Carian Cole CCLivros

Pornoliterário: Torn, de Carian Cole

3.2.17Elilyan Andrade


Sabe quando você decide folhear um romance levinho antes de dormir e do nada a vida te prega uma surpresa? YAY! Torn foi uma grande e bela surpresa que rendeu uma noite cheia de intensos sentimentos (o que provavelmente deixou esse texto confuso porque estou super empolgada!!!).

Sim, o Pornoliterário voltou com mais uma indicação foda! ;)

Cara, nunca achei que me emocionaria tanto com um romance erótico. Sério! Amo romances eróticos e já li um bocado deles, ao ponto de conhecer quase todos os subgêneros do gênero, mas não lembro de um ter me emocionado tanto quanto Torn, de Carian Cole. Jesus, Maria, José e os pintinhos, que livro maravilhoso é esse?! O livro é simplesmente arrebatador. Chorei as pitangas com a história de Tor e Kenzi. Eu amei a experiência de ler este livro em tantos níveis. Em primeiro lugar, é muito bem escrito. Não conhecia a escrita de Carian Cole, pois nunca dei uma chance a série Ashers & Embers, apesar de me ter sido várias vezes indicada, mas como desde Priest (aquele livro do padre sexy) não lia nenhum romance com tabu resolvi dar uma chance a história de Tor e Kenzi.

enquanto lia tinha minis infartos de emoção 

A história é cativante e muito intensa. Admiro Cole por ter decidido tocar o tema controverso de “membros da mesma família” que possuem uma grande diferença de idade em um relacionamento. A autora encontrou a combinação perfeita de tensão sexual, calor, amor, amizade e angústia para me manter virando as páginas madrugada a dentro. Uma vez que você lê as primeiras páginas, é difícil parar. 

O livro tinha tudo para ser uma bagunça, porque vamos combinar que colocar um padrinho e sua afilhada como um casal podia dar muito, mais MUITO errado. Muita gente pode querer não ler Torn por causa da proximidade familiar entre os protagonistas, mas Cole consegue desenvolver uma trama envolvente de forma tão natural que é fácil torcer pelo “felizes para sempre dos contos de fadas”. Como estava acostumada com protagonistas que se agarram no primeiro capítulo sem pensar nas consequências, Torn foi um belo exercício de paciência. 


“Quando olho para você, não vejo o amigo do meu pai, nem o meu tio, nem o meu padrinho, nem um homem mais velho, só vejo a pessoa que sempre amei e sempre me fez feliz”

Torn parece ser um livro altamente controverso se for retirado do seu contexto, mas sem pressa, ao longo das 423 páginas, a escritora conseguiu aprofundar gradativamente o sentimento do casal, criando uma conexão que poucas vezes tive o prazer de ler. Do amor entre tio e sobrinha, para o amor entre amigos até o amor romântico e sexual de amantes, o sentimento evolui belissimamente. ESSE LIVRO TEM A PORRA DE UM ENREDO E ISSO É TIPO UM MILAGRE ENTRE OS ROMANCES ERÓTICOS CONTEMPORÂNEOS! ENTÃO LEIA!

Se depois do meu exaltado desabafo não te convenci saiba que o livro ainda tem outras coisinhas maravilhosas como: protagonista confiante, que gosta de ler e que não é maria-vai-com-as-outras (a Kenzi é tão legal que quero ser amiga dela), personagens secundários carismáticos (Deus, o que é o psicótico do Tyler? Quero a história dele pra ontem, Carian!), crítica a crualdade contra animais (a escritora é tão envolvida com isso que partes das vendas do livro são doadas para várias organizações de resgate de animais), momentos honestos sobre sexo, primeira vez, menstruação, a pressão de não saber o que quer dar vida quando se tem 17 anos, celibato, estereótipo de gênero, doenças mentais e muito mais.



o livro tá cheio de homem gostoso que ama animais *.*

Mas sendo bem honesta a melhor coisa de Torn é o TORN! Querido Papai Noel, preciso de um Tor na minha vida pra ontem! Fazia muito tempo que não me apaixonava por uma personagem. Tor é perfeito e é simplesmente impossível não se apaixonar pelo cara. Desafio você a tentar. Ele coloca sua família acima de seus desejos e sonhos; quer um relacionamento e não uma transa fácil; é seguro de sua sexualidade e não tem medo de chorar, abraçar, beijar e confortar o melhor amigo. Sem falar que o cara é um orgasmo ambulante com seu tanquinho, cabelo, olhos, moto, guitarra e tatuagens. 


“Eu só quero esse sentimento mágico que eu escrevi há anos atrás quando eu costumava escrever as letras das baladas de rock da banda. Eu quero um amor louco, quero alguém que nunca me deixará ir. Eu quero acordar com minha melhor amiga todos os dias.”

Carian Cole começou muito bem a série Devil's Wolves e estou super ansiosa pelas continuações.

5,5 múltiplos orgasmos! tem poucas cenas hots, mas a porra do livro é maravilhoso!
                                                                             ***

Ficha Técnica

Livro: Torn (Devils Wolves Book #1)

Autora: Carian Cole

Editora: Kindle Direct Publishing (autopublicação da Amazon)

Páginas: 423

Comprar: Amazon US | Amazon UK



TAGS: , , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

4 comentários

  1. Concordo em gênero numero e grau com vc. No ínicio, confesso, fiquei preocupada com o enredo, mas depois que comecei a ler, amei a história. Apaixonante. E tb quero um homem desses. Jesus, me abana!!!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Selma, o livro é mesmo apaixonante e as continuações também são maravilhosas.

      Excluir
  2. Gostei bastante desse livro e também da sua coleção ashers & anverso... como as histórias de talon, Stone, vandal e Lucas. Só acho uma pena não ter a versão ainda em português,pelo menos eu não encontrei... gostaria De adquirir a coleção.

    ResponderExcluir
  3. Thais, sinto que muitos bons livros eróticos infelizmente ainda não foram publicados em português. Até hoje espero a Paralela terminar de publicar a série SINNERS ON TOUR.

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM