autoestima CCDicas

Uma mudança nas palavras

24.2.18Colaboradores ConversaCult


Sabe aquela característica da sua personalidade que você não gosta e adoraria mudar, mas acredita que não consegue e sempre fica falando nela? "Sou muito insegura", "Sou desorganizado", "Sou tímido demais", "Sou preguiçosa". Então, bora mudar isso? (E não estou falando de "tentar", estou falando de conseguir. Porque, como dizia o Yoda: Você faz ou não faz. Não existe tentar.)

Primeira coisa: Pare de falar que você é daquele jeito. Você simplesmente está daquele jeito e vai mudar. Quando você diz, por exemplo, que é inseguro, está apenas reforçando sua insegurança e validando seus comportamentos inseguros. Além disso, está deixando essa característica que você não gosta ainda mais evidente para outras pessoas. Mude as palavras. Elas tem, de fato, muito poder.

Aí você vai dizer "Este ano vou tentar ser mais organizado". Olha só como funciona: o ano tem 12 meses. E você vai tentar (ou seja, garantia nenhuma) ser mais organizado. Ou seja, se você é completamente desorganizado, você sendo só 99% do desorganizado do que é hoje no dia 31 de dezembro, você vai cumprir esse objetivo. Mas é um bom objetivo? Que tal dizer "A partir de agora sou uma pessoa organizada"?

O segundo passo é entender que mudanças de comportamento, especialmente depois que a gente é adulto, não são algo absolutamente natural. Vai precisar dar uma forçadinha. Se você foi desorganizado a vida toda, você vai precisar passar por um processo até que ser organizado seja natural para você e esteja incorporado no seu dia a dia. Faça um 'bullet journal' (joga no Google o que é!), tabelas, tudo. Se force por algumas semanas a cumprir tudo até que você não precise mais se forçar a fazer.


É insegura? Pense como você acredita que uma pessoa segura se sentiria e agiria. É esquisito, mas experimente se olhar no espelho e se elogiar todos os dias e escrever bilhetes para si mesma ressaltando suas qualidades.

Quer ser menos estressado? Existem aplicativos de celular de meditação que, inclusive, tem notificações para te lembrar da hora de meditar. Vai ser difícil os primeiros dias e as primeiras semanas, mas aí vai ficar mais fácil depois.

A grande dificuldade em mudarmos é acreditar que um belo dia vamos acordar da cama diferentes, mas não é assim. Hábitos e comportamento que não gostamos foram sendo construídos em nossas personalidades por anos e vão demorar um tempo para serem desconstruídos e substituídos. O grande segredo é a atitude e as palavras que você escolhe dizer para si mesmo.

Seja gentil consigo mesmo. É a melhor maneira que alcançar o que você quer.

***

Sobre a autoria: Renan Wilbert é jornalista e administrador da página “Igreja de Santa Cher na Terra”. Nascido e criado no Rio de Janeiro, procura utilizar sua escrita para tratar de temas como a igualdade, autoestima e sociedade.

TAGS: , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

0 comentários

Posts Populares

INSTAGRAM