas a verdade é que foi muito gratificante e toda aquela sensação de realização e dever cumprido.

Também fiz pamonha, que é uma coisa que minha família sempre fez mas que fazia anos que eu não participava do processo. E dessa vez eu fiz tudo: desde descascar o milho até a fase final de levantar o garfo na boca hahahaha. O melhor de tudo nem foi fazer, mas sim ter uma grande parte da família fazendo tudo junto que me fez lembrar muito da minha infância fazendo pamonha na casa da bisavó.

Jota: Começou a escola. E foi isso, tão decepcionante quanto irritante (porque né, é escola...). Mas de coisas lindas e maravilhosas: meu curso de inglês também voltou e fui alguns dias na casa do meu avô, além de começado a explorar mais minha escrita. Em resumo foi isso, não foi um mês mais excitante da minha vida, mas eu gostei. (agora é aproveitar Março, já que é meu mês favorito, por diversas razões, incluindo meu aniversário) 

Taiany: EU FUI PARA A REGIÃO DOS LAGOS PELA PRIMEIRA VEZ. E não só isso, viajei com a Bells e o Felipe, e fomos passar o carnaval fora do Rio de Janeiro. Foi literalmente só sombra e água fresca. Essa foi a melhor viagem da minha vida, voltei cheia de história e com um fogo de viajar outra vez ainda esse ano. 

TRÊS MODELOS LINDÍSSIMOS

Tino: Eu planejei passos ousadíssimos para a minha vida. Fiquei absurdamente exausto. Não só nada deu certo, como parece que toda a força que investi fazer algo dar certo, voltou com igual proporção. Estou acabado, fisicamente e psicologicamente. Reerguendo aos poucos. Então te deixo essas mensagens:

“You is kind. You is smart. You is important.” (Histórias Cruzadas)

“I am calm. I am light. I am loved. I’m okay.” (Lady Gaga) 


TAGS: , , , , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

0 comentários

Posts Populares

INSTAGRAM