ano novo Carol Cardozo

Nossas expectativas para 2017

1.1.17Conversa Cult


ANO NOVO, VIDA NOVA!!! 2017 chegou e como de praxe todos temos metas, planos e expectativas. É claro que isso não poderia ser diferente entre a equipe do CC, então::: o que a gente espera de 2017?

É hora de conferir:


>>> BELLS

1 - Continuar com o autocuidado

Como eu disse no post das expectativas pra 2016, no ano passado aprendi a cuidar de mim mesma e pretendo seguir firme e forte nisso agora em 2017. Eu evoluí bastante mas ainda preciso melhorar em muuuuita coisa, principalmente no quesito tratamento. Eu nunca sigo à risca os tratamentos que os médicos me passam, sempre acontece alguma coisa que me faz sair da terapia e por aí vai, enfim: sou uma paciente terrível. Como acho isso de "façam o que eu digo mas não façam o que eu faço" terrível, tá na hora de tomar vergonha na cara e mudar isso.

2 - Cuidar DIREITO do meu cabelo

Toda vez que me junto a cacheadas e o tópico gira em torno de cabelos é a mesma coisa. Eu percebo o quanto o meu cabelo apesar de amado é negligenciado, reconheço isso, ouço mil dicas mas faço alguma coisa? Não. E por quê??? POR CAUSA DA PREGUIÇA.

Porém no final de 2016 decidi que isso vai mudar. Recrutei minha guru capilar Taiany e 2017 vai ser o ano do cabelo bem tratado. Já comprei alguns itens básicos, pretendo ir atrás do resto e começar o cronograma capilar, pelo menos agora no início que ele nunca viu a cor de nada disso HGFUIDHGIFDHGIDH daí depois eu monto a minha própria rotina. Se tudo der certo no fim do ano meu cabelo vai estar SHOW.

3 - Terminar minha série de livros.

Ano passado aconteceu um milagre divino e enfim minha fanfic começou a criar vida, só que a passinhos de tartaruga. Comecei em novembro e até agora ela ainda nem chegou na metade HAHAHAHAH então pretendo acelerar um pouco mais. Eu sei que eu consigo escrever mais de mil palavras por dia, só preciso de mais organização e disciplina. Mas será que eu consigo terminar a - até agora - trilogia até o fim do ano? Pretendo passar o ano tentando sem esmorecer xD

4 - Entrar de vez nas ciências.

Beleza, comecei a pós na área que eu queria. MAS E AGORA, JOSÉ? Preciso começar a correr atrás das coisas, fazer contatos, entrar nos projetos e paradas voluntárias que uns professores organizam sobre as neurociências, enfim. Quero me engajar mais e assim quem saber descolar aquela vaguinha.


>>> CAROL

1 - Continuar na missão de aprender a tocar guitarra

Uma das coisas legais que eu fiz em 2016 foi aprender a tocar um pouco (muito muito muito mas caralho muito pouco mesmo) de guitarra. Meu querido mozão me ensinou a tocar uma música da banda Le Tigre chamada Deceptacon (que consiste em 4 notas repetidas pela música inteira, MAS O SENTIMENTO DE TOCAR JUNTO COM ALGUMA MÚSICA FOI INCRÍVEL). Também aprendi as partes de Seven Nation Army, do White Stripes (música que eu já sabia tocar na bateria, a única, aliás), porém ainda tenho dificuldade em juntar os pedacinhos.

Tenho uma guitarra emprestada (a qual preciso colocar uma corda, mas tudo bem), uma palheta, e aprendi maaaais ou menos os esquemas de acordes. Quero ir estudando aos pouquinhos, nem que seja duas, três vezes por semana. Nesse final de 2016 eu conheci muitas bandas com meninas (meninas que também passaram a criar espaços girl friendly, pra não serem intimidadas por machistas, racistas e lgbtfóbicos), e aprendi mais sobre a história do movimento riot grrrl, o que me interessou em aprender a tocar pra chutar umas portas por aí. Quem sabe, né?

Projeto Carol 2018, será??

(Ouçam Mommy Long Legs, uma banda de punk rock feminista da cena atual de Seattle)

2 - Me aceitar mais e mais

No fim de 2016 eu alcancei o máximo possível de autoestima que eu já tive na minha vida, mas ainda não é o suficiente. Quero aceitar que eu sou ótima do jeito que eu sou, sem me comparar com ninguém. 

3 - Conseguir um cantinho só pra mim

Eu consegui achar uma república que é ótima e as pessoas são ótimas (sério mesmo, ninguém rouba sua comida, é a glória), mas eu quero morar num canto só meu, onde eu possa cozinhar só de calcinha (10/10, recomendo), levar os migos pra virar vendo alguma série ou enchendo a cara, ficar de conchinha com mozão, e o principal::: PRIVACIDADE, NÉ NOM??

Pra isso acontecer, preciso de uma de duas coisas: ou arrumar um emprego que me pague mais, ou arrumar um lugar que seja mais barato do que os que eu tenho visto (de preferência os dois HAHAHHAAHAHAHAH). O que fode é que preciso comprar móveis, eletrodomésticos, começar tudo do zero é complicado. 

Acho meio complicado já conseguir isso em 2017, mas sei lá, fé no Pai que o Inimigo cai.

OK MAMA RU, SEM DESCULPAS.


>>> DANA

1. Quero terminar mais histórias

Já vou começar assim porque quero/preciso.

2. Quero paz, amor, alegria, esperança HAUHAUHA

Sério, depois de 2016 eu tô um comercial de ano novo, cansada e só querendo o melhor. Pf 2017 seja gentil. E vou incluir nesse tópico que... eu não sei o que vai acontecer esse ano em termos de O Que Fazer da Vida, mas que seja lá o que acontecer, seja positivo. Também quero que minha rotina seja boa, eu volte a ter energia pra fazer as coisas e enfia exercícios na rotina como der. Também quero amigos e estar rodeada de coisa positiva e inspiradora. VAMO VIVER A VIDAAA.

3. Quero terminar meus projetos

O de representatividade. O de quotes de escrita (que eu comecei lá no instagram! JÁ TÁ SEGUINDO? @CLUBEDEESCRITA para todo dia uma dica). Que esse seja o ano que eu consiga fazer camisas. E sempre aberta a coisas novas. O importante é sentir que eu tô indo e frente e fique satisfeita com seja lá o que eu fizer.

4. Aprender a falar inglês

5. Continuar indo em frente...

Pf que meu espírito avatar esteja vivo. Depois de 2016 pf preciso de coisas boas e inspiradoras pra assistir, algum lugar longe dessa droga toda. Também quero continuar sendo mais resistente. E continuo aberta a coisas novas e surpresas POSITIVAS.


>>> EDUARDO

1 - Manter contato

Eu sou uma péssima pessoa e não sei manter contato com as outras pessoas. Que 2017 eu finalmente aprenda a fazer isso e me esforce mais para manter contato.


2 -  Me exercitar mais

Em 2016 eu comecei a fazer uns exercícios em casa e isso vem me fazendo muito bem. Não só para a saúde física como também para minha ansiedade. Em 2017 eu quero tornar isso uma rotina.

3 - Aprender francês

Eu passei o ano inteiro enrolando e dizendo que ia aprender francês sozinho mas não realmente me comprometendo com isso. Em 2017 eu quero pegar firme e finalmente aprender essa língua (ou quem sabe parte dela).

4 - Me Formar e saber o que fazer da vida

É o último ano da faculdade e esse sentimento vem me sondando desde o segundo ano dessa joça. EU QUERO FORMAR LOGO PELO AMOR DE DEUS. E, claro, saber (e ter) o que fazer depois disso sem continuar me sentindo perdido na vida.



>>> JOÃO

1- Produzir um trabalho científico do qual eu me orgulhe

Esse é meu último ano da faculdade e eu não sei se vou continuar no meio acadêmico depois disso, já que as oportunidades mais imediatas são pra áreas que não fazem o coração bater mais forte. Já que tudo que escrevi até agora foi por obrigação, eu quero, antes de dizer adeus, sentir que contribuí pro mundo científico com algo que é realmente importante pra mim, e deixar uma marquinha nem que seja com um simples artigo. Às vezes acabo achando um caminho e continuando os estudos por causa disso, quem sabe?

2- Cuidar mais da minha saúde mental/emocional

Não importa a técnica. Pode ser fazendo terapia, voltando à meditação regular, testando qualquer outra coisa... Só quero me sentir menos suscetível a quedas emocionais bruscas.

3- Consumir mais arte 

Meta mais concreta da lista: já que "ler mais" não deu muito certo, vou colocar "consumir mais arte". Eu vi 30 filmes e li 8 livros esse ano, então vou aumentar a meta ao dobro: 60 filmes, 16 livros. Tem muita coisa "obrigatória" que não vi, muito livro comprado e não lido... chega. Como já exploro bastante séries e música, só espero continuar no mesmo ritmo.

4- Talvez começar a, finalmente, aprender uma nova língua

Título autoexplanatório. Nem que seja uma língua morta como o latim ou o grego antigo, que parecem mais interessantes por agora. JÁ PASSOU DA HORA DE CORRER ATRÁS.


>>> TAIANY

1 - Me cobrar menos

Eu sou minha maior crítica. E isso me destrói por dentro. Eu me cobro por não ser (ou achar que não sou) boa amiga, filha, profissional. Cada coisinha gera uma ruminação sem fim de pensamentos que me deixam muito mal. Seja uma resposta que dei a um amigo e agora acho que fui muito dura ou pouco interessada seja achar que eu sou a pessoa mais desqualificada do mundo porque estou há mais de um ano procurando emprego e nada. Se eu não falo outro língua é porque sou preguiçosa. Se não estou namorando é porque sou desinteressante e nada atraente. Se um bolo não dá certo é porque sou péssima na cozinha...Mas tudo isso não diz nada sobre mim, são auto-cobranças e um tal de "o que o outro tá achando" que não quero, continue na minha vida. Se você leu sobre o que aconteceu com as nossas expectativas de 2016, viu que o Ser Taiany tá indo bem, Me cobrar menos é mais um passo que desejo dar para ficar melhor comigo mesma. Sei que vai ser extremamente difícil, achar que eu poderia ter feito diferente, melhor ou qualquer coisa do tipo é algo muito arraigado em mim, mas estou disposta a tentar.


2 - Ter disposição

Eu comecei esse ano como uma recém formada desempregada, e estou terminando da mesma forma. Tenho plena certeza que essa situação foi cada vez mais me colocando para baixo e me deixando deprimida. Resultado? Eu me estagnava. Esse ano eu não consegui ir a nenhuma Semana de Psicologia que rola gratuitamente nas faculdades, não consegui ir em nenhum evento de sexualidade e nem de gênero, nem nos eventos sobre Mindfulness eu fui. Eu marcava, me empolgava, mas na hora qualquer desculpa era uma desculpa válida para não comparecer, fosse o tempo chuvoso, fosse a falta de companhia. Até para fazer as coisas em casa, muitas vezes coisas que não me importo em fazer, eu enrolava, enrolava até não poder mais. Em 2017 não quero estar abatida diante da minha situação profissional/financeira/amorosa quero fazer as coisas que me propus a fazer sem ficar dando justificativas para mim mesma, até quando essas justificativas forem pertinentes. Quero tomar as rédia das minhas decisões e ter disposição para limpar meu guarda roupa, assim como de dar continuidade as coisas nas quais estou engajada.

Eu sou a pessoa deitada, e a que está em pé sou eu também tentando me tirar do marasmo.

3 - Usar menos a internet e as redes sociais no geral

Como eu falei no tópico anterior, quero ter mais disposição, e pra isso, o primeiro passo é me distrair menos. Eu já acordo olhando o celular, e às vezes passo tanto tempo respondendo as pessoas no whatsapp que deixo de responder as pessoas na minha própria casa, só que em 2017 isso vai mudar. Quando eu era mais nova minha mãe tentava estipular horários para ficarmos no computador, eu nunca cumpria e ainda achava que isso era desnecessário, eu tinha auto-controle e disciplina. Mentira, não tinha naquela época e não tenho agora. Percebi que ás vezes levo 3 horas para fazer uma coisa que faria em meia hora porque me distraio no twitter, instagram, facebook...Não quero deixar de usar as redes sociais, mas quero poder me dedicar a outras coisas, como por exemplo, entrar no notebook para fazer x coisa, fazer essa coisa e sair, sem me perder em milhões de abas abertas.

Pensando bem, com o facebook foi acontecendo naturalmente e eu estou muito bem com isso, chego a ficar dias sem entrar sem que isso me deixe ansiosa nem nada. Agora até me gera um pouco de preguiça, não faço mais tanta questão. Espero estender isso para as outras redes, e que 2017 seja bem mais produtivo ou que ao menos eu preste mais atenção nas coisas à minha volta. Acho que minha coluna vai agradecer muito.

Chega dessa humilhação na minha vida. Vou esperar o celular carregar decentemente para usar.

4 - Fazer alguma coisa com os assuntos que me empolgam

Não faço a minima ideia de como isso vai ser, nem o que vou fazer, nem quais assuntos, mas não quero só ficar encantada com o que vejo, e nem só consumir como expectador. Na verdade, se for pra consumir que seja com pesquisas, estudos, essas coisas. Tem umas temáticas que me interessam muito e eu tô fazendo grandes nada com elas, tá na hora de tentar fazer pelo menos uma coisinha com pelo menos um assunto.

Esse ponto tem tudo pra dar errado, nem sei por onde começar, mas vamo na fé, vai que colocar ele como proposta me dê ideias.


5- Continuar com minhas resoluções de 2016

Minhas resoluções de 2016 diziam respeito a minha maneira de me enxergar e me comportar no mundo. Que em 2017 eu continue crescendo e aprendendo com as minhas expectativas de 2016: não ter (tantas) expectativas, ser Taiany e voltar a ser esperançosa.




E aí, quais são suas resoluções pra esse ano que se inicia?


Feliz 2017, pessoal!

TAGS: , , , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

2 comentários

  1. Só queria deixar aqui uma ideia para o Eduardo sobre o quesito de manter contato com as pessoas. Cara, eu também sou péssimo. Eu gosto muito das pessoas, fico feliz quando saio com elas, quando passo tempo junto e tal, mas acaba o encontro e - PAH - passo 11 meses sem ver. Eu nunca sei por que não vejo com tanta frequência aquela pessoa TÃO legal.

    Daí que no meio de 2016 eu inventei essa minha lista de Viver Pessoas. É basicamente uma lista em que eu escrevo o nome de todos com os quais quero manter contato. Daí eu simplesmente fico olhando pra lista e me perguntando o que de legal posso fazer com essas pessoas. Nem é só sobre passeios. Às vezes, é dar um oi, falar pra essas pessoas coisas boas não ditas, saber como elas estão, etc. De tempos em tempos, eu adiciono pessoas (e tiro algumas, risos).

    Vou deixar aqui um link com detalhes caso interesse http://www.naoseilidar.com.br/2016/09/a-lista-de-viver-pessoas.html

    :)

    ResponderExcluir
  2. Oi equipe!

    A minha lista pra 2017 é bem pequena, mas acho que eu problematizo demais todas elas!
    Imagine uma pessoa ansiosa, que quer fazer milhões de coisas mas sabe que não pode, não dá? Sou eu.
    Quero aprender francês, no mínimo, e cuidar mais de mim no geral.
    Bora querer e fazer, senão nada sai do lugar.

    Abraços! | B. Anavid

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *