amizade batDRAMA

Batdrama: Mas e se eu for abandonada

1.2.16Dana Martins


Hoje eu não tô tão animada pra fazer o Batdrama, talvez porque ontem eu fiquei tanto tempo tentando escrever a news que naaah. *joga tudo pra o alto* Pensei até em não fazer, mas tô com fome esperando a comida chegar e esperando meu irmão sair do banho pra eu poder tomar também, então... então... estamos aqui.

*diz isso e passa algumas horas escrevendo*

E saiu uma conversa sobre:

Eu não acho que seja maldade, mas existe um racismo enraizado sinistro que faz os autores priorizarem as vidas dos brancos. 

O medo de se eu fizer o que eu realmente quero, de se eu for realmente quem eu sou, as pessoas vão me abandonar ou ficar putas. 

Falsidana

Eu tenho futuro na carreira de drama queen. 

shadowhunters, e outras coisas

FINALMENTE, APRENDENDO 
SOBRE REPRESENTATIVIDADE ÉTNICA

A minha semana já começou animada, porque: eu e a minha amiga conversamos no twitter sobre personagens que não são brancos (sério, eu preciso arranjar um nome em português pra isso. em inglês eles chamam de POC, que significa person of color, ou "pessoa de cor", mas eu não acho que seja bom usar em português, até porque o termo lá tem um histórico cultural e aqui eu nunca vi ninguém se referir a si mesmo como "pessoa de cor". e não sou eu que vou fazer isso, ainda mais sendo branca. enfim, eu não sei como me referir a ~minorias étnicas~ e ultimamente eu tenho pensado que o termo "étnico" não é exatamente a definição mais correta, mas raça parece menos ainda. e também "não brancos" é uma forma que centraliza o assunto nas pessoas brancas, o que eu gosto menos ainda. então... eu sinceramente não sei como descrever isso. alguém pode me ajudar? alguém sabe?). 

Enfim, a gente tava conversando sobre parecer que quando o personagem não é branco, ele costuma sofrer mais (e eu cortei toda essa parte e vai virar um post). O que importa agora é que eu não me sentia muito confortável pra afirmar isso, então tive a ideia: E SE EU PESQUISAR ISSO NO GOOGLE?

Encontrei diversos textos citando como é comum eles aparecerem só pra morrer, mas nenhuma análise com o que eu queria. No entanto, encontrei MUITA coisa boa. 

Tem um tumblr inteiro que o objetivo é ajudar escritores a escreverem personagens que não são brancos, e tem muita informação útil sobre escrita e entender mais sobre representatividade. 

- decidi separar todo o trecho sobre as minhas descobertas como outro post só -

Pesquisar, ler e escrever sobre isso foi basicamente minha segunda e terça. E foi muito legal, porque eu gosto de aprender sobre esses assuntos. 




Sem brincadeira, só desse trecho saíram 2 posts diferentes e enquanto eu editava esse Batdrama meu irmão veio conversar comigo E PROVAVELMENTE DARIA OUTRO POST SE EU FOSSE COMENTAR A NOSSA CONVERSA!!!!!!!





VULNERABILIDADE, DESCONEXÃO 
E TER CORAGEM DE SER QUEM VOCÊ É

Na quarta meu irmão chegou no Rio!!! E eu também tive uma conversa por email com uma Pessoa Não Nomeada. 

Essa conversa me fez pensar muito sobre vulnerabilidade. A Brené Brown fala que uma das dificuldades das pessoas serem vulneráveis é o medo de desconexão. Ou seja, ser vulnerável é mostrar pra outra pessoa quem você é e correr o risco de ser machucado, porque você está se abrindo. É comum criar uma armadura ~emocional~ pra se proteger disso, só que o efeito colateral é que te impede viver realmente as coisas. blablabla

O que importa aqui é essa parte:

The power that connection holds in our lives was confirmed when the main concern about connection emerged as the fear of disconnection; the fear that something we have done or failed to do, something about who we are or where we come from, has made us unlovable and unworthy of connection. - Brené Brown

Ou seja: Nós escondemos quem nós somos com medo de não ser bons o bastante ou dignos de amor. 

E aí percebi que eu morro de medo disso. No Ano Novo, um dos meus medos de querer ficar em casa sozinha é que o meu irmão ou o meu pai não me chamassem mais pra fazer as coisas. Sei lá, eles ficarem putos e não quererem mais saber de mim???

Acontece muito com a equipe do CC. Ainda mais agora, que eu tô com menos energia pra ficar tomando cuidado com tudo. Eu morro de medo de que se eu fizer o que eu quiser todo mundo da equipe decida ir embora. Nossa, acho que eu também tenho um medo de falhar muito grande. E se eu decidir que uma coisa é certa, mas estiver errada e ferrar com tudo? Se eu colocar ~pressão~ em cima de alguém e brigar com alguém e ela decidir ir embora, só pra no final eu descobrir que estava errada? (eu tenho muita vergonha só de pensar nisso acontecer!!!)

Afinal, o CC não é só meu, e as minhas decisões influenciam as pessoas aqui. E se eu tomar a decisão errada? E se eu fizer algo e todo mundo for embora me deixando aqui pra ser idiota sozinha?

Ou até no caso dessa Pessoa Não Nomeada. Tem relações que são exaustivas pra mim (não tem a ver com a pessoa, às vezes simplesmente é!) e, na verdade, com todo mundo às vezes eu preciso dar um tempo. Na situação atual, então, eu não quero nenhuma obrigação que não vá me deixar dormir a noite PORQUE EU NÃO RESPONDI MENSAGEM NO FB DE FULANO. É uma merda dizer isso, mas eu prefiro não insistir na amizade do que passar por todo o sofrimento que é pra manter ela. E eu reconheço que isso é ser babaca e não é bom. E que fazer isso pode me levar a perder amigos. 

Olha aí o medo.

Olha o medo de se eu fizer o que eu realmente quero, de se eu for realmente quem eu sou, as pessoas vão me abandonar ou ficar putas. 

Só que isso me impede de ir em frente e fazer as coisas. Me impede de ser quem eu sou.






EM OUTRAS NOTÍCIAS: O JOÃO FEZ UM POST HOJE MARAVILHOSO SOBRE CASTELOBRUXO E NÓS ESTAMOS SUPER TEORIZANDO A HISTÓRIA POR TRÁS DA ESCOLA DE MAGIA BRASILEIRA E TÁ MARAVILHOSO, VEJA AQUI.













DIVAGAÇÕES A PARTIR DISSO: então eu sou falsa?

Eu tenho uma teoria de que manter relações sociais é muito exaustivo pra mim porque 90% do tempo eu tô me preocupando em ser essa pessoa que considera tudo e encontra o meio termo e faz o que é inteligente e o que é certo. Tem coisa que eu demoro a responder porque eu to pensando na melhor forma de responder, porque eu sei que se falar de qualquer jeito pode sair grosso ou não explicar direito, porque eu quero parar pra pensar e considerar o assunto. 

Aí to pensando que parece que eu sou falsa e não tava sendo sincera nesse tempo todo. Não, eu não funciono fazendo as coisas por aparência só pra agradar os outros. Mas, de certo modo, é uma forma de mentira. 

Duas situações:

1. Pessoa diz algo que eu acho idiota, fico puta e falo que é idiota ou respondo com a minha irritação do momento. 

2. Pessoa diz algo que eu acho idiota, fico puta e respiro fundo, dou um tempo, porque no fim eu sei que ela não fez por mal e se fez vem de um lugar de falta de compreensão e às vezes ela fala justamente tentando entender o que é certo, então eu me distancio até os meus sentimentos não interferirem mais e eu possa explicar a situação direito e evitar discussões desnecessárias. E porque eu acho que eu que estaria sendo idiota por achar alguém idiota e não quero pensar essas coisas dos outros.

Na segunda é você ser falso? 

Se é, eu fui muito falsa.

Mas agora, sinceramente, eu estou aprendendo a dizer logo o que eu penso e resolver as coisas direto. Tem um vídeo da Lady Gaga que eu até fiz um post aqui, e em uma parte ela fala sobre ter dúvida na hora de mandar uma mensagem. Tipo, "como eu devo responder? você acha que eu posso dizer isso? Eu devo dizer algo diferente?". Isso me fez perceber que "eu não sei responder isso" é uma resposta válida, que o que eu penso e como me sinto no momento é uma resposta válida.

Meu irmão entrou aqui no quarto e me perdi completamente... -.- Isso é muito chato. ENFIM.

E QUANDO O MEDO DE SER MACHUCADO NÃO É IRRACIONAL?

E eu percebi que deixei de agir de muitas maneiras justamente com medo de ser "abandonada". E se o meu post sobre o ano novo indica algo, não é um medo irracional. Muitas vezes por agir da maneira que me faz bem eu escuto VOCÊ NÃO PODE SER ASSIM, PRECISA MUDAR, VOCÊ TÁ COM PROBLEMAS (ou coisas menos diretas que significam o mesmo) e isso é justamente ser rejeitado, né? 

É justamente eu arriscando ser quem eu sou e ouvindo que eu preciso mudar ou vai ter consequências.

E eu acho que ser vulnerável é continuar sendo mesmo assim. Talvez isso faça algumas pessoas irem embora, talvez cause confusões, mas também abre espaço para atrair outras pessoas que vão gostar de você pelo que você é. Ou assim eu espero. HUAHUAHA

Falando nisso, estamos aqui numa semana onde eu fiz exatamente isso, porque eu não tô falando com as minhas amigas. 

PELO DIREITO DE NÃO TOMAR A ATITUDE "SUPERIOR"

MINHAS AMIGAS ASSISTIRAM O EPISÓDIO DE THE 100 SEM FALAR COMIGO e eu sei que não foi por mal, que talvez tenha até sido a solução melhor e eu estou sendo egoísta (MAS TAMBÉM NÃO PODIAM ME AVISAR QUE IAM FAZER ISSO???), eu sei que eu gosto delas e tô até perdendo a oportunidade de comentar sobre a série e me divertir com elas. Eu sei que nesse momento é só eu voltar a falar com elas de boa e tá tudo resolvido. Eu até sei que é só uma série e não deveria ser motivo pra confusão.

A lógica é simples, né? Já tem um livro de regras dizendo qual é a melhor solução.

Eu estou parecendo uma criança de 3 anos fazendo birra. 

Mas o certo não muda o fato de que eu estou puta. DE QUE EU FUI TRAÍDA!!!!!!!!! De que eu fui abandonada (Ohana means family. Family means nobody gets left behind or forgotten.) (ESSE É O MEU CÓDIGO DE HONRA 101). E eu posso esconder os meus sentimentos e ir fazer lá o tal de certo, mas também tenho o direito de não querer ficar perto depois dessa traição.

Eu tenho futuro na carreira de drama queen. (e fazer essas piadinhas é só uma forma de desvalidar meus sentimentos, né?)

Eu não sei explicar o quanto eu fico puta com isso. Faça o que quiser, mas não se meta nas minhas séries e fandoms. Eu e o meu irmão temos um acordo sério sobre marcar algo pra assistir/jogar junto, que já causou muito apocalipse quando um de nós quebrou. E quando o meu amigo jogou o novo jogo da Tomb Raider antes de mim? AMIZADE ACABOU.

Quer destruir amizade comigo é combinar pra assistir/jogar algo preferido meu junto E ME ABANDONAR. 

Nossa.

Sério.

Apenas não faça isso.

Eu não consigo nem ver a cara da pessoa depois sem lembrar da traição. 

Tinha um gif perfeito pra usar aqui, mas é spoiler. apenas digo: YOU BITCH.

Mas sério, ME DEIXA SOZINHA PRA MORRER NA FRENTE DE UMA MONTANHA, MAS NÃO COMBINA DE VER SÉRIE COMIGO E ME ENGANA.

EU FICO MALUCA.

ADEUS RACIONALIDADE.

o que é bem curioso, porque eu super disse que se fosse a Clarke perdoaria a Lexa com facilidade, mas tenho dificuldade de perdoar quando assistem uma série sem mim.

Traição.

Mas a questão aqui é que o fato de agir assim pode me fazer perder os amigos também, mas sabe de uma coisa? a gente merece agir da maneira errada também.

(eu escrevi o rascunho de uma news sobre isso e vou postar depois no danamartins.wordpress.com)

Depois disso...

*respira fundo*

Não estou falando com as minhas amigas desde então. E não sei o que isso vai dar. 



Além disso, fiz um post comentando o segundo episódio de The 100, Wanheda Part 2, clique aqui pra ler. 







--------------

outras coisas aleatórias

- meu irmão tá aqui desde quarta <3 <3 <3

- na semana passada eu vi que viver um dia de cada vez seria bom, e aí eu desinstalei o whatsapp do celular pra não ter gente me chamando o tempo inteiro, e foi bom. tudo bem que eu só mudei pra falar com as pessoas no twitter e fb, mas foi bom?? e é muito legal que eu fiz isso e uma amiga minha nem perguntou por que eu não tava no whatsapp. OBRIGADA. é tão bom quando as pessoas só me deixam fazer as coisas sem ficar perguntando. 

- tem sido uma semana muito boa em termos de sono, eu tenho dormido rápido quase todos os dias que eu deito, não acordei tanto de madrugada, e tudo bem que acordei cedo em outros dias, mas nada terrivelmente cedo. enfim, tá dando pra sobreviver melhor.

- por acaso, COMPREI UM CELULAR NOVO, que ainda não tive nem tempo de usar direito, mas já senti as vantagens tipo 1) poder tirar foto quando quiser (não to acreditando!!!!!!!!!!!!!), 2) não ficar reclamando de falta de espaço, 3) o deslizar dele é tããão macio, 4) a tela dele é quase do mesmo tamanho da outra, mas tudo parece maior e mais bonito. É a primeira vez que eu coloco o pé no chão e falo "eu quero um celular bom", em vez de me contentar com qualquer um que o meu pai/avô me dão. Uma coisa é verdade: se você quer algo, peça. 

E isso me faz pensar muito sobre as injustiças do mundo. Se eu faço um vine com um celular desse, a qualidade é melhor. Se eu for tirar uma foto. Se eu qualquer coisa. Até entrar no meu email é melhor nesse (eu só digitei uma vez e agora ele sempre sabe qual é, o último eu tinha que repetir toda vez). Navegar na internet também é mais fácil. E daí? E daí que "qualidade" de imagem divide as pessoas em credibilidade. Eu posso fazer um vlog merda com qualidade boa que WOW. Posso fazer um vlog bom com qualidade ruim e parece que eu sou um zé ninguém. E ainda tem a facilidade de produzir. Isso literalmente nos divide entre QUEM PRODUZ e quem CONSOME, ou mais precisamente: quem fala e quem escuta. E quem é que fala? Quem tem dinheiro. 

Tipo, como a gente quer falar de competição numa situação dessa? 

eu deveria ter usado esse gif quando falei das minhas amigas
eu quando elas me abandonaram

- Totalmente por acaso, meu celular antigo parou. Não sei foi ciúme do novo, se tem jeito de resolver ou o que vai acontecer. Só sei que PQP EU NÃO TIREI MEUS DADOS DELE. EU TENHO UM POST INTEIRO SOBRE FAIXA A FAIXA DAS MÚSICAS DA TAYLOR SWIFT ALI. E o acordo era que meu pai em vez de comprar um novo ia comprar um pra mim e ficar com o meu antigo. Apenas... pqp.

- Eu quase não escrevi histórias. Eu tô tentando não me obrigar, meu irmão chegou, etc, e não continuei a roadtrip au. Eu tive ideia pra uma outra história antiga inteira, que eu só não escrevi porque tava muito cansada. E ontem comecei a escrever uma cenazinha com base em prompt de bobeira, mas não sei onde vai dar.

- Eu e meu irmão assistimos Shadowhunters e minha. nossa. senhora. Eu não sei como eles conseguiram isso, mas fizeram algo muito ruim. Eu sou a última pessoa a reparar em atuação ruim, e eu passei metade do episódio reparando em como tudo parecia falso e forçado. A atuação é ruim, os efeitos são horríveis, os ângulos de câmera e cortes são uma merda... é tudo tão ruim, que é bizarro. Os monstros pareciam série de power ranger antiga e são basicamente cópia de uns monstros de Resident Evil (e como é a mesma produtora ou sei lá, não duvido nada que eles só tenham copiado o que eles já sabiam fazer). 

eu assistindo a série


Sério. Eu gostei do filme de Cidade dos Ossos, tem umas coisas cafonas (principalmente a parte com a música da Demi), mas eu gostei. E eu fui na boa vontade pra ver a série. MAS PUTA QUE PARIU QUE MERDA. O que eles estavam tentando fazer ali???



Eu não acreditei no post da Elilyan sobre a série, não era possível que fosse tão ruim, né???

"Será que eles não percebem?" meu irmão sobre Shadowhunters

Depois que terminou meu irmão teve uma crise de gargalhada. Ele tava incrédulo. HAUHAUHA A gente até decidiu assistir um filme depois, que foi The Duff (comédia de high school simples), DEU ATÉ UM ALÍVIO QUANDO COMEÇOU. MESMO AQUELAS ATUAÇÕES QUE EU NEM SEI SE SÃO BOAS JÁ FORAM UM ALÍVIO E UMA OBRA DE ARTE. JURO QUE DAVA ATÉ OSCAR PRA ELES DEPOIS DE TER ASSISTIDO SHADOWHUNTERS.

Que tristeza. Tanto potencial. Eu sinceramente não sei o que eles estavam fazendo. 

Vou aproveitar meu celular novo pra gravar uma adaptação aqui em casa e mandar pra o Netflix, porque pelo visto eles tão aceitando qualquer coisa agora.

Sério, eu ainda estou ferida e sem acreditar naquilo.

- ----------------------------------------------------

E acho que é só... ? 

Meu irmão também fez umas camisas tie dye e eu fiz uma meia tie dye(?). AH, E FUI NO CORREIO ENVIAR UMAS COISAS (é sempre uma conquista).

Ah, lembrei de umas coisas.

Só queria dizer que tava pensando em termos de ~aesthetic~, mas não só estética, mas... tipo, objetos que uma pessoa teria ou faria parte do figurino? Por exemplo, se você pensa em um personagem badass você poderia colocar uma jaqueta de couro pra ele. E se você pensa um personagem nerd você poderia colocar um livro. E se você pensa em um personagem que gosta de viajar talvez uma mochila??? E eu encontrei essa semana alguns que seriam meus objetos.

Esse caderno.



Só pela zoação e porque você não espera que eu vá aparecer com um troço desse. 

E essas camisas pra cada dia da semana:


só que eu usaria tudo trocado de propósito, tipo a de Quarta na Sexta, e de segunda no Sábado. 

Às vezes eu até penso em ir mais longe com essas zoações, tipo aparecer vestindo algo muito aleatório que não é esperado de mim. Não só tipo como se eu tivesse fantasiada, mas algo que mexesse com a percepção da pessoa e que deixaria na dúvida se aquilo sou eu ou se eu tô zoando. Mas aí eu penso que daria tanto trabalho que naaah. Não preciso.

Vou encerrar com esse trailer que eu assisti por acaso ontem e depois que terminou me fez chorar tanto que nem eu entendi.


Vou apenas dizer que eu assisti tudo pensado que era protagonizada por uma garotinha e fiquei TÃO TRISTE QUANDO PERCEBI QUE NÃO ERA. QUASE ME DESANIMOU DE QUERER ASSISTIR. TALVEZ EU NEM ASSISTA. POR QUE NÃO PODE SER UMA GAROTINHA???? (e acho que eu chorei porque me lembrou de the legend of korra)


Agora o clássico: apreciação!!!!

Esse gif super fofinho da Alycia sorrindo e olha como ela sorri com os olhos também.

sério, dúvida da semana: como é que as pessoas conseguem ter tanta expressão no rosto?
e... eu compartilhei o do Deadpool. Aí apareceu um que fizeram com a Lexa e eu compartilhei no último Batdrama. E nessa semana...






SE VOCÊ FER ALGUM ERRO DE DIGITAÇÃO POR FAVOR ME AVISA. EU LEIO E RELEIO MIL VEZES MAS NO FINAL JÁ TO MALUCA. 

TAGS: , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

4 comentários

  1. pra mim na situação 2, não é você sendo falsa, é apenas vc sendo racional e tentando colocar em prática algo que você acha ser o melhor e tentando ser melhor. Mas/E sim, seus sentimentos no momento, são válidos.

    Eu compartilho desse "medo" de não ser amada se as pessoas verem que eu realmente sou, no sentido de ver as partes feias tbm. e ultimamente eu ando me identificando muito com uma frase que vc disse em um batdrama sobre não saber se é vantajoso pra outra pessoa ser sua amiga. algo assim. porque anda tendo dias que eu apenas não tô afim. Não tô a fim de me manter online pra responder a pessoa, por ex. E eu sei que isso é horrível e eu nem era assim, mas eu tbm quero me sentir confortável e se isso não vai me fazer sentir isso, então eu vou dar um tempo e esperar que a outra pessoa entenda.

    Ser vulnerável é tão complexo que na maioria do tempo eu não sei se tô conseguindo ahahhaha mas enfim, uma amiga me disse esses dias que eu não devo nunca mentir ou me conter pra agradar os outros, que se não me compreendem então não tem que me somar. Claro que há as partes ruins, aka correr risco de perder as pessoas.

    ResponderExcluir
  2. Uma vez eu fiquei puto com uns amigos numa situação parecida com essa de The 100. Eles iam fazer uma prova pra entrar numa escola particular na cidade vizinha, mas eu não queria fazer a prova, só queria ir pra tal cidade ver o relíquias da morte pt. 1 no cinema. Disse: "me avisem se forem no cinema que vou com vocês e faço a prova".

    Não me avisaram. E como o destino é maravilhoso, me fez ir pro shopping naquele dia com meus pais e chegar justo na hora em que eles saíam da sessão, dizendo que o filme era maravilhoso. FIQUEI PUTO. Eu nunca ia no cinema, Harry Potter era a coisa mais importante do mundo pra mim na época e foi, sim, uma traição No dia eu fingi, respirei, mas no outro fiz questão de mostrar o quão triste eu fiquei. Até hoje eu lembro do acontecido quando é preciso porque eu sou desses, mas tudo se resolveu UAUHAH

    Acho que com você foi algo parecido? Você chegou a falar pra elas que ficou triste por não terem te esperado? Eu tenho esse sentimento às vezes (acho que com Sense8 e alguma série da Marvel foi assim, e olha que nem tinha acordo nenhum pra ver junto). Parece que você fica pra trás de alguma forma por não ter consumido as coisas ao mesmo tempo que os outros, uma sensação bem ruim, né. Mas depois de umas quatro vezes que aconteceu eu pensei comigo mesmo e... não deixei mais acontecer. Eu ia assistir a coisa depois de todo mundo mesmo e comentava quando terminasse, com a mesma energia que faria antes. Já até disse que me senti mal por ver "atrasado", mas sem pôr a culpa neles porque... bom, não é???? Sei lá, consegui relaxar mais com isso e não deixar as coisas serem estragadas pra mim.

    Sobre isso de você não dizer o que quer e o que sente na hora: não acho que esteja sendo falsa. Pelo contrário, acho que está sendo uma pessoa legal por considerar como o outro vai sentir ao receber aquela informação, reação ou seja lá o que for. Há uma diferença entre explodir de reações e dizer o que pensa considerando o outro. Você já fez essa segunda opção várias vezes e isso não parece falsidade. Isso também parece parte de quem você é. Eu lembro de como ficava dizendo como você é uma pessoa gentil e legal desde que a gente começou a trocar email, e eu ainda te vejo assim em vários momentos.

    Você se preocupa com os outros. E isso não é ruim! Aliás, se isso não for quem você é, o que seria então???

    Ok, isso tudo de "ser quem você é" é bem relativo, acho. Não sei nem se eu considero a coisa de não querer ir nos lugares ou ficar dias sem falar com a pessoa uma parte de quem você é (por ser uma ação, acho que vejo mais como uma consequência de alguma característica maior sua que eu não sei bem o que é). Mas você vê, então realmente cai pro nível da opinião pessoal.

    Algo aleatório: uma vez eu fiz um trabalho sobre triângulo amoroso (acho que usando um post seu como base, então talvez seja só uma lembrança do que tava escrito nele UAHUAHAU) que numa parte mostrava como a pessoa precisa pensar em si mesma na hora de escolher um parzinho. Isso porque, aplicando pra relações sociais no geral, cada pessoa a sua volta que você gosta apela pra você em aspectos diferentes, e estar com ela fará esses aspectos crescerem e/ou se transformarem em você também. O contrário também acontece.

    Eu gosto de ver isso de um jeito positivo. Se relacionar com os outros é uma coisa difícil às vezes, que vai te mudar por dentro, que vai fazer você sofrer, mas se pensar no valor dessa pessoa/amizade/relação pra você, no crescimento mútuo de todos, o esforço acaba valendo a pena no final. Pra mim (euzinho, nem lembro a definição da mulher que você citou lá em cima), ser vulnerável é se abrir mais pra que essas relações aconteçam e transformem você, como os outros se deixam se transformar por tudo de incrível que você faz (muitas coisas, caso você não esteja lembrada).

    Acho que é isso. Não sei mais o que tô falando, mas queria ajudar de alguma forma D: Se não ajudou, desculpa. Espero que você fique bem <3

    ResponderExcluir
  3. só vou comentar que FICAR SEM WHATSAPP É TÃO LIBERTADOR. Saudades de não ter ele no celular. Eu tirei o last seen e tô nem ai se demoro muito responder. \o/ mas tb nao deixo meu lado negligente tomar conta pq... tem q regar amizades que importam. :D rs

    Comentar mais coisa tb. Esses dias minha mãe me falou algo muito legal e lembrei agora e senti vontade de falar aqui: "Nunca perca sua essência. Quando isso acontece, a gente se sente perdido." (eu me sinto perdida mt fácil - principalmente, se envolver ~vida profissional~ - e... fazendo uma análise rápida... a maioria das vezes que me sinto assim é pq começo ~tentar ser outra pessoa~, nao me achar ~suficiente~ rs)

    bom... mudanças são boas. e todo processo de mudança não é dos mais tranquilos. de qualquer forma, desejo o melhor pra vc. smp! e qualquer coisa, vc sabe meu email \o/ rs

    (e aquela situação 2 não é ser falsa! D:)

    (eu smp respondo "nao sei o que falar" ou "to com medo de falar o que quero", etc. mas as vzs queria conseguir me afastar e respirar pra dps responder... em momentos mt tensos ter essa ação é algo bom rs) (na minha visão) (mas... vc nao é obrigada a nada ¯\_(ツ)_/¯)

    *abraços fresquinhos* (pq provavelmente o rio deve tá mt quente p dar uma de olaf UHAUHA)

    ResponderExcluir
  4. Gente só queria dizer que estou cobiçando muito essas camisetas. E AGORA QUERO UM JOGO SÓ PARA USÁ-LAS NOS DIAS ERRADOS!!!

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *