alosexualidade assexualidade

Entendendo e diferenciando os principais tipos de atração

25.10.16Isabelle Fernandes

*a capa é desse post gracinha aqui

Se você não está muito por dentro de debates sobre atrações e assexualidade, provavelmente você deve estar achando isso estranho. "Existe mais de uma atração? EXISTE DIFERENÇA ENTRE ELAS???".

Sim, jovem padawan. Inclusive, a Dana já deu uma pequena explicação sobre isso aqui, mas como estamos no mês de visibilidade assexual e esse é um tema MUITO importante, resolvi ir um pouco mais a fundo. Geralmente as pessoas alosexuais (que sentem atração sexual) não costumam fazer diferenciação entre elas ou então sentem tudo ao mesmo tempo, então não costumam ter problemas. 

Quando um alo se depara com o tema pela primeira vez
Mas pra uma pessoa que tá no espectro da assexualidade, atrações e suas variadas formas costumam trazer muita confusão, dúvidas e aquele sentimento de que tá deslocado do resto do mundo. Aliás, devo lembrar que muitas vezes essa coisa de não saber diferenciar pode causar tretas em pessoas alo também. É super comum ver pessoas confundindo paixão com tesão, se sentirem sexualmente atraídas por um e romanticamente atraídas por outro e achar que ama os dois. Ou então se sentem atraídas de alguma forma por alguém, mas sem ~coisas sexuais~ envolvidas e aí vem o "UÉ, WTF". Então, esse post serve pra todo mundo: alos, aces e quem ainda tá tentando se descobrir.

A definição geral de atração é um impulso, um negócio louco que meio que te puxa na direção de algo ou alguém e que as atrações podem ser divididas em físicas e emocionais, além de aparecem em intensidades diferentes. Então vamos lá, começando pela mais famigerada dentre as físicas::::


  • Atração sexual

É um impulso, uma necessidade de se envolver de forma sexual com alguém. Não tá só na ordem dos pensamentos, tipo "uhhh, eu transaria com fulano", mas também é algo físico. Você pode sentir um calor danado por dentro, principalmente lá nas partes íntimas e muitas pessoas descrevem como se fosse uma espécie de fome, só que ao invés de ir atrás de comida pra saciar, você vai atrás de sexo. Aqui vai alguns relatos sobre o que é essa atração pra elas:

"Atração sexual pra mim sempre pareceu uma coisa um pouco mais simples, ligada ao desejo involuntário de se engajar em atividades sexuais com outra(s) pessoa(s). Nas vezes em que senti, foi algo bem com base em aparência, postura e/ou comportamento: a pessoa tem algum aspecto que chama a atenção ou faz até com que você fantasie algo com ela. Mas geralmente acontece com pessoas que não conheço, e nunca foi forte o suficiente pra eu cogitar uma aproximação real. "


"Pra mim atração sexual é o desejo de fazer sexo com determinada pessoa, falando assim parece ser bem simples e ao meu ver é.  Seria tipo, olhar alguém, sentir que seu corpo reage a ela e pensar "super transaria com você". Talvez ao conhecer a pessoa (se você ainda não conhece) perceba que ela é tão diferente de você que não valeria a pena ter uma relação sexual ou até outras questões que porém, por mais que apareçam, não impedem que a atração continue. Eu particularmente não tendo a sentir atração sexual desatrelada de outros tipos de atração, meu desejo de transar com alguém acaba se desenvolvendo a partir da minha convivência com a pessoa,  mas já aconteceu de eu ter que grudar as pernas e me sentir completamente excitada com uma pessoa que eu não tinha nenhum contato direto."


  • Atração sensual

Muita gente acha que é a mesma coisa que a sexual, mas não é. Atração sensual é o impulso, uma necessidade de tocar alguém, seja dando um abraço, tocando o rosto, fazendo cafuné, etc (algumas pessoas incluem beijos). Também pode ter a ver com outros sentidos como o olfato (o cheiro da pessoa) e a audição (o tom de voz dela), assim como também pode vir acompanhada da atração sexual (e da romântica). Só que, claro, é totalmente possível sentir ela à parte ou mesmo não sentir. O nome "sensual" com certeza acaba fazendo essa confusão porque a palavra é empregada em contextos sexuais, mas enfim. É meio complicado diferenciar porque pode variar de pessoa pra pessoa: alguns podem incluir vontade de tocar amigos como atração sensual, outros entendem que ela só aparece em contextos fora da área da amizade-família e por aí vai.

Ps: achei particularmente difícil encontrar uma definição mais específica e exemplos, se você aí tem algumas ideias, manda a ver nos comentários


  • Atração estética

Sabe quando você vê algo ou alguém absurdamente lindo e sente vontade de ficar admirando pro resto da vida ou colocar num potinho e guardar pra sempre? Isso é atração estética. Você pode sentir atração estética por um quadro (eu com os do Dalí HYFUIHFGIFDHGIDH), por um animal (olá tigres e panteras) ou por uma pessoa (Chris Evans, Hugh Dancy...ai ai). E claro, ela pode vir acompanhada ou não de atração sexual e sensual. Às vezes alguma coisa é absurdamente linda e muito tocável. Às vezes uma pessoa é linda, tocável e transável HGUIDFHGIFDHGIDH.

Como atração estética tem a ver com beleza, e a noção de beleza tá envolvida com experiências da pessoa e padrões da sociedade onde ela tá inserida, não tem como citar exemplos definitivos que a descreva, mas acho dá pra se ter uma boa ideia.


  • Atração romântica

É uma atração emocional onde você sente o impulso, uma necessidade de fazer coisas que considere românticas com a pessoa em questão. Não tem porquê, você não escolhe, ela simplesmente aparece DO NADA. Na minha concepção, atração romântica é o que chamamos agora de crush: Aquela Pessoa, que te faz se sentir meio bobo quando está na presença dela, que te faz sentir borboletas na barriga, que te faz criar mil cenários onde vocês saem juntos como um casal, desenvolvem um relacionamento romântico, etc. Atração romântica é um negócio que, como a estética, varia muito de pessoa pra pessoa e também de acordo com a cultura, então é difícil estabelecer uma definição oficial.  Mas é basicamente isso.

Veja a ideia de algumas pessoas sobre o que é atração romântica:

"Atração romântica é um mistério, acho que nunca experienciei até hoje. Essa coisa de sentir um amor romântico, diferente do de amigo ou de família, parece envolver uma magia meio irreal. A noção que eu tenho é que deve ser mais ou menos o que se sente por um crush (uma fixação, admiração, ansiedade pra ficar junto, um "não enjoar" da pessoa e se sentir diferente com ela, só que nesse caso sem envolver a atração sexual da coisa), e ainda assim fico em dúvida se é possível sentir isso por alguém por mais do que alguns meses. Sempre que tive um crush, o sentimento acabou ficando menos intenso ao passo em que eu conhecia melhor a pessoa, então minha teoria acaba se autocontradizendo. É complicado."


"É o gostar, mas diferente de um amigo/familiar, você quer estar junto da pessoa como um casal digamos assim. Você se sente à vontade com ela para falar as coisas e pra ser você,  e é engraçado que essa pessoa fica sob uma luz por vezes irreal, você por vezes percebe ela sendo linda,  onde muitas coisas que ela faz é charmosa e interessante, mas nem sempre é assim, e se o sentimento de atração se dissipa talvez você passe a "desendeusá-la". Às vezes a atração romântica vem acompanhada de atração sexual,  mas isso não é uma regra e você pode se imaginar andando de mãos dadas com a pessoa,  mas sem a necessidade de transar com ela."




Ok, atrações devidamente separadas e explicadas. O que fazer com isso agora?

Imagine, por exemplo, uma pessoa que nunca sentiu atração sexual, só sensual. Ela pensa que isso é atração sexual e ok, tudo certo, mas aí ao ver as outras pessoas se comportando quando sentem atração sexual, percebe que tem alguma diferença aí que ela não sabe onde. Parece que as suas sensações e sentimentos estão incompletos, como se não conseguisse atingir o "máximo" (que seria a atração sexual). Ela começa a achar que ela tá quebrada, errada, estranha...e por aí vai. Começa a prestar mais atenção, a tentar encontrar alguém que a faça sentir tudo isso que as outras pessoas dizem sentir e a se perguntar "por que com as outras é mais fácil e comigo tão difícil?".

Entender o que é cada atração evitaria isso.

Entender e diferenciar atrações ajuda pessoas que não sentem uma ou outra a entender e explicar o que se passa dentro de si mesma e a se sentir uma pessoa completa, sem ficar à mercê Daquele Outro Que Vai Fazer Você Sentir O Tchan. 

Entender e diferenciar atrações ajuda pessoas que sentem todas elas a perceber que, por existir tipos diferentes, existem diferentes formas de se manifestar (ou não se manifestar) em outras pessoas e que a sua experiência não é a mesma pra todo mundo. Que assexuais (e arromânticos!!) existem, e devem ser respeitados.

"Eu sou assexual e eu EXISTO!"

TAGS: , , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

1 comentários

  1. muito bom esse post. ri muito tá capa, muito boa HUAHUAH e os gifs tão perfeitos. eu nem ia ler, mas acbaei lendo tudo

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *