Carol Cardozo CCdiário

Como foram as expectativas para 2017?

31.12.17Conversa Cult


No início desse ano a gente parou pra fazer algumas metas pra 2017 e agora, no último dia do ano, estamos de volta com as considerações!! Será que a equipe conseguiu cumprir suas resoluções? Será que foi um ano bom pra gente? Será que foi um desastre só?

Já adianto que entre mortos e feridos, todos se salvaram HAHAHAHAHA. Só vem pra conferir o que aconteceu.

BELLS

Surpreendentemente, 2017 acabou sendo um ano maravilhoso pra mim. É surpreendente porque ele começou bem bosta: passei o ano novo com a rapeize enquanto vó ficou sozinha em casa e quando cheguei ela tava DOENTE. E nos meses seguintes minha saúde mental só foi pro saco, me senti cada vez mais perdida, o horror. Eis que então rolou uma MEGA VIRADA e coisas doidas aconteceram: comecei a fazer taekwondo, descobri o que fazer da minha vida profissional, arrumei um mozão HAHAHAHHA. Só uma dessas coisas eu tava meio que correndo atrás, o resto todo caiu de paraquedas e meu irmãozinho, eu tô bem empolgada. Agora vamos ao que eu tava pensando no fim de 2016: 

1 - Continuar com o autocuidado

SUCESSOOOO!!!!!

Ok, demorou seis meses e precisei ter várias crises de ansiedade medonhas que quase foderam com o meu organismo pra eu enfim começar um tratamento farmacológico direitinho, MAS FOI. E comecei a fazer  terapia com uma psicóloga ótima e nem fiquei pensando na linha teórica que ela seguia (coisa que eu tentava descobrir e me fazia desistir...), tanto que só fui saber que ela é psicanalista no final desse ano e caguei baldes HUGIDFHGUIFHGID. Considero isso uma mega evolução.


2 - Cuidar DIREITO do meu cabelo

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK



Janeiro de 2017 eu comecei com FOGO pra cuidar do cabelo, é verdade. Taiany até me deu um mini guia feito por ela mesma, fomos juntas atrás de produtos que eu pudesse comprar naquele momento e tudo parecia lindo. Até fiz hidratação caseira!!!!

Mas aí o fogo apagou.

E mais uma vez não tô nada afim de reacender HAUHFUIDSHGIDSHFIS quem sabe na próxima


3 - Terminar minha série de livros

Olha, eu bem que tentei. Nem lembro como foi o camp nano de abril, o de julho foi MARAVILHOSO!!! Minha história fluiu, escrevi horrores, bati minha meta pessoal de 10 mil palavras então tava super feliz, né. Chegou novembro e fuén. Acho que posso considerar essa expectativa como semi cumprida xD


4 - Entrar de vez nas ciências

Nesse ponto o ano começou bem mal. Eu tinha me voluntariado pra um projeto lá, mas acabei não indo por mil razões (incluindo crises de ansiedade) e achei que nada mais iria dar certo e não tinha ideia de onde mais eu podia tentar investir. Mas eis que depois de uma conversa da galera da minha ex faculdade sobre mestrados, descubro um certo site....e aí achei um certo programa de mestrado....e descobri que era em pesquisa, e que a responsável por uma das linhas de pesquisa ia me dar aula em breve.

Daí em diante amigues, foi só sucesso e quando fui ver, me vi dentro de um grupo de estudos, uma espécie de preparatório e teste de fogo pra quem tá querendo o mestrado HAHAHAHAHA. Agora o caminho que eu quero seguir tá bem claro, só me sinto muito perdida e deslocada no meio daquela galera, mas acho que todo mundo se sentiu assim no início então VAMO QUE VAMO.

Eu em toda reunião do grupo

CAROL

1 - Continuar na missão de aprender a tocar guitarra

Comecei 2017 sabendo tocar uma música só, aprendi vários riffs, acordes, anotei tudo até numa listinha... mas não pratiquei o suficiente e chego no fim de 2017 lembrando só única música que eu já sabia. FUEN FUEN FUEN FUEEEEEEEN.


2 - Me aceitar mais e mais

Acho que esse eu consegui?? Ainda entrei numas bads terríveis, mas a maioria sempre teve mais a ver com coisas ao meu redor. Claro, ainda me senti um lixo, mas hoje em dia eu consigo ver coisas boas em mim, quase nunca fico pensando "Por que as pessoas gostam de mim" e até consigo me olhar no espelho pensando :


Então sim, diria que essa é uma expectativa que foi cumprida, UHUL!


3 - Conseguir um cantinho só pra mim

Então, esse eu consegui e não consegui HAHAHAHHAHAHAHAHHAHAH Não consegui porque estou dividindo com três colegas, mas consegui porque não é uma república nem nada, então posso levar meu namorado e amigos pra dormir lá, tenho mais liberdade (e mais dor de cabeça também, mas é a vida)... não é o ideal que eu queria, mas sei lá, foi uns 50%? Meia meta cumprida vale? Vale sim, meia meta é melhor que meta nenhuma, RISOS

DANA

1 - Quero terminar mais histórias

Terminei mais histórias - nem perto do quanto eu queria terminar, mas pelo menos mais. E sinto que 2018 VAI TER MAIS AINDA.


2. Quero paz, amor, alegria, esperança HAUHAUHA

Feito


3 - Quero terminar meus projetos

Já li esse título perguntando: que projetos? MAS. Realmente terminei meu projeto de quotes de escrita!! Ainda tenho que tirar fotos e postar no instagram, mas isso dá pra fazer em um dia!!! Tô me questionando se é algo que quero fazer, veremos. As camisas e o de representatividade não fiz, mas tô ok.


4 - Aprender a falar inglês

A bebê ainda não aprendeu a falar inglês, maaaaas tô bem melhor, inclusive na escrita.


5 - Continuar indo em frente...

Acho que de coisa inspiradora só teve Little Witch Academia, mas tô ok. Foi um ano bom.

No geral, posso dizer que 2017 me deu tudo o que eu esperava nessas expectativas.


EDUARDO

1 - Manter contato

Se tem um coisa que eu tenho 100% certeza que fiz foi isso. Tô tão feliz por conseguir manter essa promessa que no final das contas eu realmente percebi que não é tão difícil assim e que não demandou tanto sacrifício quanto eu imaginei.


2 - Me exercitar mais

HAHAHAHAHAHAHAHA



3 - Aprender francês

Je m'appelle Eduardo.

A única coisa que fiz esse ano foi desaprender o português porque é cada frase sem nexo que nois bota no twitter...


4 - Me Formar e saber o que fazer da vida

Depois de muitas noites sem sono, uma gastrite nervosa e vários desgraçamentos mentais a gente tá firme e forte aqui pra dizer EU SOU ENGENHEIRO PORR@

Formar em 5 anos sem pegar nenhuma DP e com média acima de 85 era só isso que eu queria mesmo, por mais que tenha me custado a pouca sanidade que me restava e me deixado com essa pança de cerveja.

Esse gif é a melhor metáfora pro meu ano: se não quer estourar sozinho vai abrir na marra!
Não tô tão perdido, mas o emprego também não estamos tendo. Aliás, meu currículo tá aqui me contrata, por favor?

JOTA

Apesar de só ter entrado pro blog em Abril, um tempo depois (especificamente Julho no terceiro Desabafo) eu escrevi quais as minhas expectativas pro meu ano. E surpreendentemente eram não só pé no chão de acordo com minha realidade, como também em sua maioria foi bem encaminhada.

1 - Aprender a lidar com a raiva interna e o que fazer com ela

Não vou mentir pra vocês: pior parte desse ano foi aprender a lidar com a minha raiva. Ela é imprevisível e normalmente eu solto em todo mundo perto de mim, o que gera muita merda. Porém, o que aprendi é que muitas vezes essas raivas são geradas por eu não ter dito o que tinha em mente e que há modos de controlar isso (prefiro dizer remediar, porque não dá pra controlar emoções), por mais que seja difícil. Quando eu começava a me irritar, eu me distanciava dos meus amigos e familiares, o problema é que isso não resolve nada porque daqui alguns anos não vou conseguir ter esse tipo de escapatória, então eu comecei a respirar bem fundo quando estou com raiva, focar em qualquer coisa menos na situação que esteja me dando raiva. E se perceber que estou levantando a voz, me acalmar e sentar direito. Óbvio que nem sempre funciona, mas não custa tentar. É um processo que envolve amadurecimento e muito tempo. Então vou dizer que esse tópico ficou incompleto.


2 - Botar tudo que me incomoda pra fora, desabafar como for

Eu criei minha Newsletter, mas não estou escrevendo sempre. Quando eu preciso conversar eu vou até minha mãe, então eu diria que pelo menos isso está indo bem. O problema é aprender a lidar com a melhor forma de dizer aos outros as coisas, mas até agora está bem.


3 - Meu visual, eu preciso ser mais esse novo eu que estou descobrindo

ISSO COM CERTEZA ESTÁ DANDO CERTO!!! Ultimamente eu estou comprando - sempre que possível - as roupas e coisas que eu gosto, sem pensar na minha zona de conforto, tentando pisar fora. Nessas férias, quero ver se vou experimentar alguns novos tipos de calças. Ainda não descobri totalmente sobre mim mesmo, na verdade, algumas dúvidas surgiram no caminho desse ano, mas por enquanto a parte da roupa está indo bem, estou vendo as coisas que gosto e me descobrindo mais.

basicamente eu sempre que saio do provador ~inclusive, teve um dia que eu e meu amigo fomos na Renner perto de casa e provei um salto, ainda quero aquele salto.

4 - Ver o que eu quero e até onde eu vou para ter isso

Por enquanto minha lista do que eu quero diminuiu muito, na verdade, caiu drasticamente até reduzir em: notebook, mesa para desenho, mesa digitalizadora, câmera e algumas coisas para desenho. E até o momento é juntar dinheiro para essas coisas.


5 - Fazer lista do que eu quero e ver se estou com condição mental para isso

Essa parte foi a mais difícil, na verdade, esse ano tanta coisa aconteceu que mexeu com meu psicológico, mas estou desvendando aos poucos e acertando com as coisas para melhorar minha saúde. Até o momento, tudo que eu quero e minha condição mental estão sincronizadas, na verdade, meu projeto (o qual eu explicarei em um texto para o ano que vem) me ajudou a manter a sanidade e uma boa condição mental. Então, mais um ponto positivo.


As únicas coisas que sei sobre esse ano em relação à mim é que eu evolui. Eu aprendi muita coisa, consegui muita coisa do que queria, me tornei melhor em relação à mim mesmo do que antes. Mas ainda não sei quem eu sou por completo, não sei e tenho medo de saber e de não saber. Mas o mais importante é que aprendi que eu preciso fazer mais as coisas por mim e conciliar os momentos de "isso sou eu" com "isso sou eu me preocupando e ainda uma parte minha que tem medo de ficar sem ninguém ~não no sentido romântico, pra isso eu to cagando". São várias coisas ao mesmo tempo. Mas o que sei é apesar dos pesares, estou orgulhoso de tudo que conquistei esse ano, não foi fácil, MAS VAMO BOTAR PRA QUEBRAR NO ANO QUE VEM


TAIANY

A GENTE É MUITO ILUDIDO HAHAHAHAHAHA

Vim escrever sobre como foram minhas expectativas para 2017 e claro que não fazia ideia das coisas que tinha escrito pouco menos de um ano atrás, eis que fui olhar o texto para refrescar a memória e GRITEI ALTO. Não é que tudo deu errado, é que nada foi como eu imaginei que seria, acho que não fui muito realista nas minhas resoluções, sei lá. De forma geral esse ano foi meio esquecível, fiz coisas legais, fui eu mesma, entrei numa bad desgracenta no final do ano, mas que me fez tomar umas atitudes que deveriam ser tomadas e agora do cheia de energia para 2018 começar logo porque sou dessas que fica toda animada com começos.


1 - Me cobrar menos

Se eu parar pra pensar, até que me cobrei menos sim, só que tá longe longe de ser o suficiente. Essa é umas das coisas que me deixa desgraçada da cabeça, e ainda faz com que as pessoas queiram me bater, em pensar que elas só veem a ponta do iceberg. Lá nas nossas expectativas para 2017 eu escrevi que sabia que seria extremamente difícil (me cobrar menos), bom, pelo menos de uma coisa eu tava certa hahahahahahah

Mas é isso ai, eu não esperava que fosse fácil e nem que estivesse alcançado a iluminação, nos descobrir, tentar sermos pessoas melhores para nós mesmo e para os outros, tatear em busca do autoconhecimento não é algo que termina nunca, é um caminho, uma jornada, e aos trancos e barrancos, indo e regredindo, tô tentando. Só desejo que seja um pouquinho mais tranquilo ano que vem, nem é pedir muito vai.
Eu para mim mesma.

2 - Ter disposição

HAHAHAHAHAHAHA Eu não consigo parar de rir, mas é de nervoso mesmo.

Palavras escritas por mim em 1 de janeiro de 2017:

"Esse ano eu não consegui ir a nenhuma Semana de Psicologia que rola gratuitamente nas faculdades, não consegui ir em nenhum evento de sexualidade e nem de gênero, nem nos eventos sobre Mindfulness eu fui. Eu marcava, me empolgava, mas na hora qualquer desculpa era uma desculpa válida para não comparecer, fosse o tempo chuvoso, fosse a falta de companhia."

A única coisa que fiz foi parar de dar desculpas, eu não ia mesmo e era isso ai hahahahahahahah Gente que vergonha!

eu usei essa imagem no início do ano
eu sou essa imagem
Vou pontuar como positivo não ficar dando justificativa para mim mesma e vamo pra próxima.


3 - Usar menos a internet e as redes sociais no geral

DEU CERTO! ESTOU CHOCADA.

Tudo bem que ainda perco horas do meu dia no twitter, mas facebook que tenho a ver? Só entro por causa do blog e do Dias de cinefilia mesmo e ainda sim é uma coisa bem papum.


*emocionada

4 - Fazer alguma coisa com os assuntos que me empolgam

"Não faço a minima ideia de como isso vai ser, nem o que vou fazer, nem quais assuntos, mas não quero só ficar encantada com o que vejo, e nem só consumir como expectador."

Só fiquei encantada com o que via e só consumi como espectadora.

"Esse ponto tem tudo pra dar errado, nem sei por onde começar, mas vamo na fé, vai que colocar ele como proposta me dê ideias."

Não é que deu errado, só não deu mesmo. E colocar ele como proposta não me deu ideias nenhuma, tinha até esquecido que havia colocado essa proposta. BERRO

eu reagindo a mim sobre as não resoluções até o momento

5 - Continuar com minhas resoluções de 2016

Mesmo com ressalvas, aconteceu.



Ser Taiany tá sendo sucesso, não criar tantas expectativas é aquela coisa, vamo agradecer a graça alcançada até aqui e se dar por satisfeita, e voltar a ser esperançosa oscila o copo para mais ou para menos dependendo do dia, mas no geral tem ficado naquele meio saudável. 


***

Independente de como tenham sido suas expectativas pra esse ano ou se você nem mesmo teve alguma resolução, uma coisa importante a se lembrar é que apesar de todos os problemas, aqui estamos nós respirando ainda. E enquanto estamos vivos, tudo pode acontecer, incluindo aquela coisa maravilhosa que você nem tem mais esperança. 

QUE VENHA 2018!!!!

TAGS: , , , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

4 comentários

  1. Essa postagem salvou o meu ano hahahahaha
    Que criativo! Adorei as expectativas de vocês e mais ainda os comentários sobre elas, vou ver se faço uma lista de metas para 2018, mesmo sabendo que não vou conseguir nem a metade hahaha.
    Feliz Ano Novo pessoal! Que 2018 seja 10/10 para todos!
    Beijinhos

    Toca da Lebre

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O lance da metas é traçar coisas que sejam realistas e dividir em partes pequenas xD

      FELIZ ANO NOVOOOOO

      Excluir
  2. Gente, que ideia MA RA VI LHO SA!! Também quero fazer uma lista de expectativas pra 2019!! Olhando num geral, eu acho que meu ano foi uma droga, mas acho que se tivesse feito uma lista, teria visto vários pontos onde melhorei/mudei, coisas que fiz, coisas que não deveria ter feito E NÃO FIZ mesmo... Nossa memória é bem falha, né? E seletiva.
    Quero me fazer uma listinha, ou talvez uma cartinha pra abrir no final do ano, tipo uma cápsula do tempo, e ver o que aconteceu. Ou talvez eu faça um diário, uma daquelas jarrinhas com coisas que quero guardar... *matutando*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma coisa que eu fiz ontem pelo segundo ano consecutivo é uma cartinha pra abrir só no último dia do ano. Num verso eu listei todas as coisas boas de 2017 pelas quais eu tava agradecida e as coisas ruins que queria que não se repetisse. Aí no outro verso listei as coisas quer quero em 2018. Acho 10/10

      Excluir

Posts Populares

INSTAGRAM