CCdiário CCdiscussão

Como é conviver numa casa onde todos tem uma religião diferente?

3.12.17João Paulo Albuquerque


*religião nunca é o problema; são as pessoas que as usam para ter poder

Antes de começar de fato, vamos separar minha família em caixinhas: primeiro meu pai, ele é cristão; minha mãe não tem religião, porém segue e estuda mais sobre Umbanda e Espiritismo; eu sou pagão (isso mesmo), minha irmã não se importa com isso agora.

Conviver numa casa onde geral não tem a mesma religião é bem como vocês imaginam....respeitoso

Acharam que eu ia falar um caos, né? Pois aqui não tem isso não.


Eu não sei como deve ser na sua casa, mas na minha as coisas são bem pacíficas em relação à isso. Claro que há divergências de crença, mas o legal é que a gente conversa e tenta ver porque tal coisa é assim e porque cremos nisso. Um exemplo é a bíblia, meu pai lê? Não, mas sabe as passagens e histórias e essas coisas, e normalmente a gente conversa sobre o porquê de geral apontar que a bíblia não é confiável. Se meu pai é Cristão Apostólico Romano? Não. Ele é cristão, segue o princípio = amar ao próximo como a ti mesmo, assim como as coisas principais e que pregam amor, porque ele crê que Deus é amor, não medo e preconceito (você quer @ ?). Minha mãe segue mais os princípios da Umbanda e Espiritismo, que basicamente são o amor e conhecimento, respectivamente. E mano! Isso é muito legal. Eu amo essas duas religiões, Umbanda principalmente pela questão de história e crença, enquanto Espiritismo pela questão de questionamento do Universo e estudo.

Agora chegamos na parte que costumam me questionar... sobre eu ser pagão. O que isso quer dizer? Isso quer dizer que eu creio e não nego a existência de outros deuses, mas eu também creio que a natureza é um ser consciente (não digo no sentido humano da coisa, calma aodksodk). Pagão em si é um termo guarda-chuva, porque há diversas crenças que derivam daí, a Wicca é um exemplo (um dia falo sobre). Se eu já escutei gente falando "mas só existe um Deus"? Já. O que respondi: "Certeza?". Não incomodando meu espaço, não vou te jogar numa crise de crença.

Por que estou falando nisso? Acho que porque eu vejo minha família muito diversa, sabe? É meio que uma prévia do que fui conhecendo na minha vida e do que vou vendo dia a dia. É legal não ter todo mundo com uma crença só e tals, sabe?  Isso meio que tira a gente da zona de conforto da preguiça de pesquisar que nos induzimos e aprendemos mais sobre as coisas.

Mas se você parar pra pensar, é um mito isso de que pessoas de religiões diferentes não podem conviver. (achei a moral do post, inclusive, achei a foto de capa depois de terminar, to pasmo OKSODKSO) Com respeito a gente vai longe.

A ideia desse texto surgiu depois de eu escutar o amigo do irmão da minha vó (inverte a ordem e então vocês entendem e não se perdem nessa árvore genealógica oakdsokdos) falar que não existe Ateu porque todo mundo tem cu... Eu disse: "E cristão? Não tem quase nenhum que siga o que Jesus disse, que é amar ao próximo como a ti mesmo.". E achei importante compartilhar com vocês que pessoas de religiões diferentes, inclusive dentro de suas próprias casas, podem conviver e aprender muito uma com as outras. A união faz a força.


TAGS: , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

0 comentários

Posts Populares

INSTAGRAM