Carol Cardozo CCgames

Life is Strange - Como um jogo ativou meu lado gamer que eu nem sabia que existia

18.1.16Carol Cardozo



Apesar de ser uma 90's kid, nunca joguei muita coisa na minha infância. Não tive videogame nem computador, o máximo que eu jogava eram jogos de luta (Deus abençoe The King Of Fighters e Marvel Vs. Capcom) nos Playstations 1 dos meus primos, filhos de amigos dos meus pais e nos fliperamas dos bares da vida, Sonic, Mario, mas nada muito além disso. Entendo algumas referências, mas jogar mesmo, necas.


Quando aparecem muitos personagens eu me perco, fico sem saber onde está o personagem jogando, é até engraçado, fico mais perdida que cego em tiroteio. E quando são jogos de PC que você usa do F1 ao F12, mais 15 teclas de letras diferentes, cada uma fazendo algo diferente?? Não dá, fico muito louca, não sei o que tá acontecendo.

Fico perdidinha mesmo.
Mas aí, há algumas semanas eu fui apresentada a um jogo maravilhoso chamado Life is Strange. Primeiro falaram "As escolhas que você faz no jogo podem mudar totalmente a história". Depois falaram "A menina tem a habilidade de voltar no tempo". E depois falaram "Não tem muitos comandos, são só os botões pra andar e o mouse pra mover a câmera". JÁ AMEI, JÁ QUERO, QUE TUDO.

ME DÁ!

O Eduardo já falou aqui sobre esse jogo, mas na época só tinha lançado o episódio 1. Agora já lançaram todos os episódios, são 5 ao todo. O jogo se passa durante uma semana na vida da Max (a protagonista), e cada episódio é um dia (segunda, terça, e por aí vai, até sexta-feira). Joguei com meu namorado, muito bacana, tudo muito lindo (o gráfico é sensacional), trilha sonora incrível, mas eu estava achando que ia demorar eras pra jogar de novo. Então pedi a ele pra me contar o que acontecia até o final.

E me arrependi, porque no mesmo dia ele comprou o jogo pra mim, eu instalei no meu computador e já tava sabendo o que ia acontecer HAHAHAHAHAHAH

Aqui alerto: esse jogo pode te colocar meio pra baixo. Basicamente, você toma decisões (como escolher o que responder pro professor ou se reporta o colega que fez merda) e dependendo do tipo de decisão, isso afeta o jogo mais pra frente. Mas às vezes você é obrigado a tomar uma decisão merda. E isso te deixa meio mal. E o desenrolar do jogo te derruba também. Quando eu terminei de jogar o episódio 3, eu precisava de um abraço muito sério. E me falaram que ainda piora. Então, brace yourselves.

Eu durante os créditos do episódio 3.

Você pode comprar Life is Strange pelo Steam (que é uma plataforma pra jogos). Os cinco episódios agora estão custando 37 reais, mas você pode ficar de olho que de vez em quando saem promoções, e no final do ano tem a Winter Sale (liquidação), quando muitos jogos ficam bem baratos e mais acessíveis do que o normal.

Mas eu aviso: eu comecei pelo Steam só pensando "Ok, não vou comprar mais nada, só Life is Strange mesmo". Já comecei a ver outros jogos. Tô jogando com meu namorado e amigos dele um jogo chamado Gauntlet, é um RPG e eu jogo de valquíria (ela joga o escudo que nem o Capitão América, É MUITO MANEIRO), eu tô querendo procurar emuladores de Nintendo 64 pra jogar Legends Of Zelda (aliás, se alguém souber, me mande links), e eu até já cheguei a pensar em montar um PC pra eu poder jogar coisas mais pesadas pra rodar.

Olha, uma valquíria (hmmm, pra isso que aquela poção servia)


Amigues, já era. Já não tenho tempo pra fazer tudo o que eu quero e ainda arrumo mais coisas pra fazer, geez.

É isso. Um jogo me deixou cheia de tremiliques e feelings sobre jogos que eu nem sabia que tinha, mas que estavam aguardando lá dentro, doidos pra sair. Aguardemos os novos capítulos dessa nova fase da minha vida.

TAGS: , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

3 comentários

  1. Carol, eu nao sei se é do seu interesse (na verdade é sim) haha
    Tenho uma SUPER RECOMENDAÇÃO de jogo... Chama Ori and the Blind Forest (é pra XBOX porém a internet é maravilhosa e tem pra baixar).. Sobre a história: eu não sou muito bom em explicar a historia, mas é bem envolvente, e voce vai aprendendo e descobrindo as coisas junto com o Ori. (caso queira, eu vou deixar o link do trailer do jogo https://www.youtube.com/watch?v=VrbGwU5Zx4M ). Outro(s) motivo(s) para te influencia: a trilha sonora é maravilhosa e te coloca bem dentro do jogo.. E os graficos e a jogabilidade são só amor! *-*

    ResponderExcluir
  2. Carol, eu emulo pelo Project64. Eu gosto desse, me ajuda no que eu preciso, mas não dizer se é o melhor. Sorry, eu tenho há tanto tempo esse emulador que nem sei mais da onde baixei. Creio que deve ser batata achar. Ah, bota sorte perdendo sua alma no Steam (sei cumé kkkkk)

    ResponderExcluir
  3. Puxa vida. Eu não vou jogar - sério, ainda tô terminando uma série de jogos 16 bits (todo mundo faz maratona de série, eu não sou todo mundo, eu faço maratona de jogo de 16 bits) - mas fiquei doidaço para saber o final.
    Partiu Wikipedia #fail

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *