aceitação CCConversa

Ninguém tem que aceitar nada.

3.9.17João Paulo Albuquerque


Se teve uma coisa que levou tempo para que eu entendesse quando me descobri, foi que ninguém tem que aceitar nada. Porém, não quer dizer que saber que algum familiar não aceitar quem eu sou, também não é a melhor sensação de todas.
A ideia desse post surgiu através de um comentário em um grupo de facebook que o cara falou que o tio não aceitava e o que ele deveria fazer sobre isso. O comentário de maioria foi pra ele apertar o botão do foda-se, mas esqueceram que isso importa para algumas pessoas. Às vezes, isso é o que impede que possamos sair do armário e simplesmente viver de bem conosco. Meu conselho para o cara foi: "ele não tem que aceitar nada, você tem que se aceitar. Só não aceite desaforo de ninguém.".

basicamente a descrição de uma situação como essa.
É ótimo quando nos aceitam, porém essa não é a situação de todo mundo. Entretanto uma coisa fica clara: quando nos aceitamos e paramos de ansiar pelo que os outros acham e vão pensar, a situação se inverte e melhora. Então, não, ninguém tem que aceitar nada, tanto porque não é algo o qual você tem que procurar aceitação (é natural, é humano), como a única pessoa que tem que entender que você não é algo errado, é você mesmo. Se aceitar é um passo importante e vai ter um momento que você vai perceber que isso aconteceu.

Antes de mais nada, os outros não 'aceitarem', não dá o direito deles serem preconceituosos e intolerantes. Respeito é direito e dever de todos.

O que importa é que você saiba que o que você é, humano. E há outras pessoas que também passam por isso. Há lugares para conversar sobre, se expressar. Estamos aqui, e estamos juntos. <3

TAGS: , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

4 comentários

  1. Sinto discordar. As pessoas "não aceitam" algo porque são intolerantes, porque são preconceituosas, homofóbicas, misóginas, racistas, transfóbicas. Elas aprenderam a odiar o que é diferente, aprenderam a ser intolerantes. Elas têm sim que aceitar que as pessoas são diferentes e que o que elas pensam é errado e precisa mudar. Até porque racismo é crime. Assim como os outros preconceitos que levam à morte, como o feminicídio, precisam ser tipificados. Nós não podemos aceitar a intolerância dos outros, é aí que reside a diferença.

    A pessoa tem que se aceitar e parar de se importar com o que as pessoas acham? Lógico. Ficar esperando aceitação é como colocar uma bola de ferro presa no pé. Mas as pessoas têm que aceitar SIM, elas têm que mudar e é só através da aceitação que as pessoas poderão ser respeitadas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, boa tarde. Você tá bem? Espero que sim.

      Então, Camila, o que eu quis dizer com o texto todo, era que a pessoa precisa se aceitar, independente do que os outros dizem, ou achem. Mas jamais to falando que as pessoas tem passe livre pra ofender/agredir/matar os outros. O que estou falando é que se hétero não precisa de aprovação dos outros pra ser quem é, nós também não precisamos. Mas isso não dá liberdade das pessoas serem intolerantes. Agora, então por que usei o termo de que ninguém tem que aceitar nada? Porque realmente, não é algo pra aceitar, é algo para se normalizar. Se hétero não precisa de aceitação, eu também não preciso, eu preciso de normalização.

      Obrigado pelo comentário <3

      Excluir
  2. Olha, uma coisa é eu não aceitar o resultado do jogo do Parmera. A outra é eu não aceitar meu irmão que é gay. São duas coisas diferentes.

    A primeira eu não aceito porque quero ver meu time ganhando. A segunda é porque eu sou homofóbico. (em tempo, amo meu irmão do jeitinho que ele é)

    A pessoa "não tem que aceitar" é dar passe livre pra pessoa ser preconceituosa. É abrir um precedente pra ela continuar oprimindo e ofendendo, afinal "eu não tenho que aceitar nada". Desculpa, fio, TEM SIM.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, boa tarde. Cê tá bem? Espero que sim.

      Então, quando eu escrevi, era deixando visível que você tem que se aceitar, independente do que os outros falem, ou achem. Não to dando passe livre pra ninguém ser preconceituoso, nem algo assim, até porque, sexualidade/gênero não são escolhas. As pessoas têm que entender que não é uma escolha, etc, mas aceitar, quem tem que fazer esse papel somos nós, nós temos que nos aceitar, parar de ter vergonha de ser quem somos. Então, por que usei o termo de que ninguém tem que aceitar nada? Simples, porque não tem mesmo, isso tem que ser normalizado, porque se hétero não precisa de aceitação, eu também não preciso, eu preciso que normalizem quem eu sou, preciso que as pessoas tirem essa ideia de "novo, atual, diverso" pra normal, humano.

      Excluir

Posts Populares

INSTAGRAM