adaptação CCFilmes

Achei que ia ser o Inferno, mas foi o PARAÍSO

20.10.16Isabelle Fernandes


Eu sei, eu sei. Esse título ficou a coisa mais tosca, mas é a verdade!!!!

Quem me conhece sabe que normalmente eu tenho OJERIZA a adaptações, principalmente dos meus livros favoritos. Nesse post aqui eu mostrei o quanto eu AMO DE PAIXÃO DAN BROWN e principalmente o seu último livro lançado até agora, Inferno. Essa história é uma obra prima e quando eu soube que ia ter filme, fiquei::: temerosa.

(Ah, também tem a resenha da Brenda, bem mais decente e sem spoilers massivos do livro)

Então entrei na sala de cinema com as expectativas bem baixas...e tomei um tiro atrás do outro.

Cara, ele é EXTREMAMENTE fiel ao livro. Na verdade, parando pra pensar, os livros do Brown que foram adaptados até agora são reconhecidamente fiéis, só tem uma ou outra modificação pra fazer jus ao que eles são: adaptações a uma mídia diferente. Em Inferno, o filme, a primeira cena é exatamente a mesma do prólogo no livro, as cenas seguintes são as mesmas que o capítulos seguintes e por aí vai. Enquanto eu assistia eu só pensava "MEU DEUS É TUDO O QUE EU SEMPRE QUIS FINALMENTE TO CONSEGUINDO VISUALIZAR O QUE EU NÃO TINHA CONSEGUIDO LENDO".

Como por exemplo as paisagens e museus de Florença e Istambul, lugares onde nunca fui
Já a trilha sonora foi composta pelo mesmo cara dos outros filmes, o AMOR DA MINHA VIDA, HANS ZIMMER. Inclusive as músicas tem notas iguais aos das que fazem a trilha de Anjos e Demônios, como se fosse uma continuação, sabe. Tem uma certa cena em que isso fica muito nítido e fiquei toda "AINNNN MDSSSS".

Agora vou entrar num ponto polêmico::: o final. Pra quem só viu o filme, ele foi maravilhoso do começo ao fim e tá tudo certo. Mas pra quem leu o livro antes, há controvérsias. Quando vai chegando perto do momento derradeiro, do clímax, o filme vai acompanhando o livro, tudo muito ok, tudo muito certo...aí duas coisas aconteceram e fizeram com que os finais das duas mídias ficassem ao mesmo tempo muito diferentes e muito de acordo. Ok, pode não estar fazendo muito sentido, mas apesar da mudança, eu senti que ficou totalmente verossímil com o enredo.

ESSA CENA FICOU HILÁRIA HGUIFHGIFDHGIDFHID
Eu realmente não entendi essa mudança de desfecho, porque na real, eles construíram de forma a permitir que o final do livro acontecesse. Será que os roteiristas não gostaram e quiseram fazer outro? O Dan Brown quis explorar uma versão alternativa?? Talvez saberemos depois (ou alguém já sabe, se sim me fala pfvr). Mas sinceramente??? Mesmo com esse caminho contrário eu AMEI a forma como as coisas encerraram.

No fim das contas, depois de todo aquele medo de me decepcionar, eu saí do cinema absurdamente feliz, satisfeita e pronta pra mais de Robert Langdom, meu mozão HFUISDHGIUDFHGIDFHID.

E AINDA TEVE SHIPP DE VERDADE (porque nos outros eu não conseguia shippar ele com as minas de jeito nenhum)
Nota:

IGNORE TODA E QUALQUER CRÍTICA PORQUE ESSE FILME
É PERFEITO DO COMEÇO AO FIM.

TAGS: , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

0 comentários

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *