CCdiscussão CCFilmes

Thor: Ragnarök não é 'menos filme' por ser uma comédia

5.12.17Colaboradores ConversaCult


Então, eu acho o primeiro Thor ‘ok’ e o segundo Thor nem acho memorável o bastante pra ser ruim – só o Loki que sempre me agrada, não tem jeito, é o Tom Hiddleston, minha gente - só resolvi ver esse último no cinema porque tem a Tessa Thompson, Cate Blanchett e o diretor é o Taiki Waititi e amo “O que Fazemos nas Sombras”, além dos trailers estarem interessantes. Aí acabou que eu... AMEI???



Parabéns, Taika, seu lindo!
Acho que é o filme da Marvel que mais gosto depois de Soldado Invernal. É uma comédia que nem Guardiões da Galáxia, que também gosto, mas tem algo em Thor que em Guardiões não me pegou tanto: os personagens. Achei todos bem resolvidos, você sabe porque estão lá e todos são interessantes e carismáticos de alguma forma – o Chris Hemsworth é MUITO melhor em comédia do que em qualquer outra coisa. Sério, eu fui de achar o Thor ‘ok’ pra ‘caraca como eu gosto desse cara’.

A felicidade no olhar d equem está em seu habitat natural
O filme é uma comédia mas tem seu desenvolvimento dramático, digamos assim, fiquei super satisfeita, mas eis que saio do cinema e vejo que muita gente não gostou porque achou “bobo” ou simplesmente por... ser engraçado?? Oh boy, eu amo Cavaleiro das Trevas mas talvez muita gente tenha parado naquela vibe pra sempre.

"É uma história meio longa. Drama familiar. Esse tipo de coisa. Mas estamos procurando meu pai."
Digo logo que todo mundo tem o direito de não gostar do filme, longe de mim obrigar alguém a gostar de alguma coisa, mas não gostar ou desdenhar de algo só porque é uma comédia engraçada não faz sentido. Comédia é um gênero como qualquer outro, não é menor só porque te diverte, não é menos bem feito ou mais fácil e “zona de conforto” porque te faz rir. Fazer comédia é difícil pra caramba, ainda mais uma que fuja do lugar comum que é piadinhas com mulheres, lgbt+, negros e outras minorias.

Thor nunca escondeu que seria comédia, os trailers deixavam isso muito claro (além de ser Marvel, alguém realmente achou que fosse ser sombrio só porque se chama “Ragnarök”?), enganado ninguém foi. Então só me resta achar que muitas pessoas acham que por ser comédia o filme necessariamente tem um roteiro mais raso, mais fraco, e na verdade achei o filme mais dramático, dadas suas devidas proporções, claro, dos 3 filmes de Thor e até de alguns que também têm essa veia mais comédia da Marvel – tem uma morte e um ~ferimento de batalha que eu realmente não tava esperando inclusive.

"Isso vai ser tão divertido"
Pra mim a mensagem passada pelos trailers foi essa"
O desenvolvimento de personagens (meme do Pernalonga metido) nesse filme é muito bem feito, além de alguns terem um background um tanto triste e/ou violento. O Thor finalmente mostra a que veio e tudo que aprendeu nesses anos, até o que deveria ser mostrado no primeiro filme, dele se tornar mais digno etc., ficou mais claro aqui do que em Thor 1. Já o Loki sai daquela coisa de sempre de vilão - ele sempre vai fazer as armações dele de vez em quando, ele é o Deus da Trapaça, tá na essência do cara, mas agora ele de fato se enxerga como parte de Asgard, irmão do Thor e ainda se percebe que ele vai tentar, não ser heroico, mas ser menos inconsequente e egoísta, o que acho mais interessante do que ficar no mais do mesmo.

Minha única reclamação sobre o Loki é que não teve essa cena
Além disso, a Valquíria tem aquele passado triste meio ronin, o samurai sem mestre, que perdeu sua fé em si e em Asgard e virou alcoólatra, é uma personagem feminina realmente interessante que não tá ali só pra ser a badass da história ou interesse amoroso.

Qué dizê olha essa mulher – aliás, Tessa Thompson <3
A Hela meio que vem pra jogar os podres de Asgard e de Odin no ventilador e acaba com a idealização do pai que o Thor tinha e que muita gente tem dos próprios pais na vida real, inclusive, mostrando a que preço se fez a glória de Asgard (referência à própria colonização das Américas e construção dos EUA? Talvez, considerando que o diretor tem ligação com os povos indígenas da Oceania, o pai dele é Maori se não me engano, faria sentido ele querer pôr essa indireta no filme).

O ódio no olhar de quem veio jogar tudo no ventilador.
Todos eles têm esses momentos sérios quando necessário - inclusive o Hulk, que não perdeu seu lado atormentado -, mas no geral o filme passa essas informações tendo um fundo de comédia mesmo, o plot e os personagens se desenvolvem, tem histórias interessantes e você ainda se diverte. Pra mim isso é 10/10.

Como dizer que eu me empolgo mais com os Revengers do que com os Avengers?
Isso tudo foi pra mostrar que dizer que é ruim ou menor SÓ porque é engraçado não tem muito sentido. Isso porque não falei de outros filmes de comédia que aproveitam pra fazer críticas e deboches a fatos históricos e sociais – tipo A Vida de Brian do Monty Python que é comédiazona mesmo e chama atenção pra coisas como fanatismo religioso e pensamento de manada. Eu sou uma pessoa que ama drama, tenho tendência a me apegar a personagens que sofrem traumas inclusive, tô tentando parar com isso, mas nem tudo tem que ser dramático e sombrio pra ser bem feito. O mundo já tá Cavaleiro das Trevas o suficiente, cai bem volta e meia aparecer na vida um Thor: Ragnarök colorido e sem medo de ser engraçado.

"Só digo isso." 

***


Sobre autora: Isabela Pery. Ex-estudante de cinema, atualmente estudante de jornalismo. 21 anos. Viciada em filmes, séries e livros - principalmente dramas - e recentemente entrei no mundo dos animes. Às vezes me empolgo falando sobre História, principalmente Guerra das Rosas. Nem o Pottermore se decide se sou Corvinal ou Lufa-Lufa. Casa Stark - dos livros, série oq tenho a ver. Atualmente me entupindo de Naruto e Boku no Hero


TAGS: , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

0 comentários

Posts Populares

INSTAGRAM