Bill Pullman CCFilmes

Sobre Independence Day - O Ressurgimento: não foi uma boa ideia

6.7.16Isabelle Fernandes


Sabe quando você descobre que um filme muito incrível vai ter uma continuação e bate aquele medinho de que ele acaba sendo uma bosta e estrague tudo? Então...eu até pensei em dizer que não é tão ruim, mas depois de escrever o post não deu pra negar o fato de que Independence Day: O Ressurgimento é um filme ruim sim.

Pra ser sincera, a história ficou meio sem pé nem cabeça, muito corrida e ai, sei lá. Vou dissecar tudo isso nessa resenha, sem spoilers.

O filme se passa uns 20 anos depois daquele icônico 4 de julho, e o mundo tá super diferente. Com todo esse contato com alienígenas e tudo o que eles deixaram pra trás, a tecnologia evoluiu horrores e a humanidade tem bases na Lua e até mesmo em Saturno. Eu não entendi muito bem, mas aparentemente a presidente dos Estados Unidos (SIM, UMA MULHER!!!!111) virou meio que a chefona da porra toda, tendo alguns chefes de estado representando alguns lugares e tal, mas quem manda em tudo mesmo é ela, o que eu adorei.

Daí o filme vai apresentando alguns personagens novos, como o Jake e o Charlie (que trabalham na estação da Lua) e alguns antigos, como A FILHA FOFINHA DO PRESIDENTE E O FILHO FOFINHO DO WILL SMITH (o personagem HUGHDFIGUFHIG). Eu acho que era pra ela, Patricia, e o Jake serem o casal protagonista que sofrem um pelo outro durante a treta, mas não deu muito certo não. É agora que entro no primeiro problema:

>>> Personagens sem desenvolvimento

O filme mostra que o Jake fez umas merdas no passado com o Dylan (o filho fofinho) e acabou sendo rebaixado de piloto sinistrão da força aérea pra controlador de máquinas tipo pinça (deu a entender que esse é um trabalho desqualificado...enfim). Só que isso ficou tão...ok. Depois de um tempo de filme é falado o que aconteceu, rola o reencontro entre os dois e mesmo a raiva do Dylan não convence. O arrependimento do Jake não convence. NEM O ROMANCE CONVENCE, PELO AMOR DE DEUS!!!

EU NEM SHIPPEI!!!!

Sdds química

Daí o David Levinson, meu amorzinho, e o antigo presidente dos states, meu lindinho, voltam e desempenham um papel importante.....e ainda assim não senti a conexão. Nem um pinguinho. Além disso, alguns personagens de destaque do primeiro filme ou foram jogados pra escanteio sem dó nem piedade ou sequer foram citados, como se nunca tivessem existido. Isso me deixou beeeem bolada.

E ah, como sempre, as mulheres foram relegadas a orbitar em torno dos personagens masculinos.  A piloto chinesa, a mulher lá que aparentemente foi um interesse romântico do David e foi chutada  (nem aprendi o nome delas, sente o nível), a Patricia, foderam até com a Presidente Da Porra Toda. Parece que esse filme continuou em 1996: homens brancos americanos que salvam o mundo enquanto suas mulheres sofrem por eles estarem arriscando suas vidas. Patricia até que tenta fazer uma pontinha, mas é claro que seu lindo noivo ressurge pra salvá-la. Uauuuuuu.



Tá, aí vem o plot do filme. Adivinhem só? Sim, aqueles mesmos aliens voltaram com tudo e dessa vez entendemos o que eles estavam querendo com o nosso planeta. Mas aí vem o segundo problema:::

>>> Roteiro ruim

Cara, é tudo corrido. Posso resumir o filme em: apresentação dos personagens, primeira treta, todo mundo acha que resolveu a treta, comemoração, nova treta vem com tudo e mais um pouco, desespero, ideia brilhante, todos se unem (com direito a discursos motivacionais do tiozão ex-presidente), batalhas, supostos sacrifícios em prol da humanidade, parece que acabou, SURPRISE BITCH, TEM MAIS PRA FAZER, finalmente resolve tudo E FIM.

Fiquei com a impressão de que muitas cenas não tem nada a ver com nada, como se não tivessem se dado ao trabalho de linkar elas com a história. Não tem desenvolvimento nenhum e em vários momentos tem nem lógica. Em uma  cena o pessoal tá na lua e na cena seguinte eles aparecem na terra pra buscar um pessoal e aí voltam SEM PROBLEMAS. O JAKE SAIU ESCONDIDO DA BASE E NINGUÉM VIU, NINGUÉM FALOU NADA, sendo que o chefinho de lá odeia ele e está sempre de olho no que o moço tá fazendo. A cena final é a mais doida de todas, mas não posso comentar por motivos de spoilers.

"Eles gostam dos cartões postais"

Ai, cara...normalmente eu sou sugada pelo cinema, é difícil eu perceber algum problema enquanto eu estou assistindo e só depois que termina e vou refletir é que vem à tona. Com esse filme, foi na hora. Vinha a cena e eu ficava tipo "gente que", "ué", "MDS KD O SENTIDO". Até a minha avó percebeu os furos, cara. No meio do filme ela soltou "o primeiro é bem melhor".

Vou nem continuar a discorrer sobre essa lambança toda porque eu tô ficando triste, mas a realidade é essa: deviam ter deixado essa história em paz.

Nota:

Não consigo dar nota menor que essa, sou trouxa

TAGS: , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

0 comentários

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *