Ariel Carvalho Carol Cardozo

Coisas que Amamos em Setembro

7.10.17Conversa Cult




Setembro veio e já foi embora (alguém acorda o Billie Joe Armstrong!), e a equipe do CC nos conta o que eles fizeram!


COISAS QUE LEMOS

Ariel: Eu li Tash & Tolstói (a resenha deve sair aqui esse mês) e reli A Bolsa Amarela. Eu não lembrava detalhes, mas lembrava do enredo do livro, e ele foi importante para mim porque minha professora da segunda série leu pra gente e eu me identifiquei muito com a Raquel. Agora, tantos anos depois, ainda fiquei "OMG, EU SOU MUITO RAQUEL!" e isso foi bem gostoso.

Bells: Gostaria de falar alguma coisa diferente da Taiany, porém IMPOSSÍVEL JÁ QUE LEMOS O LIVRO PRATICAMENTE JUNTAS E COMENTANDO FEITO UMAS DEMENTES PELO WHATSAPP HAHAHAHAHAHAAH. Fora isso, basicamente passei o mês inteiro relendo livros, incluindo dois da Irmandade RISOS.

Carol: Estou a muitos passinhos de tartaruga, não li nem metade do livro, mas enfim, comecei a ler Belas Maldições, do Neil Gaiman e Terry Pratchett. Não deu pra sacar muito ainda do enredo, mas o estilo de escrita tem um humor britânico que eu particularmente gosto muito, então vamo que vamo.

Taiany: De forma geral gostei muito das minhas leituras desse mês, mas não tem como eu citar aqui outra coisa senão A Escolha, 15º livro da série Irmandade da Adaga Negra, escrito pela J.R Ward. EU QUASE ENLOUQUECI LENDO ESSE LIVRO. Sério, é muuuuuuiiito bom, tem drama, romance, ação...Quando conheci essa série lá em 2010 não imaginava que 7 anos depois ela ainda geraria as mesmas emoções em mim, que eu ficaria banhada em feelings e que estaria quero mais, mais, mais. E O QUE FOI A LAYLA COM AS SHELLANS? Uma das melhores cenas de toda saga. Esse livro veio pra provar que IAN continua tão bom como no inicio e que eu não irei enjoar tão cedo.

eu com os livros de IAN

Jota: Esse mês foi uma lástima na leitura. Real oficial. Eu quase não li nada, só comecei o livro Hoje Vai Ser Diferente, por sinal, MARAVILHOSO E INCRÍVEL! Ainda não terminei, mas vamos que vamos. De fic ou original, não li nada, por sinal, o Originais do Mês ficou parado porque ultimamente, NADA NOVO + INTERESSANTE AAAA, mas Outubro será melhor.


COISAS QUE OUVIMOS

Ariel: Eu me preparei pro Rock In Rio ouvindo MUITO Walk The Moon, e teve um cara que o youtube me sugeriu aleatoriamente e eu não consigo parar de ouvir, o Kane Strang.



Bells: Pensei que ia passar mais um mês no limbo musical, até que um descobertas da semana veio ABENÇOADO. Muitas músicas fofas e puxadas pro folk que aqueceram meu coração de um jeito que criei uma playlist pra salvar elas todas juntas HAHAHAHAHAAH porque a graça delas era justamente a combinação. Então, caso tenha batido a curiosidade:



Carol: Em um grupo sobre música no Facebook que eu participo (e que eu não lembro exatamente qual foi), alguém postou uma matéria sensacional do New York Times sobre mulheres no cenário da música independente americana ; é multimídia, tinha clipes com entrevistas e mostravam um pedacinho das músicas. No final, tem uma playlist do Spotify que eu ouvi, me apaixonei, baixei e virou minha playlist oficial de andar na rua e me sentir num clipe.


Taiany: Todo mundo deve conhecer A Banda Mais Bonita da Cidade pela música Oração, que antes de Trem bala era a música que ninguém mais conseguia ouvir e que usaram pra tudo, desde apresentação em escola, casamento e talvez até funerais. Eu gostei dessa música por uma semana, e depois sai correndo, ela não termina NUNCA. Pois bem, acho que esse longo tempo longe d’A Banda Mais Bonita da Cidade me fez superar o trauma de Oração, e eu os redescobri esse mês. Eu praticamente só ouvi eles, tocava outra coisa e não era a vibe, acho que posso dizer que eles realmente são A Banda Mais Bonita da Cidade, porque é uma banda linda mesmo, dá até vontade de chorar. Caso você não conheça ou também ficou com trauma, minha dica é: Dê uma chance e escute.

Tudo culpa dessa música DELICIOSA.

Jota: Fiquei amarradão em músicas que são muito antigas (não da década passada, mas você entendeu) e eu já fui viciado antigamente: Hurricane (Bridgit Mendler) e Count on You (Big Time Rush ft. Jordin Sparks) e assim, recomendo muito. Acho que essas duas músicas descreveram muito de como eu estive nesses últimos tempos. Ah! escutei também Replay, da Zendaya.



COISAS QUE ASSISTIMOS

Ariel: Eu comecei a ver Neo Yokio e AAAAAAAAAAAA! É um anime idealizado pelo Ezra Koenig (meu bebê, vocalista da Vampire Weekend) e com um elenco de dublagem fantástico, que inclui o Jaden Smith e a Susan Sarandon. Entre a sátira aos animes, a qualidade péssima do roteiro e a música clássica de fundo, o anime te prende e você se pergunta por que diabos está assistindo algo de tão baixa qualidade. Mas não para de ver.



Bells: Milagrosamente esse mês eu vi dois filmes, sem ser repetidos!!! Primeiro foi It e ai, foi TÃO GOSTOSO. Apesar de ter as características bizarras das histórias do Stephen King, você mal sente que é um filme de terror, digamos assim. Não sei exatamente qual seria o gênero, na real HAHAHAHAH. Aí numa bela noite de sábado a HBO abriu o sinal pros pobres que não podem pagar pelos seus canais e assisti Um Senhor Estagiário. GENTEEEEEEEEEEEEEEEE EU FIQUEI APAIXONADAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!!! Mulher dona e gerenciadora de uma empresa de e-commerce e um idoso voltando à ativa como ESTAGIÁRIO, pai dono de casa cuidando da filha e muito fofo, MEU DEUS!!!! Amei que a personagem chefona tinha lá a sua imagem de difícil na empresa, mas ao longo do filme foi mostrando ela com a família e como ela é de verdade, sabe? Humanizada. Algumas coisas poderiam ter sido melhor trabalhadas no final, mas é um enredo tão diferente que só sei bater palmas HAHAHAHAH.

Carol: Não estreou em setembro, mas o que eu assisti de melhor nesse mês definitivamente foi a terceira temporada de Rick and Morty. Caso você nunca tenha ouvido falar (o que eu duvido muito), é uma série onde um avô (Rick) viaja com seu neto (Morty) em aventuras interdimensionais. Rola algumas coisas que você pensa que é aleatório, mas não, na outra temporada lá vem aquilo de volta, e de uma maneira surpreendente. Nessa temporada teve o melhor episódio da série até agora (não acredito que vão conseguir fazer algo melhor do que isso),  The Ricklantis Mixup. A temporada toda foi excepcional, mas esse episódio... sério. Só assistam.

PICKLE RIIIIIIIIICK

Taiany: Um dia a Carol me indicou uma série dizendo que era uma mistura de novela mexicana com Casos de Família, não vou mentir, corri pra assistir (obrigada, Carol). O problema é que é muito difícil achar essa série nas internets da vida, e quando você acha a resolução tá ruim, o áudio tá ruim, não sei, talvez o problema seja eu. De toda forma, fiquei dependente da Netflix para assisti-la, e depois de a primeira temporada ter acabado de maneira mais dramática e eletrizante possível, tive que esperar meses e meses e meses pela segunda temporada. Finalmente em setembro a segunda temporada de Jane, The Virgin chegou e, MINHA GENTE TÁ MAIS LOUCA E SURPREENDENTE QUE A PRIMEIRA. MARAVILHOSAAA. Parece que eles juntaram todos os clichês e todos os absurdos das novelas mexicanas nessa temporada, e isso não é uma coisa ruim. Você assiste um episódio e acontecem tantas coisas que a sensação é de ter assistido a temporada toda, não fica tedioso nunca. Se me perguntassem se tinha como a segunda temporada ficar mais surpreendente que a primeira eu ia rir da cara da pessoa e dizer que não, mas teve. Nem sei o que esperar da terceira porque essa já acabou no suspense outra vez.

Jota: AGORA SIM UM TEMA QUE EU POSSO VANGLORIAR MUAHAHAHA

Esse mês deu pra aproveitar bastante, continuei a série Lucifer, comecei Young Sheldon, terminei Younger e Teen Wolf (por sinal, PQP JEFF DAVIS E SEU QUEERBAITING ft. ESSE FINAL ME DEIXOU BEM MAL, SIM SENHORXS). Terminei de ver a terceira temporada de Good Witch (só tô desesperado pra achar os episódios que são avulsos das temporadas, porque ainda não vi esses xD) e comecei a segunda temporada de How to Get Away With Murder (AMOOOOOOO).


COISAS QUE FIZEMOS

Ariel: Eu fui ao Rock In Rio ver minha bandinha Walk The Moon cheia de tinta facial e morri de medo da tinta sair. Mas passei na cara às 11h e fiquei até 3h com ela. Color Make, eu te amo! Sério, eu cheguei em casa depois de passar calor e a maquiagem facial tava lá, intacta. Fiquei maravilhada! E foi super fácil de tirar também!


Segue imagem minha de tinta na cara sob o sol de 12h

E o show foi lindo! Foi meu terceiro show da banda, e eles tocaram uma das minhas músicas favoritas (que não costumam tocar) e eu amo demais ir a shows <3

Bells: Na verdade isso foi no primeiro dia de outubro, mas DANE-SE, vai entrar no post de setembro mesmo assim HAHAHAHAH. Enfim, nesse domingo fui na casa da minha tia só pra visitar mesmo e ver a outra tia que mora em outra cidade distante e tava de passagem por aqui. Daí antes de eu e vó irmos embora todo mundo - eu, ela, as tias e os meus primos - nos reunimos na mesa da cozinha pra lanchar, com direito a café, bolo de milho, queijo e etc, trocando várias fofocas e causos de família, tudo com muita zoação e risada. Foi um momento tão gostoso, tão família brasileira HAHAHAHAH que sei lá, me deixou muito feliz. Em geral me sinto meio distante da família, mas em horas assim eu me sinto muito conectada a eles. Espero que se repita mais vezes.

Carol: Em setembro teve Bienal, o que é ótimo, mas o que me marcou foi ir no show da El Toro Fuerte, gorduratrans e do Fábio de Carvalho. Como eu já falei em alguns Notas Brasileiras por aqui, eu gosto muito de acompanhar o cenário de música independente, e a El Toro é provavelmente a minha banda preferida das que eu acompanho, mas nunca consegui ir em nenhum show porque eles são de Minas Gerais. MAS AÍ ELES VIERAM PRO RIO EM SETEMBRO E EU FUI. FOI MARAVILHOSO. ESTUPENDO. QUE SHOW, AMIGOS. Fábio de Carvalho foi uma surpresa muito boa, porque eu sempre ouvia falar muito bem do show dele, mas caralho, bateu forte lá no coração. E gorduratrans é tão, mas tão foda, os caras são uns instrumentistas do caralho, é só uma dupla na guitarra e bateria, mas porra, saí de lá com o ouvido fazendo ZIIIUM, eles tiram tudo o que tem que tirar do instrumento e mais. Foi um dos shows que eu mais aproveitei na vida, sério. Foi ótimo. Quero replay desse dia.

Imagens minhas no ônibus indo embora do show. Sério, eu não parava de sorrir e surtar.
E ainda saí com uma bela brusinha.

Taiany: Ano de Bienal do Livro, o que eu fiz? Óbvio que aproveitei tudo o que a bienal podia me dar e mais um pouco. Adoro que a bienal cai no mês do meu aniversário, sinto como se fosse um presente do universo pra mim, e apesar de todos os perrengues que sempre acontecem, eu amo esse evento com todas as minhas forças, sempre vou falar dele como sendo A+

Jota: Dei continuidade ao meu projeto, me arrastei com a escola, aprendi muito sobre Transtornos Psicológicos e aprendi mais sobre controle (sim, controle próprio e de raiva). Nada muito extravagante, mas são coisas importantes. (e as únicas que lembro rs, pois sim, me recuso a falar de crises desse mês, então foca em coisa BOA E FELIZ ~só o fato de arrastar com escola já é um avanço pra quem três semanas atrás queria dar um tapa em cada colega de sala que falasse merda)

TAGS: , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

2 comentários

  1. Setembro foi bem marromeno por aqui, muitas coisas da faculdade pra fazer/estudar, mas superamos e bora pra outras!
    Li bem pouco: terminei Eu, Robô (ótimo!) e abandonei As Quinze Primeiras Vidas de Harry August ou algo assim (não ruim, mas a leitura não estava engatando).
    Escutei basicamente só o álbum Rebel Heart da Madonna, que não conhecia, e me apaixonei por várias músicas.
    Acho que assisti Invasão Zumbi, mas não tenho certeza se foi final de agosto ou setembro mesmo, então vamos considerar o último. :D

    Que outubro, com seus feriadinhos, seja melhor!!

    ResponderExcluir
  2. Sensacional essa playlist do New York Times sobre mulheres no cenário independente americano que a Carol apresentou. Não conheço a maioria, as 3 que eu já conheço estão entre as melhores coisas que ouvi nos últimos tempos, são elas: Downtown Boys, Mitski e Japanese Breakfast.

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *