CCSexta CVV

Conversando com o CVV

8.9.17João Paulo Albuquerque


Com esse Setembro, vieram revelações e muitas outras coisas na minha vida que acabaram por me dar o xeque-mate de: "É, eu preciso ver como posso ajudar essas pessoas, porque meus métodos já acabaram", procurei o CVV, acabou que quando comecei a falar com eles pelo chat, de repente eu tava falando de mim. Não tinha noção do quão eu precisava disso.
Se você não está sabendo, Setembro é o mês em que - internacionalmente - o suicídio é discutido,  para a prevenção de algo que mata milhares de pessoas. Como vieram acontecendo algumas coisas que eu descobri - com pessoas conhecidas e desconhecidas -, eu logo tentei pensar em como tratar sobre o assunto de um modo que fosse delicado e sútil, mas real e sério. Nisso, pensei no site do Centro de Valorização da Vida (CVV), um lugar que tô sempre recomendando pra todo mundo, seja amigos, familiares, ou desconhecidos.

Então, levado pela vontade de buscar um meio e ajudar algumas pessoas, percebi que eu precisava conversar. Como? Depois de falar sobre as outras pessoas, comecei a falar sobre mim, e a pessoa ia me escutando, confirmando o que eu sentia, e isso me fez me sentir ouvido de um modo que às vezes nossos amigos acabam não conseguindo.

Papo vai, papo vem, eu comecei a desnudar tudo que me incomodava, que eu escondia por muito tempo. Foi a primeira vez que assumi algo para alguém que ninguém nunca tinha escutado, e isso me deixou tão bem, tão leve, tão aliviado.

Daisy

Por que estou contando isso? Porque no meio tempo que eu conversava, eu comentava com uns amigos de um grupo sobre isso, incentivei uma amiga minha a ir e conversar também, e conheci uma garota que já conversou com eles. Percebi o quão bem isso faz às pessoas, sempre vejo muita gente se sentindo bem depois de conversar com eles. Pra vocês terem uma noção, eu fiquei quase uma hora conversando pelo chat deles, sendo que esperei sair do 80º lugar para então ser atendido, ou seja = muitas pessoas procuram eles e se sentem bem por conversar sigilosamente com alguém, sem julgamentos. Descobri também que você pode ser atendido por Skype, além de ligação.

Desabafar faz bem, a gente sabe (quantas vezes já não fiz isso aqui, né?), mas nem sempre é com nossos amigos ou familiares que precisamos desabafar. Às vezes eles não entendem aquilo.

Então meu conselho é: tá triste? Tá feliz? Quer conversar com alguém? Quer desabafar? Quer contar seus traumas? Quer só ter alguém pra te ouvir? Entra no site do CVV, e escolhe por qual modo quer ser atendido. Vou até deixar o endereço do link um pouco abaixo.

Só vai, é sigiloso, sem julgamentos, a pessoa vai te ouvir e te estimular a conversar, faz muito bem!


O site do CVV é http://cvv.org.br/

***

Durante o Setembro Amarelo, teremos o CCSexta especial para discutir sobre prevenção de suicídio. Lembre-se, ajuda profissional é indispensável.

TAGS: , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

0 comentários

Posts Populares

INSTAGRAM