CCFilmes CCLivrovsFilme

Livros vs Filme: O Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares

14.10.16Eduardo Ferreira


Sempre que eu vou ver uma adaptação no cinema eu tento ao máximo separar as duas mídias. É uma técnica que vem dando muito certo me satisfazendo muito mesmo quando o filme não chega nem perto de se parecer com o livro. Mas será que O Lar das Crianças Peculiares conseguiu fazer isso?

ESSE POST TEM SPOILERS!

O CONCEITO

O coração do livro está ali, e a adaptação não foge do que o livro propõe. Nem teria como fugir muito, porque é um história tão impar e bem construída que mudar alguma coisa seria um tiro no pé.

O clima macabro e os segredos do livro também estão bem representados, na medida do possível. Afinal, é bem diferente você ter um livro narrado em primeira pessoa onde você sabe tudo que o personagem está sentindo e um filme que você apenas pode ver como ele está se sentindo.

Os elementos principais do livro também estão presentes na adaptação. As fotografias são mostradas não só no decorrer da história como também nos créditos iniciais deste. Apesar de que de forma rápida e não muito exploradas. Para mim, foram essas fotografias que criaram todo o mistério e formaram o clima da minha leitura, então eu esperava elas sendo melhor aproveitadas durante a primeira parte do filme.

É só a partir do momento que Barron leva Jake prisioneiro que o filme foge completamente do enredo do livro. Tipo, MUITO MESMO. A partir dessa parte não tem a mínima conexão com o livro de Ramson Riggs. E mesmo assim continua sendo um filme bom.

OS PERSONAGENS


É aqui que as diferenças começam a aparecer. Veja bem, no livro, Emma é a garota que controla o fogo e que era apaixonada por Abe (e que acaba se apaixonando por Jake), mas no filme essa garota continua sendo Emma porém ela tem os poderes de Olive, que é a garota que é mais leve que o ar.

Essa troca faz sentido para o rumo que a história do filme se encaminha sendo que os poderes de Olive do livro seriam mais úteis do que os de Emma e dariam um foco maior para a personagem. Mas, que é estranho é.

Mas quem disse que não é pra ser estranho?


Eu também não lembro de existir uma rivalidade entre o Enoch e o Jake e podia até ser interessante se fosse bem explorada no filme, porém nem foi lá essas coisas. Então, não vejo porque disso.

OS VILÕES

É aqui que as coisas fogem novamente dos trilhos. Os vilões são completamente mudados e eu nem lembro do nome Acólito sendo mencionado no filme. Não só os vilões mas como toda a história deles é modificada. Mas, é algo necessário já que transformar uma série de 3 livros em um filme não se teria o tempo necessário para isso.

Apesar de que essas mudanças tiram grandes aspectos do livro e da importância das crianças peculiares.



É sim um filme bem diferente do livro, mas isso não quer dizer que seja um filme ruim. Eu só espero que todo aquele final do filme, que para mim era completamente novo e diferente do livro, não seja nenhum spoiler dos próximos dois livros que ainda não li.


Eva Green Rainha

TAGS: , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

0 comentários

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *